Preocupado com as constantes reclamações que tem recebido de usuários, o Vereador José Guilherme Trombetti Manoel, o Zé Guilherme, protocolou Projeto de Lei na Câmara cujo objetivo é o de impedir que a Sanepar (concessionária do serviço de água e esgoto) continue cobrando a taxa mínima de consumo de água ou de tratamento de esgoto no município de Cambé. Atualmente a tarifa para o consumo de 5 metros cúbicos é de R$ 67,45 para unidades residenciais, micro e pequeno comércio, e de R$ 121,43 para usuário comercial, poder público e indústrias.

Conforme apurou Zé Guilherme, com a cobrança da taxa mínima, o consumidor que utiliza uma quantidade menor de água não tem nenhum estímulo para reduzir o consumo, isto porque, independente do quanto consumir o usuário é obrigado a pagar a taxa mínima. “A manutenção da cobrança de uma taxa mínima provoca desestímulo contra qualquer política pública de conscientização, não tem efeito para redução do consumo.

A água é o recurso natural mais precioso para a manutenção da vida, e esse bem é finito e tem seu processo de escassez já é gravíssimo em algumas regiões do planeta”, alerta o Vereador.

Zé Guilherme adverte para uma outra situação que prejudica os usuários: “Quando se cobra a taxa mínima é somado o percentual de esgoto, ou seja, 80% sobre o valor cobrado, sem de fato o serviço ser utilizado. Essa cobrança de valores mínimos se mostra abusiva pela obrigação desproporcional, contrariando o princípio da igualdade na relação de consumo. Esperamos a aprovação desse Projeto de Lei para impedir que os usuários de Cambé continuem sendo prejudicados com essas distorções”, argumentou o Vereador.

5 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia!
    Tem o meu apoio total, está corretíssimo, porém a quantos anos a Sanepar vem fazendo esta cobrança indevida, pois estamos pagando além do consumido, para mim isto é apropriação indevida é crime contra a sociedade com aval dos políticos e autoridades locais.

  2. Parabéns vereador! Se preocupando com as pessoas e com o meio ambiente.. que TODOS pensassem desta forma, teríamos um país mais justo! Tomara que seja aprovada!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.