O secretário da Segurança Pública, coronel Aramis Linhares Serpa, sobrevoou Londrina, nesta quarta-feira (9). Serpa conheceu os terrenos que serão doados pela prefeitura para construção das sedes próprias do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico-Legal. As duas unidades funcionam, em Londrina, em imóveis alugados.

Serpa aproveitou o voo para observar as áreas de risco, que têm operações especiais das polícias Militar e Civil. “Temos investido recursos humanos e financeiros no combate à criminalidade, principalmente nos grandes centros urbanos, como Londrina”, disse o coronel. Entre os investimentos está a aquisição de um helicóptero, que permite atendimento mais ágil às ocorrências policias e é usado em várias cidades. Na terça-feira (8), a aeronave ajudou na perseguição a um veículo tomado de assalto e obteve êxito na recuperação do carro.

Sobre as futuras sedes do IML e Instituto de Criminalística, Serpa disse que essas obras são avanços para Londrina. “Os investimentos vão permitir melhor atendimento à população de Londrina e região”. O terreno para o Instituto de Criminalística, de 6 mil metros quadrados, fica na Zona Sul, próximo ao 5.º Batalhão da Polícia Militar.

“O termo de doação do terreno para o Estado será enviado em breve para a Câmara de Londrina”, diz o chefe-adjunto do Instituto de Criminalística em Londrina, Luis Noboru Marukawa. “Quando o terreno for do Estado, solicitaremos recursos do Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, do Ministério da Justiça) para as obras.”

A futura sede terá laboratórios de química, genética, informática, fonética, documentoscopia, balística, engenharia legal, localística, microanálises, e de engenharia legal. “Faremos atendimento das regiões Norte e Noroeste, que hoje são atendidas pela sede em Curitiba”, disse o chefe-adjunto.

IML – O terreno onde será construído o novo Instituto Médico-Legal tem 3 mil metros quadrados, está localizado na Avenida 10 de Dezembro, na Zona Leste, e também foi doado pela prefeitura. “O projeto arquitetônico está pronto e agora tramita na Secretaria Estadual de Obras Públicas”, disse o chefe do IML de Londrina, Fernando Piccinin. A nova sede terá 1,5 mil metros quadrados e o projeto está estimado em R$ 3 milhões. “Atendemos Londrina e outros 120 municípios da região e a atual sede, com 600 metros quadrados, não comporta os mais de 4 mil atendimentos mensais que fazemos”.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.