O governo decidiu hoje (27) não alterar o percentual de etanol anidro adicionado à gasolina, que hoje é de 25%. A decisão foi tomada depois de uma reunião com integrantes dos ministérios de Minas e Energia, da Fazenda, Agricultura, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, além da Petrobras e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

“Chegamos à conclusão de que as providências que têm sido tomadas fizeram com que mercado esteja estável, não há desabastecimento de etanol nem de gasolina”, disse o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Uma nova reunião está marcada para o dia 30 de agosto, para decidir se a mistura será alterada. Se houver alguma modificação, ela passará a valer a partir do final de setembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.