O deputado estadual Luiz Eduardo Cheida (PMDB) encaminhou uma denúncia ao Ministério Público sobre a existência de soros e vacinas vencidos na rede pública de saúde de Londrina. Segundo o deputado, 16 mil frascos de soro estariam estocados com data de validade vencida, causando ao município um prejuízo de R$ 64 mil.

Em entrevista na manhã desta quarta (21), o prefeito Barbosa Neto afirmou não ter conhecimento da denúncia, e aproveitou para cutucar o peemedebista, prefeito da cidade nos anos 90. “Tenho certeza que a saúde pública está muito melhor do que quando o Cheida era prefeito. Mas o Ministério Público deve apurar isto e nós estamos à disposição”.

Em entrevista à rádio CBN Londrina, Cheida criticou a postura do prefeito. “Precisamos parar de ficar justificando falhas atacando as pessoas. Chama secretário de bêbado, presidente da Associação Médica de desocupado, me chamou de pilantra no seu programa de rádio. A cidade está começando a ficar preocupada com essa falta de humildade do prefeito em reconhecer erros. Quando alguém faz uma denúncia, ele devia apurar, e não atacar quem denunciou”, rebateu.

(com informações da rádio CBN Londrina)

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.