Manchete dos Jornais nesta sexta-feira, 15 de janeiro de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 15th janeiro 2016

Ato contra tarifa em SP termina em confusão
Clima foi de tensão e bilheteria de estação foi depredada
Após faltar à reunião com representantes de Estado, Prefeitura e Ministério Público e recuar ao divulgar o trajeto de suas manifestações, o Movimento Passe Livre realizou ontem o terceiro ato contra o reajuste da tarifa de ônibus, trem e metrô. Houve depredação da bilheteria da Estação Consolação do Metrô e confusão na Estação Butantã. Oito pessoas foram detidas na Avenida Paulista. Sob chuva, a polícia escoltou os manifestantes nas duas passeatas em São Paulo. Ontem, o MPL divulgou manual com sete passos para travar vias da cidade.
Vazamento de gás atinge litoral
Vazamento de gás seguido de incêndio atingiu ontem um terminal de cargas no Guarujá e espalhou uma nuvem de produtos químicos sobre o litoral sul
de São Paulo.A fumaça tomou o distrito de Vicente de Carvalho, chegou a Santos e paralisou o porto. Pelo menos 600 casas tiveram de ser desocupadas
e 39 pessoas receberam atendimento médico com sinais de intoxicação.


O Globo

Manchete : Dilma dá aval, e partidos receberão R$ 819 milhões
Valor é 163% maior do que o proposto pelo próprio governo
Pressionada, presidente sancionou sem vetos o Orçamento aprovado pelo Congresso, com cortes em quase todas as áreas; partidos alegam que proibição de doações privadas inviabilizaria eleições
Atingidos em grande parte pelas investigações da Lava-Jato, os partidos políticos receberão este ano R$ 819 milhões por meio do Fundo Partidário, preservado dos cortes do ajuste fiscal que atingiram quase todas as áreas do Orçamento da União, sancionado ontem sem vetos pela presidente Dilma. O Planalto foi pressionado por aliados, com o argumento de que a proibição de doações de empresas privadas, aprovada pelo STF em meio ao escândalo investigado na Lava-Jato, inviabilizaria a eleição municipal deste ano. O valor é 163% maior do que os R$ 311,3 milhões que tinham sido propostos pelo governo ao Congresso. Além disso, os 594 parlamentares terão direito a R$ 9 bilhões em emendas individuais ao Orçamento da União. (Pág. 5)

Advogados repudiam Lava-Jato
Carta assinada por 105 advogados, entre eles defensores de réus da Lava-Jato, repudia o que chama de abusos e compara a operação a uma inquisição. (Pág. 3)

Janot pede cassação de petista
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a cassação do mandato do deputado Vander Loubet (PT-MS), denunciado pela Lava-Jato. (Pág. 3)

Tratores da lama de Mariana são furtados
Falsos voluntários que se disseram interessados em ajudar na tragédia de Mariana furtaram quatro máquinas, avaliadas em R$ 2 milhões, que retiravam a lama do distrito de Bento Rodrigues, em Minas. Outros criminosos tentaram sacar com cheques falsos entre R$ 15 mil e R$ 30 mil da conta de doações às vítimas do desastre. (Pág. 5)

Caminho de volta para a Argentina
As reformas prometidas pelo governo Macri recolocaram a Argentina no radar da indústria brasileira, que planeja aquisições e mais exportações. Só a JBS reabrirá 4 fábricas no país vizinho, informa JOÃO SORIMA NETO. (Pág. 17)

Míriam Leitão – Choque de confiança facilitará o ajuste na Argentina. (Pág. 18)

Rio tem a menor taxa de assassinatos
Cidade registrou 18,6 homicídios dolosos por cem mil habitantes, o mais baixo índice da série
A taxa de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) em 2015 no Rio foi a mais baixa de toda a série histórica, iniciada em 1991, revela VERA ARAÚJO. Foram 18,6 assassinatos por cem mil habitantes. No estado, o índice ficou em 25,4, só superior ao de 2012. A taxa de homicídios dolosos é o principal indicador de violência e, na capital, teve seu ápice (73,9) em 1994. Especialistas atribuem a queda à redução das guerras entre traficantes, consequência do processo de pacificação das comunidades. O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, disse que “não há jogo ganho”. (Pág. 9)

Ibama interdita Zoológico do Rio
Sem condições de manter seus três mil animais, o Zoo do Rio foi interditado ontem, pelo Ibama, que constatou que os bichos vivem em espaços inadequados. (Pág. 16)

Vandalismo em SP – Novo protesto tem depredações
Protesto contra o aumento das passagens de ônibus em São Paulo teve depredações e seis detidos. O governador Alckmin acusou o movimento de “vandalismo seletivo”. (Pág. 8)

Editorial
‘Aparelhamento e fisiologismo sustentam a corrupção’ (Pág. 14)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Janot busca apoio para evitar corte no orçamento
Procurador recorre ao Supremo para tentar formar aliança e impedir que falta de verba afete operações
Em meio a investigações criminais e a expectativa de julgamentos importantes para este ano, representantes do Judiciário e do Ministério Público Federal tentam evitar cortes orçamentários que comprometam o andamento dos trabalhos. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se reuniu ontem por uma hora e meia com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, para discutir a situação econômica da instituição. O corte no orçamento do Ministério Público chegou a R$ 110 milhões da proposta inicial. No Judiciário a verba foi cortada em R$ 70 milhões no total. A preocupação é com futuros contingenciamentos a serem anunciados. Tanto no Judiciário quanto no Ministério Público teme-se que os cortes afetem gastos com passagens aéreas e diárias, considerados essenciais para a garantia do trabalho de profissionais deslocados de outros Estados para integrar forças-tarefa de investigações – como no caso da Operação Lava Jato. (Política / Pág. A4)

R$ 819 milhões para partidos
A presidente Dilma sancionou, sem vetos, o Orçamento de 2016. Com isso, o Fundo Partidário receberá R$ 819 milhões, mesmo valor aprovado pelo Congresso e 163% maior que a proposta inicial enviada pelo governo. (Pág. A4)

Ato contra tarifa em SP termina em confusão
Clima foi de tensão e bilheteria de estação foi depredada
Após faltar à reunião com representantes de Estado, Prefeitura e Ministério Público e recuar ao divulgar o trajeto de suas manifestações, o Movimento Passe Livre realizou ontem o terceiro ato contra o reajuste da tarifa de ônibus, trem e metrô. Houve depredação da bilheteria da Estação Consolação do Metrô e confusão na Estação Butantã. Oito pessoas foram detidas na Avenida Paulista. Sob chuva, a polícia escoltou os manifestantes nas duas passeatas em São Paulo. Ontem, o MPL divulgou manual com sete passos para travar vias da cidade. (Metrópole / Págs. A13 e A14)

Alckmin vê ‘vandalismo seletivo’
Para o governador Geraldo Alckmin (PSDB), há “vandalismo seletivo” nos protestos. “Não teve manifestação quando a inflação passou de 10%.” (Pág. A14)

BB deve liberar mais R$ 10 bi para crédito agrícola
O Banco do Brasil vai destinar mais R$ 10 bilhões para o financiamento agrícola, a juros mais baixos, sem ajuda do Tesouro Nacional. Isso será possível porque a instituição foi dispensada de guardar no Banco Central parte da poupança rural que não foi emprestada em 2015, como era a regra. A medida está inserida nos planos do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, de ampliar o crédito sem novos subsídios. (Economia/B1)

Vazamento de gás atinge litoral
Vazamento de gás seguido de incêndio atingiu ontem um terminal de cargas no Guarujá e espalhou uma nuvem de produtos químicos sobre o litoral sul
de São Paulo.A fumaça tomou o distrito de Vicente de Carvalho, chegou a Santos e paralisou o porto. Pelo menos 600 casas tiveram de ser desocupadas
e 39 pessoas receberam atendimento médico com sinais de intoxicação. (Metrópole/ A11 e A12)

ANS dá novo prazo à Unimed Paulistana (Metrópole/A15)

Preço do aluguel cai pela 1ª vez desde 2008 (Economia/B5)

Notas&Informações
Manifestações e vandalismo – Desde 2013 tem havido confusão entre direito de se manifestar e desrespeito à ordem pública (A3)

A imagem do Brasil em Davos – Qualquer conversa franca sobre a experiência recente e as perspectivas do Brasil será difícil e penosa (A3)


capa

OPERAÇÃO QUADRO NEGRO
Defesa de “laranjas” do esquema na Educação quer levar caso à Justiça Federal
OPERAÇÃO QUADRO NEGRO
Valor tem contratos com pasta de Pepe Richa, citado em depoimentos
OPERAÇÃO QUADRO NEGRO
“Não temos o que temer”, diz Richa sobre escândalo de desvios em obras em escolas

FIM DA GREVE
Última empresa paga e circulação de ônibus volta ao normal em Curitiba
MAIS CARO
Sem alarde, prefeitura reajusta tarifas de táxi em Curitiba
CONSUMIDORES LESADOS
Polícia cumpre mandados de prisão contra sócias e diretor da Interlaken
ESTRAGOS
Prejuízos pela chuva já chegam a R$ 100 milhões no Paraná
EDUCAÇÃO
Piso nacional dos professores sobe para R$ 2.135,64
ACUSADO POR DUAS MORTES
STF suspende o júri do ex-deputado estadual Carli Filho
ENSINO SUPERIOR
Sisu tem mais de 2,5 milhões de inscritos; são dez candidatos por vaga
CINEMA
Alan Rickman, ator de “Harry Potter”, morre aos 69 anos
DISTRITO DE VICENTE DE CARVALHO
Moradores do Guarujá procuram hospitais com problemas respiratórios após vazamento de gás
LAVA JATO
Advogados divulgam manifesto contra a Lava Jato
ENCONTRO
Janot retorna do recesso e se reúne com Lewandowski no STF
DELAÇÃO
Cerveró relata ‘ordem de Lobão’ para atender pedido do Banco BVA na Petros

LAVA JATO
Ex-ministro e OAS trataram sobre terreno de camarote do Ilê Aiyê em Salvador
LAVA JATO
Cerveró alterou versão sobre propina na campanha de Lula, diz jornal
QUADRO NEGRO
“Líder político” da Publicano, parente de Richa é citado na Operação Quadro Negro
LAVA JATO
Bumlai e Baiano mantêm divergência sobre reunião com Palocci
EMPREGO
Trabalho informal volta a crescer no país
TRIBUTOS
Fazenda sofre pressão para corrigir tabela do Imposto de Renda
AMÉRICA LATINA
Argentina voltará a publicar indicadores oficiais no 1º semestre
COMBUSTÍVEIS
Gasolina nos EUA baixa para 52 centavos o litro, o menor valor em sete anos
DICAS
Alta do dólar não é motivo para adiar viagens ao exterior; saiba como se planejar
VEÍCULOS
Investigação envolve Renault na fraude de emissões
FRANQUIAS
Curitibana EcoBike Courier planeja ter 85 unidades até 2019
INTERNET
Vendas no e-commerce cresceram 15,3% em 2015
INDICADORES
Queda na renda e alta de preços afetam serviços às famílias
MONTADORAS
Fiat é acusada de falsificar resultados de vendas nos EUA


Folha de S. Paulo

Manchete : Alckmin corta R$ 6,9 bilhões do orçamento de SP em 2016
Tucano decidiu congelar 3,3% da verba ao prever queda maior na arrecadação
Diante da crise econômica, o governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), decidiu congelar R$ 6,9 bilhões do orçamento de 2016 —o equivalente a 3,3% do total previsto (R$ 207,4 bilhões). Do valor cortado, R$ 3,9 bilhões são referentes a despesas de custeio e outros R$ 900 milhões, juros da dívida. O governo tucano não detalhou a retenção dos R$ 2,1 bilhões restantes, mas é provável que a conta inclua congelamento de investimentos em obras e novos programas. Áreas como saúde e educação devem sofrer os menores cortes, uma vez que parte das despesas nessas pastas é obrigatória por lei. A principal justificativa para o corte é a avaliação de que a crise afetará novamente o caixa do Estado. A estimativa do governo de arrecadação de ICMS (70% da receita estadual) caiu R$4,3bilhões em relação às projeções de agosto passado. As medidas de bloqueio em São Paulo, tomadas desde o ano passado, são parte de um cenário nacional de penúria que atinge todo o setor público do país. A situação é mais dramática em Estados como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, em que salários estão sendo atrasados e serviços essenciais, como saúde, prejudicados. (Poder a4)

Impasse com Brasil deixará Israel sem embaixador no país
O premiê de Israel, Binyamin Netanyahu, afirmou que manterá a indicação de Dani Dayan para a embaixada em Brasília. Como o Itamaraty se opõe ao nome, o impasse deixará o posto vazio. Dayan é ativo defensor dos assentamentos israelenses em áreas disputadas com os palestinos. Para o Brasil, a ocupação é ilegal. (Mundo a11)

MST abre mão da cor vermelha ao ir a evento do PSDB
Movimento sem terra abdicou do vermelho no evento em que o governador tucano Geraldo Alckmin ( SP) sancionou lei que permite transmitir terras a herdeiros de assentamentos. O ato solene, diz o MST, justificou a ausência de seus símbolos. (Poder a5)

Foto-legenda : Frentes
PMs acompanham protesto contra reajuste do transporte no centro de SP, um dos dois atos realizados ontem pelo Passe Livre na cidade; não houve confrontos (Cotidiano B3)

Vazamento de gás em Guarujá leva pessoas a deixarem casas
Um vazamento de gás seguido de focos de incêndio na empresa Local frio, em Guarujá (litoral sul paulista), deixou uma extensa nuvem de fumaça na região. Segundo especialista, a fumaça é tóxica, mas a dispersão ao ar livre reduz os riscos. Pessoas relataram dores de cabeça e náuseas. A prefeitura pediu a moradores da área que deixassem suas casas. (Cotidiano B1)

Reinaldo Azevedo
Não sobrou a Lula nem o calcanhar fora das águas da inimputabilidade (Poder A7)

Editoriais
Leia “Ladeira abaixo”, a respeito de dificuldades da Petrobras, e “Radicalização moderna”, acerca de discurso de Barack Obama sobre o Estado da União. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2016

Compartilhe nossa Matéria