Manchete dos Jornais nesta sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 19th fevereiro 2016

Ação contra aedes teve ‘maquiagem’
Antes de mutirão do governo para detectar focos do aedes, vetor da zika, Elder Dias diz que lhe pediram para pôr pneus fora de sua borracharia no DF. Logo depois, foi repreendido. Ele estuda ir à Justiça por considerar que o cenário foi “maquiado” para a visita.


O Globo

Manchete: Presdente do BC diz que juros não vão cair Toimbini argumenta que a inflação está alta, apesar da recessão
Mesmo com a forte retração e previsões pessimistas de analistas, dirigente do Banco Central afirma que Brasil deverá conseguir retomar o crescimento até o fim deste ano. O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirma que não vê espaço neste momento para a queda dos juros porque o índice de inflação está alto demais.Em entrevista à colunista Míriam Leitão, disse que houve “interferência zero” na decisão do Copom de manter as taxas inalteradas em janeiro. Para Tombini, a inflação, no acumulado de 12 meses, começará a cair em fevereiro. Apesar das previsões pessimistas de analistas, ele afirma ainda que até o fim do ano o país retomará o crescimento. (Pág. 20)

Rio perde chancela de bom pagador
Após rebaixar o Brasil, a agência S&P reduziu a nota de crédito da prefeitura do Rio. (Pág. 2)

Papa admite contraceptivo contra zika
Em meio à emergência mundial decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) por causa da zika, o Papa Francisco admitiu que o uso de métodos contraceptivos, prática condenada pela Igreja desde 1968, “não é um mal absoluto”. O pontífice reafirmou, porém, que o aborto, para a Igreja, é crime. Teólogos viram na declaração um indício de que o uso de anticoncepcionais possa ser revisto pelo Vaticano, mesmo com a resistência de grupos conservadores. (Pág. 3)

Rio investiga morte por encefalite
O estado registrou uma morte em janeiro e estuda outros 20 casos suspeitos de síndromes neurológicas associadas ao zika. (Pág. 3)

Lava-Jato mais perto de punição
o menos 19 condenados pela Lava-Jato poderão ser afetados pela decisão do STF que ordena o cumprimento das penas após a confirmação da sentença em segunda instância, e não apenas depois de esgotados todos os recursos. Os condenados são ligados a empreiteiras e recorrem em liberdade. (Pág. 8)

Ex diz que recebia de FH via empresa
A jornalista Mirian Dutra, com quem o ex-presidente Fernando Henrique teve um caso, disse que uma empresa ajudou o tucano a enviar recursos para ela e o filho no exterior. (Pág. 6)

Direis humanos na agenda
O governo cubano admitiu estar aberto a tratar de direitos humanos em março, durante a visita de Obama ao país, a primeira de um presidente dos EUA em 88 anos. (Pág. 25)

Hotéis cobram até 3.000% a mais
Às vésperas dos Jogos, os preços batem recordes. Hotel na Barra prevê diária de R$ 10 mil, 3.000% mais alta, e os voos ficarão até 600% mais caros. O Procon notificou 35 hotéis por abuso nos preços. (Pág. 9)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Governo reduz corte de gasto para R$ 24 bi e admite déficit fiscal
Contingenciamento deve ser insuficiente para cumprir meta original de superávit
O governo deve anunciar hoje corte de cerca de R$ 24 bilhões no Orçamento da União deste ano. A decisão ocorre uma semana após a equipe econômica adiar o contingenciamento para março, o que foi mal recebido pelo mercado e contribuiu para piorar a percepção de risco da economia dentro e fora do País. Na semana passada, a avaliação era de que, para chegar próximo à meta de superávit primário de 0,5% do PIB, o corte precisaria ser de pelo menos R$ 50 bilhões. Mas a meta não deve ser cumprida, mesmo incluindo a previsão de receitas extraordinárias. Para resolver essa questão legal, a presidente Dilma Rousseff pedirá ao Congresso flexibilização da meta, que poderá chegar a um déficit de até 1% do PIB. Para interlocutores da presidente, as críticas de que o corte é aquém do esperado têm de ser combatidas com o discurso de que “o número é pequeno perto de outros anos, mas expressivo e forte por causa do orçamento enxuto”. O governo tenta preservar o orçamento destinado a programas sociais. (Economia/ Pág. B1)

PIB do BC recuou 4,08%
O IBC-Br, prévia do PIB calculada pelo BC, aponta que a economia do País recuou 4,08% em 2015. O IBGE divulgará resultado oficial no próximo dia 3. (Pág. B4)

Dilma diz ao TSE que PSDB faz ‘uso político’ da Justiça
Apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a defesa da presidente Dilma Rousseff no processo que pede a cassação da chapa vencedora nas eleições presidenciais de 2014 acusa o PSDB– que propôs a ação ao tribunal eleitoral–de “uso político” do Poder Judiciário. Os advogados da presidente utilizam o termo “manejo temerário” da Justiça e alegam que o PSDB recorre à Corte “inconformado com a derrota eleitoral imposta pelo voto popular”. (Política/Pág. A4)

Tucanos falam em ‘agressão’
Em nota, o PSDB afirma que a defesa de Dilma Rousseff “agride o TSE, que existe para garantir o equilíbrio e a lisura dos pleitos eleitorais”.(Pág. A4)

Maioria do STF é favorável a acesso de dados pela Receita
O Supremo Tribunal Federal (STF) indicou que pode garantir à Receita Federal poder de obter dados bancários de contribuintes sem autorização judicial. O julgamento de ontem sobre ações que questionam acesso do Fisco às informações foi suspenso antes do final, mas o plenário já formou maioria pela constitucionalidade. Seis ministros votaram a favor e um, Marco Aurélio de Mello, contra. Nova sessão foi convocada para quarta-feira. Até o fim do julgamento, ministros ainda podem mudar os votos.(Economia/Pág. B1)

Decisão sobre prisão gera debate
A decisão do Supremo que permite a prisão de réus após julgamento em segunda instância acirrou o embate entre defesa e acusação durante a Lava Jato. (PÁG. A7)

Zika faz papa permitir uso de contraceptivo
O papa Francisco classificou ontem como “crime” aborto cometido por mulheres afetadas pela zika, mas considerou a contracepção um “mal menor”. “O aborto não é o mal menor, é um crime. É o que a máfia faz”, disse. “Não se pode confundir o mal que representa evitar a gravidez com aborto. O aborto não é problema teológico. Matar uma pessoa para salvar a outra é uma maldade humana.” Já a Organização Mundial da Saúde (OMS) sugeriu “práticas sexuais seguras” ou abstinência de pelo menos quatro semanas a quem volta de regiões com transmissão de zika. (Metrópole/Págs. A12 e A13)

Ministro vê vírus em 40% dos casos de microcefalia
O ministro Marcelo Castro (Saúde) disse acreditar que 40% das notificações de microcefalia no País estejam relacionadas ao zika. O restante dos casos estaria associado a causas como doenças genéticas ou infecções. Há 5.280 registros em análise. (Pág. A12)

FHC admite contrato com Brasif
O ex-presidente Fernando Henrique admitiu ter firmado contrato com a Brasif. Segundo Míriam Dutra, a empresa lhe pagou mesada no exterior. (Política/ Pág. A6)

Citigroup vai vender operação de varejo no Brasil
O Citigroup planeja deixar as atividades de seu banco de varejo na Argentina e no Brasil, onde a empresa mantém operações há mais de cem anos. O grupo opera 71 filiais e é o 10.º maior banco no País, com R$ 80,6 bilhões em ativos, segundo dados do BC.(Economia/Pág. B15)

Notas & Informações
Operação de soma zero
Na eleição da liderança do PMDB, a derrota de Cunha não significou vitória de Dilma Rousseff. (Pág. A3)

Militância truculenta
Não é de hoje que gente grossa do partido prefere o caminho do confronto. (Pág. A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Surto da zika leva papa a indicar uso de contraceptivos
Para Francisco, diferença moral entre abortar e prevenir gravidez é clara; vírus pode ameaçar a saúde dos fetos
O papa Francisco indicou o uso de contraceptivos diante do atual surto de zika. Mas disse haver uma clara diferença moral entre o aborto e a prevenção da gravidez. “O aborto não é pecado menor, é um crime”, afirmou Francisco, em voo de volta do México ao Vaticano. Com esse discurso, o pontífice se opôs a autoridades internacionais que defenderam o aborto como opção para grávidas que tenham contraído o vírus da zika. “Por outro lado, evitar a gravidez não é um pecado absoluto. Em certos casos, como nesse, isso é claro”, disse, em referência à zika. O Brasil é um dos países mais afetados pela doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, sobre a qual pairam suspeitas de provocar nos fetos a microcefalia (má-formação cerebral). Segundo a Organização Mundial da Saúde, há casos de infecção em 23 países e territórios das Américas. Francisco, que não citou os métodos de contracepção a serem usados, lembrou decisão de Paulo 6º, que aprovou o uso de contraceptivos por freiras durante guerra no Congo, nos anos 1960, para evitar gravidez por estupro. Em 2010, Bento 16 afirmou que o uso de preservativos poderia ser tolerado para “reduzir o risco de infecção” pelo vírus da Aids. (Cotidiano B1)

ANÁLISE
Francisco retoma princípio em que se opta pelo menor dos males, escreve Reinaldo José Lopes. (B1)

Ação contra aedes teve ‘maquiagem’
Antes de mutirão do governo para detectar focos do aedes, vetor da zika, Elder Dias diz que lhe pediram para pôr pneus fora de sua borracharia no DF. Logo depois, foi repreendido. Ele estuda ir à Justiça por considerar que o cenário foi “maquiado” para a visita. (Cotidiano B3)

Dilma afirma que PSDB faz uso político da Justiça eleitoral
A presidente Dilma disse ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que o PSDB faz “uso político da Justiça Eleitoral” ao acusá-la de usar dinheiro do petrolão em campanha em 2014. Ela nega a acusação e diz que os tucanos rejeitam a derrota nas urnas. Para o PSDB, a petista não tem argumentos. (Poder A4)

Moro nega acesso de marqueteiro do PT a investigação (Poder A5)

Obama visitará Cuba em março e discutirá direitos humanos na ilha
O presidente Barack Obama fará viagem histórica a Cuba nos dias 21 e 22 de março. Será o primeiro chefe de Estado americano em exercício a visitar a ilha em quase 90 anos. Ele diz que pressionará o regime sobre direitos humanos e que sua ida é parte da normalização da relação entre os países. (Mundo A12)

Alckmin recua de novo sobre sigilo em documentos
Após desgaste com o tema, o governador de SP, Geraldo Alckmin (PSDB), voltou atrás de novo e decidiu retirar os sigilos prévios de todos os documentos estaduais. A liberação será avaliada caso a caso. (Cotidiano B4)

Ingressos para Paraolimpíada encalham; só 10% foram vendidos (B7)

Vinicius Torres Freire
Baixa no setor de construção aponta desgraça em série
No ano passado, o número de imóveis vendidos caiu 15,1% no Brasil. Mau sinal. A baixa da construção arrasta consigo vários setores. É uma desgraça com um longo encadeamento. (Mercado A20)

Bernardo Mello Franco
Prática mostra que a Justiça que tarda já falhou no Brasil
O STF permitiu prisões após julgamento em segunda instância. A prática mostra que a Justiça que tarda já falhou. Criminosos sempre contaram com o tempo para escapar do castigo. (Opinião A2)

Editoriais
Leia “Guerra de trincheiras”, sobre eleição de líder do PMDB na Câmara, e “É o saneamento”, acerca de meios de evitar a proliferação do Aedes aegypti. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Sexta-Feira 19 de Fevereiro de 2016

Compartilhe nossa Matéria