Esclarecimento – Santa Casa de Mesericórdia de Cambé

101

A Santa Casa de Misericórdia de Cambé vem por meio deste esclarecer que os acontecimentos ocorridos no dia 21 de Fevereiro do corrente ano, acontecimentos esses que tiveram repercussão na imprensa local e até mesmo na nacional, são dignos de discussão sobre segurança publica, e não de saúde publica que é a atividade desenvolvida pela Santa Casa de Cambé. Mesmo assim, a Santa Casa de Cambé tem se preocupado com a segurança de seus pacientes, funcionários e médicos, prova disso são as 10 câmeras instaladas em lugares estratégicos do hospital há cerca de um ano. A Santa Casa de Cambé estuda há algum tempo a contratação de seguranças para atuarem no hospital, mesmo sabendo que casos extremos como o ocorrido no referido dia não poderiam ser contidos por seguranças privados, até mesmo porque existem uma série de recomendações para seguranças no ambiente hospitalar. Tal contratação esbarra principalmente na escassez de recursos financeiros.

Cabe lembrar que em todos os momentos em que a Câmara Municipal de Cambé solicitou informações para a Santa Casa a instituição atendeu a estes pedidos, salientamos a vasta documentação solicitada pelo vereador Irineu Defende no ano de 2011, oportunidade pela qual a Santa Casa de Cambé foi uma das poucas instituições subvencionadas pela Prefeitura Municipal de Cambé que encaminhou a documentação solicitada, fato este não exalta a Santa Casa de Cambé, apenas demonstra uma atitude de uma instituição que trabalha com transparência e respeito para com esta casa e para com a comunidade atendida neste hospital.

Quanto a citações feitas de valores repassados pela Santa Casa de Misericórdia de Cambé aos médicos plantonistas que atendem na entidade, vimos esclarecer que cada profissional recebe pelas horas trabalhadas na instituição e que a prestação de contas destes repasses assim como as escalas de plantões mensais são enviados mensalmente para a Secretaria Municipal de Saúde de Cambé e consequentemente para a Prefeitura Municipal de Cambé, órgãos estes que são fiscalizados pelos senhores vereadores.

É importante observar que o valor repassado pela Prefeitura Municipal de Cambé para a Santa Casa a titulo de subvenção no ano de 2011 foi de R$ 1.772.400,00 e não de R$ 2.640.000,00 como foi citado pelo vereador Paulo Tardiolle e que de acordo com o plano de trabalho aprovado pela Prefeitura para o ano de 2012 o valor repassado será de aproximadamente R$ 2.125.400,00 para o corrente ano diferente do valor anunciado pelo vereador de R$ 3.050.000,00. Deve – se esclarecer a população que o texto de aprovação da subvenção publicado no diário oficial autoriza o chefe do executivo a repassar até um valor determinado e aprovado pelos vereadores e que este valor não é repassado em sua totalidade. Esclarecer para a população detalhes importantes como a transcrição da palavra “até” em um texto de uma determinada lei é obrigação implícita nas atribuições de autoridades que representam esta comunidade.

A Santa Casa de Misericórdia de Cambé continua a disposição para sanar quaisquer duvidas dos senhores vereadores assim como prestar demais esclarecimentos se necessário.

Sem mais para o momento.

Atenciosamente,

A Direção



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *