Concurso público de Cambé reúne 4.566 candidatos no domingo

142

Exatos 4.566 candidatos disputam neste domingo, dia 25 de março, as 594 vagas oferecidos no Concurso Público da Prefeitura de Cambé. As provas serão realizadas em nove locais, onde os candidatos deverão chegar até às 8h30, quando os portões serão fechados. É necessária a apresentação de um documento com foto e o comprovante de pagamento da taxa de inscrição. Os candidatos têm três horas para responder as questões. O início das provas será às 9 horas.
Os locais do concurso público são: Escola Estadual Dom Geraldo Fernandes, Rua Goioerê, s/n, Jardim Silvino; Colégio Estadual 11 de Outubro, Rua Professor Bento Mussurunga, 608, Jardim Novo Bandeirantes; Colégio Estadual Érico Veríssimo, Rua Noruega, 340, Centro; Colégio Estadual Maestro Andréa Nuzzi, Rua Bento Munhoz da Rocha, 366, Conjunto Castelo Branco; Colégio Estadual Manuel Bandeira, Rua Marechal Eurico Gaspar Dutra, 230, Jardim Rian; Colégio Estadual Olavo Bilac, Avenida Inglaterra, 596, Centro; Colégio Estadual Professora Helena Kolody, Rua Estados Unidos, 1669, Centro; Escola Estadual São José, Rua Fortaleza, 366, Vila Brasil; Faculdade Catuaí, Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, 210, Conjunto Castelo Branco.
Na área ocupacional a disputa são pelas vagas de auxiliar de serviços gerais feminino, auxiliar de serviços gerais masculino, coletor de lixo, eletricista, encanador, gari feminino, gari masculino, pedreiro e pintor.
Nas áreas de educação, cultura e esporte as vagas são para instrutor de artes-dança, instrutor de artes visuais/plásticas, professor anos iniciais – ensino fundamental, professor de educação artística e educador físico do esporte.
As vagas na área da saúde são para agente de combate a endemias, agente comunitário de saúde, agente de operação inseticida masculino, auxiliar de enfermagem PSF, auxiliar de enfermagem socorrista, dentista PSF, educador físico PFS, enfermeiro PSF, médico clínico geral PSF, médico clínico geral, médico do trabalho, médico ginecologista, médico pediatra, médico plantonista clínico geral, médico plantonista pediatra, médico psiquiatra e motorista socorrista.
Os candidatos poderão obter mais informações sobre as provas de domingo nos seguintes locais: na internet basta acessar o site da Prefeitura de Cambé, www.cambé.pr.gov.br, onde se abrirá uma janela para acessar as informações completas do concurso; na portaria da Prefeitura de Cambé, localizado na Rua Otto Gaertner, 65, em frente ao Terminal de Ônibus da Praça Getúlio Vargas, será fornecidos informativos sobre os locais das provas.

ATENÇÃO CANDIDATOS DO CONCURSO DA PREFEITURA DE CAMBÉ
A Prefeitura Municipal de Cambé informa a todos os inscritos no Concurso Público 01/2012 que a 1ª fase, da prova escrita, será realizada domingo, dia 25 de março. O início das provas será às 9 horas, mas os candidatos devem estar no local com no mínimo meia hora de antecedência. Os locais das provas estão disponíveis para consulta no site http://www.funtefpr.com.br/ e no Jornal Oficial do Município de Cambé número 122, do dia 19 de março.



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


4 thoughts on “Concurso público de Cambé reúne 4.566 candidatos no domingo

  1. REVELANDO A VERDADE

    Querem saber a motivação da Estela Camata(vice do Berro) ter abandonado o PV e se filiado no partido do Joao Pavinato? Vão na APMI e vejam o mais novo contratado daquele “cabidão de emprego”. É só perguntar se o marido dela está.kkkkkkkkk Que vergonha. E é tudo gente da igreja viu pessoal. Tudo temente a Deus, tudo gente séria que não gosta de injustiças e nem privilégios pessoais. Imaginem se gostassem. kkkkkkkkkkkkkk

    Reply
    1. Falando em APMI

      PROFESSORES REVOLTADOS- Como que funciona o tal de “abono” para professores na APMI? Tem um vereador que é ligadinho ao Prefeito e tem esposa, duas irmãs, um amigo muito intimo e vários amigos trabalhando na APMI, o que demonstra que este vereador é muito influente naquela instituição. Mas será que para receber um tal de “abono” que foi concedido para uma professora “amiguinha” deste vereador, tem que trabalhar para reeleição do mesmo? Como funciona este “abono”? É por mérito ou negociata eleitoral? O abono não deveria ser por mérito? E se for por mérito como funciona os requisitos para se conseguir um “abono” para que todos os professores tenham direito? Estão montando uma dinastia na APMI? A APMI é de todos os Cambeenses e não de uma única familia como estão fazendo. Estamos revoltadas em constatar o abuso eleitoral da APMI sem que vereadores, Ministério Público façam nada. Convoco todos as Professoras a acabarem com esta festa da familia “fe***” na APMI. Queremos igualdade e que as conquistas na carreira sejam por mérito e não só para quem abaixa a cabeça para este vereador oportunista.

      Reply
  2. Solange Ruiz Clementin

    Eu me lembro que a cinco anos atras o prefeito João Pavinato sempre estava nas reuniões do sindicato defendendo o funcionário publico, hoje que esta no poder se desfaz desse funcionário que tanto acreditou nele e ainda me lembro de umas sessões da câmara onde ele sempre dizia que Cambé não poderia mais perder funcionários para Londrina, sera que você tem ideia de quantos já foram embora? Sabe João estou muito decepcionada com sua administração achei que iria tratar o funcionário com mais carinho como sempre fazia quando era vereador, tenho saudade daqueles velhos tempos que você brigava pelos direitos do funcionário e hoje que tem esse poder nas mãos nada faz para termos um salario mais valorizado, pense nisso.

    Reply
    1. Pedro

      Olha Solange foi o Pavinato fez todos os repasses da inflação, incorporou os abonos, fez uma serie de cursos, formou turma para graduação de servidores e agora o PCCS inclusive to sabendo que a tua classe teve um aumento de mais de 10% alem da inflação. Então aos poucos as coisas estão acontecendo.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *