Manchete dos Jornais deste sábado, 06 de Junho de 2015
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 6th junho 2015

‘PT impôs padrão Fifa de corrupção’, diz Jefferson
Dez anos após denunciar o mensalão à Folha, o ex-deputado Roberto Jefferson, 61, diz que o PT impôs ao país o “padrão Fifa de corrupção” e que o dinheiro das estatais continua a financiar as campanhas, relata Bernardo Mello Franco. Para ele, a maior consequência de sua denúncia foi ter caído “aquele véu” que havia sobre o PT. “O partido posava de corregedor moral da pátria.” O petebista deixou a cadeia há três semanas e cumpre prisão domiciliar no Rio de Janeiro…

————————————————————————————

O Globo

Manchete: CNJ faz mutirão para esvaziar cadeias do país
Iniciativa, com apoio das Defensorias, prevê liberação de usuários de drogas
Autoridades serão obrigadas a levar acusados à presença de um juiz em até 24 horas após prisão
Contrariando o clamor por penas mais duras, o Conselho Nacional de Justiça e as Defensorias Públicas fazem uma ofensiva para tentar esvaziar as cadeias, que sofrem com a superlotação. A iniciativa mais polêmica foi da Defensoria do Rio, que orientou sua equipe a alegar que todas as prisões de usuários de droga no estado são inconstitucionais, informa CHICO OTAVIO. Para isso, considera que o consumo é decisão de foro íntimo. O CNJ lançou projeto que obriga autoridades a levar um acusado ao juiz em até 24 horas. Em oito anos, a população carcerária no país cresceu 87,7%. (Pág. 3)

Estímulo ao mercado: BNDES terá nova regra para crédito
Para incentivar o crédito privado, o BNDES mudou regras de financiamento a empresas com faturamento superior a R$ 1 bilhão. Agora, para ter uma parcela maior dos empréstimos subsidiados do BNDES, essas empresas terão que captar recursos também no mercado, através de títulos como debêntures. (Pág. 19)

Pacote de concessões: Telefonia e energia entram na lista (Pág. 18)

Irregularidades no Rio: Choque de ordem não cumpre meta (Pág. 7)

Violência no México: Campanha com 19 assassinatos
O México elege amanhã os 500 integrantes da Câmara dos Deputados e nove governos estaduais, após uma campanha marcada por 19 assassinatos e protestos contra o presidente. (Pág. 24)

Foto-legenda: Metrô no Leblon
Operários das obras de expansão do metrô trabalham na futura estação Antero de Quental, no Leblon, onde as escavações foram concluídas ontem. A Linha 4 deve ser inaugurada a tempo dos Jogos de 2016. (Pág. 7)

Relatório do FBI: Propina na CBF
No primeiro contrato entre CBF e empresa de material esportivo americana, em 1996, teria havido propina de US$ 30 milhões, segundo relatório do FBI, publicado pelo “Wall Street Journal”. (Pág. 29)
————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Perda na poupança reduz recursos da casa própria
Dados do Banco Central apontam saída de R$ 32,3 bilhões de janeiro a maio do sistema que é o principal financiador de imóveis no país. Crise e baixo rendimento são responsáveis pelo aumento das retiradas. (Págs. 14 e 17)

“Viagra” feminino ganha sinal verde
Medicamento para estimular libido foi encaminhado para aprovação nos Estados Unidos. (Sua Vida 20)

Auxílio-alimentação para juízes será retroativo a 2011
Com adicional de R$ 799, atrasados superam R$ 38 mil a cada magistrado. (Rosane de Oliveira 8)

Limite de compras na fronteira cai à metade
Isenção na Argentina e no Uruguai irá de US$ 300 para US$ 150 em julho. (Pág. 15)
————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Dívidas de fornecedores da Petrobras crescem 1.400%
Em quatro meses, débitos de construtoras e estaleiros subiram para R$ 412 mi
As dívidas das empresas prestadoras de serviço da Petrobras cresceram1.424% em quatro meses. No final de abril, os débitos com cerca de cem fornecedores atingiram R$ 411,5 milhões. Em dezembro, eram de R$ 27 milhões, segundo associação da indústria d e máquinas.
A indefinição sobre o plano de investimento da estatal e a crise financeira das empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato levaram ao aumento do endividamento dessas companhias, que são, em sua maioria, construtoras, empresas de engenharia e estaleiros.
Das 27 firmas impedidas de fazer contratos coma Petrobras por causa da Lava Jato, 21 constam da lista de devedores, entre elas Engevix, Galvão Engenharia e Odebrecht. Os passivos foram gerados nas principais obras da estatal, como refinarias e fábrica de fertilizantes.
Os principais credores são fabricantes de equipamentos como tubulações, caldeiras e compressores. Algumas empresas tiveram de alugar galpões para estocar a mercadoria parada. Outras foram obrigadas a demitir ou reduzir o turno de trabalho. (Mercado A11)

BNDES anuncia novas regras para estimular crédito privado
O BNDES divulgou novas regras para estimular o crédito privado a projetos de investimento de longo prazo.
A mudança restringe o acesso de grandes empresas a financiamentos do banco com base em taxa mais baixa, a TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo), hoje em 6%.
Para conseguir o percentual máximo de crédito por essa taxa, será preciso emitir um valor mínimo de debêntures (títulos de renda fixa mais longos). (Mercado A14)

Senado reprova mudanças na sucessão da CBF
Os senadores da CPI do Futebol reprovaram a decisão da CBF de articular nos bastidores a mudança na sucessão do presidente Marco Polo Del Nero. O senador Zezé Perrela (PDT-MG) disse que convocará para depor na comissão os dirigentes que acatarem a proposta da entidade de alterar critérios de sucessão. (Esporte B8)
Editoriais

Leia “Passos lentos”, a respeito de processo do chamado mensalão tucano, e “Desafio europeu”, sobre demandas do Reino Unido por reformas na UE. (Opinião A2)

Cruz Vermelha dos EUA é acusada de má gestão no Haiti
A filial da Cruz Vermelha nos EUA é acusada de má gestão dos US$ 488 milhões (R$ 1,54 bilhão) de doações para as vítimas do terremoto no Haiti, em 2010. Segundo site norte-americano, havia a promessa de abrigo a 132 mil, mas só seis casas foram erguidas. A ONG afirma que disputas fundiárias impediram O avanço. (Mundo A8)

‘PT impôs padrão Fifa de corrupção’, diz Jefferson
Dez anos após denunciar o mensalão à Folha, o ex-deputado Roberto Jefferson, 61, diz que o PT impôs ao país o “padrão Fifa de corrupção” e que o dinheiro das estatais continua a financiar as campanhas, relata Bernardo Mello Franco.

Para ele, a maior consequência de sua denúncia foi ter caído “aquele véu” que havia sobre o PT. “O partido posava de corregedor moral da pátria.” O petebista deixou a cadeia há três semanas e cumpre prisão domiciliar no Rio de Janeiro. (Poder A6)

LUÍS F. CARVALHO FILHO
Congresso se omite em relação às violações das nossas polícias
Plantar provas é corriqueiro. Armas aparecem do nada para simular tiroteios. Drogas aparecem para extorsão de transeuntes. Incompreensível que a função policial se submeta às leis militares, que consideram mais grave a homossexualidade do que inventar flagrante. Por que o Congresso se omite em relação às violações das polícias? (Cotidiano B2)

Câmara aprova aumento de isenção fiscal para igrejas
Um artigo incluído na surdina em uma medida provisória aprovada no fim de maio aumenta a isenção fiscal de profissionais da fé e pode anular autuações de mais de R$ 300 milhões.

O benefício foi incorporado por intermédio do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB -RJ), que é evangélico. A medida ainda precisa da sanção da presidente Dilma. (Poder A4)

————————————————————————————
EBC

Compartilhe nossa Matéria