unnamedCom discursos acalorados e muito aplaudidos, o presidente da Sociedade Rural do Paraná, Moacir Sgarioni, e políticos locais, estaduais e federais abriram nesta quinta-feira (3) a programação da 54ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, que prossegue até o próximo dia 13, no Parque Ney Braga.

O governador Beto Richa se disse emocionado por participar da solenidade, lembrando que a festa faz parte de sua infância. “Quando era criança, vinha todos os anos”, recordou, “e pude acompanhar o avanço tecnológico e  o crescimento do evento. É um orgulho estar aqui, ao lado de quem produz.”

Compuseram a mesa o presidente da Sociedade Rural do Paraná, Moacir Sgarioni,  os prefeitos de Londrina, Alexandre Kireeff, e de Cambé, João Pavinato; os deputados federais Luiz Carlos Hauly e Abelardo Lupion; os deputados estaduais Tercílio Turini e Pedro Lupion; o secretário de estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara.  Na plateia ainda estavam o deputado estadual Luiz Eduardo Cheida, o deputado federal, Ratinho Junior, o ex-governador do Paraná, Orlando Pessuti, entre outras autoridades.

Os pronunciamentos foram marcados por posicionamentos políticos  em favor do municipalismo, políticas agrícolas que contemplem de fato os produtores, necessidade de melhorar a infraestrutura para escoamento de safras e, entre outros itens, também a insatisfação em relação ao que o Governo Federal devolve aos municípios dos dos impostos arrecadados.

Boas perspectivas

Sgarioni está otimista com os números da maior festa agropecuária do País e crê na superação dos dados de 2013. “São 10 mil animais de 30 raças, 2.150 expositores e expectativa de 500 mil habitantes”, declarou. “Quando se reúnem líderes em prol de um objetivo, tudo é possível.”

O presidente apresentou alguns números nacionais do agronegócio, destacando que o setor representa 76% da economia do País e que o Brasil é o primeiro exportador, no mundo, de carne suína e de aves. “Em 2013, exportamos US$ 101,5 milhões e importamos US$ 18,5 milhões.”

O deputado estadual Tercílio Turini, em nome da Assembleia Legislativa, disse que também não perdeu uma feira desde criança. “E isso faz mais de 60 anos.”.Na opinião dele, a Exposição projeta o Paraná na mídia nacional e internacional de forma muito positiva.

O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, ex-presidente da Sociedade Rural  recordou-se que promoveu quatro Exposições – “mas nenhuma como essa”. Destacou que “é a maior feira da América Latina que atrai expositores e visitantes de todo o País e movimenta toda a cidade.”

Tanto Kireeff quanto Pavinato se posicionaram, veementemente,  em favor do municipalismo, destacando a necessidade de os municípios terem maior autonomia financeira e não “terem que ficar estendendo o pires” em busca de recursos do Governo Federal.

Hauly destacou que o Brasil é um grande produtor, mas tem poucos mecanismos de defesa dos produtores rurais.  “Quem protege nossos produtores”?, questionou.

Norberto Ortigara, em seu pronunciamento, parabenizou o produtor rural pela safra recorde colhida  e destacou que a ExpoLondrina é uma das feiras que mais oferece espaço para o debate técnico.

Passarela

Na oportunidade, o governador inaugurou também a passarela de pedestres em frente ao Parque e deu início às atividades da Companhia de Polícia de Choque, com 140 policiais. Richa anunciou a licitação de três unidades prisionais em Londrina, com 700 novas vagas e assinou o protocolo da Agência de Desenvolvimento de Londrina, que envolve diversas entidades para colaboração mútua tecnológica, desenvolvimento sustentável, entre outros temas.

Quanto à passarela, inspirada nas torres do Big Ben, de Londres, Richa lembrou que era uma obra aguardada há anos pela diretoria da Sociedade Rural, solicitada na Exposição do ano passado, viabilizada pelo governo do Estado e construída pela Econorte, concessionária da BR 369.

 

Assessoria de Imprensa ExpoLondrina 2014

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.