Índice que reajusta aluguel tem deflação de 0,12% em dezembro, mas acumula alta de 5,1% no ano

78

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), utilizado como base de cálculo no reajuste de aluguéis, apresentou com deflação de 0,12% em dezembro, ante uma alta de 0,5% em novembro. O levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra que, no acumulado do ano, a taxa subiu 5,1%.

O resultado de dezembro foi influenciado por um dos três componentes da taxa, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que apresentou variação de -0,48%, com destaque para as matérias-primas brutas, que tiveram queda de 1,98%. Entre os itens em baixa estão o minério de ferro (de 1,83% para -6,96%) e o milho em grão (de -0,42% para -7,04%). Os preços dos bovinos subiram com menos intensidade (de 3,72% para 1,35%). Em sentido oposto, houve alta do café em grão (de -0,11% para 2,83%), dos suínos (de 1,94% para 6,51%) e do arroz em casca (de 2,18% para 4,74%).
Nos demais componentes do IGP-M ocorreram aumentos: o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) atingiu 0,71% ante 0,43%, em novembro, e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) passou de 0,50% para 0,35%. Enquanto os materiais e equipamentos subiram em média 0,18% ante 0,26%, a taxa relativa à mão de obra passou de 0,73% para 0,47%. No acumulado do ano, a mão de obra lidera os aumentos, com elevação de 10,72%.



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *