Síndica Profissional e Bióloga conscientiza sobre os condomínios serem grandes agentes poluentes

0

Viver em sociedade demanda diferentes habilidades dos seres humanos, quando pensamos na organização social que, é um condomínio,e não devemos esquecer dos desafios e particularidades que a decisão de viver em um, implica no dia a dia.

 Qualquer mudança, decisão ou novidade torna-se, muitas vezes, algo polêmico, e a figura do Síndico tem a função de conciliar, de indicar caminhos e gerar possíveis soluções no ambiente. Inclusive, promover mudanças positivas para a organização, como a implantação de medidas sustentáveis, segundo a Síndica Profissional Clarice Sanches.

No dia 29 de julho é o Dia da Sobrecarga da Terra, data reconhecida mundialmente que, marca o momento em que a humanidade consumiu todos os recursos naturais que o Planeta é capaz de renovar em um ano, data importante que pode ser tema de Campanha e Conscientização na organização condominial.

  De acordo com Clarice, o “fator problema” dos condomínios em relação à sustentabilidade, é o próprio morador. “Na minha opinião, O MORADOR que, não recebe a devida informação, ou não segue as diretrizes de sustentabilidade, e acaba por não colaborar com a coleta seletiva e realiza descartes errados, como por exemplo, despejar óleo de cozinha usado na pia ou no vaso sanitário, é o maior “problema” para os condomínios que querem se tornar sustentáveis com o foco no bom andamento do meio ambiente”.

Outro ponto que pode ser um equívoco é tratar a sustentabilidade como uma preocupação do futuro. “O assunto gera uma preocupação relevante para os dias atuais, tanto é  que,os produtos vindo dos recursos naturais (como energia gerada por hidrelétricas, captação de água, saneamento básico etc.) estão com valores cada vez mais elevados por conta da escassez ou poluição. E é papel da administração condominial, buscar empresas que tenham ações de preservação ambiental, por exemplo”, conta Clarice.

 Com tudo isso, Clarice Sanches afirma que ter um Síndico Profissional pode facilitar a vida dos moradores e funcionários de uma organização condominial. “O Síndico é o mediador entre as regras e a ordem, entre os problemas e a solução. E principalmente entre a informação e o receptor dessa mensagem (quem precisa saber e aprender a aplicar). O síndico deve ser a figura comunicante, explicativa instrutiva não apenas o “chato” “.

 E explica ainda que a terceirização de um Síndico, muitas vezes, pode ser a solução para conflitos internos. “ A contratação de um Síndico Profissional, que não necessariamente seja um morador, é uma super tendência, principalmente numa das cidades mais verticalizadas do Brasil. Mas devido a extensa exigência de conhecimento e formações para se tornar um profissional, ainda temos poucos no mercado. Mas, caso seu Condomínio precise ter acesso a pelo menos informações direcionadas e confirmadas em relação à organização de um condomínio, você pode falar conosco. Podemos auxiliar o síndico morador a se capacitar, a não desistir da tarefa e estar à altura do empreendimento”.

 E sobre a necessidade de adaptar o condomínio para que ele se torne susntentável, a Síndica Profissional Clarice preparou dicas simples e práticas para não sobrecarregar o Planeta Terra .

DICAS:

Lâmpadas de LED

Aderir às lâmpadas LED é um método simples e de baixo custo .

-Algumas das vantagens são:

-Maior vida útil ( + 50 mil horas). ☑

-Menor consumo de energia. ☑

-Baixa manutenção. ☑

-Mas sempre faça um planejamento estrutural e orçamentário antes de instalar.

Coleta Seletiva

Através da coleta seletiva é possível destinar o lixo para o local correto. Pois há a separação dos resíduos em lixeiras específicas categorizadas da seguinte forma:

  • Materiais recicláveis;
  • Materiais orgânicos;
  • Materiais eletrônicos;
  • Materiais radioativos.

Destinação correta dos rejeitos

 Os resíduos que não se enquadram como orgânicos ou recicláveis, devem obter bastante atenção, pois são potenciais poluentes. Estamos falando dos eletroeletrônicos e móveis, que, se descartados incorretamente, podem poluir o solo, o mar e lençóis freáticos devido a sua composição.

Manutenção Preventiva

 Com o intuito de antecipar obras de reparos, a manutenção preventiva em condomínios é um planejamento que levanta um relatório da saúde estrutural da dependência e realiza reparos antecipadamente.

E com essa análise sem caráter emergencial, evita desperdícios de recursos naturais como de água e energia pois identifica possíveis pontos de vazamento de água e problemas elétricos, nem de recursos financeiros.

QUEM É CLARICE SANCHES

É idealizadora do #chameAsindica,e atua como síndica há mais de 10 anos!

Com esse tempo de atuação na área, sabe quais são os desafios e particularidades dessa tarefa pouco reconhecida!

E pelo @claricesanches diariamente promove dicas sobre a administração de condomínio para síndicos, moradores, funcionários de portaria, zeladoria e limpeza, entregando informações de grande utilidade de maneira leve e divertida!

Entrega ainda, mentorias e consultorias para condomínios, para DESCOMPLICAR O PLANEJAMENTO DAS MANUTENÇÕES, ORGANIZAR OS AFAZERES LEGAIS e TREINAR SEUS FUNCIONÁRIOS PARA HUMANIZAR A ADMINISTRAÇÃO.

#chameAsindica

@claricesanches

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Eu Aceito a Política de Privacidade

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.