O planejamento logístico do Paraná deve buscar ações imediatas para solucionar os gargalos existentes nos modais de transportes. A afirmação foi feita nesta segunda-feira (02) pelo secretário dos Transportes e presidente do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Transportes, Mario Stamm Junior, durante reunião na prefeitura de Londrina para discutir a participação do Estado na desapropriação de áreas para ampliação do aeroporto local.

No entender de Mario Stamm Junior, o melhor caminho estratégico é a elaboração de propostas que tenham o apoio do Governo do Estado, dos setores produtivos e de entidades classistas, como o Plano Estadual de Logística e Transportes do Paraná – PELT 2020, entregue na sexta-feira passada pela Federação das Indústrias do Paraná, em Curitiba, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O setor de transportes, afirmou o secretário, é fundamental para a busca do desenvolvimento econômico que, por sua vez, trará o bem-estar social. “O Estado deve constantemente estabelecer parcerias com os segmentos privados para investir em projetos, visando um permanente estoque de instrumentos destinados ao planejamento logístico e a busca de recursos. O resultado final será a conquista de maior competitividade para o Estado”, disse Stamm.

“A integração com entidades que agregam técnicos com expertise em produção, circulação de produtos e obras como a Fiep que encaminhou o PELT 2020 ao Governo Federal, e com entidades como a Federação da Agricultura, o Instituto de Engenharia, o Crea e o Sicepot, além de outras, dará à sociedade o aval técnico para os projetos necessários e os dirigentes públicos e privados cumprirão o papel de agentes indutores do desenvolvimento”, disse ainda o secretário.

DEMANDA – O planejamento estratégico, avaliou Stamm, precisa também da nova ligação ferroviária entre Guarapuava e Paranaguá, das duplicações rodoviárias entre Ponta Grossa e Apucarana, entre Medianeira e Cascavel e entre Cascavel e São Luís do Purunã, da implantação de infraestrutura viária para a expansão das atividades nos portos paranaenses, e da ampliação de pistas nos aeroportos Afonso Pena em São José dos Pinhais e Sílvio Name Junior em Maringá

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.