Manchete dos Jornais nesta terça-feira, 19 de janeiro de 2019
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 19th janeiro 2016

Petróleo cai mais e ação da Petrobrás vale menos de R$ 5
Cotação do barril tem queda com possível retorno do Irã ao mercado; na Bovespa, papel volta ao nível de 2003…

Duque é denunciado pela 8ª vez
Preso em Curitiba, o ex-diretor de Engenharia e Serviços da Petrobrás Renato de Souza Duque foi denunciado pela oitava vez pela Lava Jato, sob acusação de manter valores não declarados em contas em Mônaco entre 2009 e 2014…


O Globo

Manchete : Governo negocia acordo para recuperar Rio Doce
União já conversa com Samarco e Vale, das quais cobrava R$ 20 bi
Mineradoras de todo o país agora têm 15 dias para apresentar planos de emergência de barragens, que antes eram fiscalizadas por amostragem
O governo Dilma aceitou negociar com as empresas envolvidas no desastre de Mariana: a Samarco, responsável pela barragem, e suas controladoras, a Vale e a australiana BHP, com as quais já conversa. Os recursos do acordo serão usados na recuperação do Rio Doce. Em novembro, a Justiça determinou que a Samarco depositasse num fundo R$ 2 bilhões dos R$ 20 bilhões cobrados pelo governo, mas a empresa recorreu. As mineradoras de todo o país terão de apresentar planos de emergência em 15 dias. (Pág. 17)

Petrobras perde 27% do valor em 15 dias
Com a queda livre do preço do petróleo, negociado abaixo de US$ 29, a Petrobras perdeu R$ 27,6 bilhões em valor de mercado, ou 27%, desde 4 de janeiro. Apenas ontem, a ação da estatal caiu 7,16%, para R$ 4,80, a menor cotação desde 2003. No mundo, petrolíferas encolheram R$ 463 bilhões e já demitiram 258 mil. (Pág. 17)

Míriam Leitão – Inflação e recessão deixam BC num beco sem saída. (Pág. 18)

Aumenta o nível dos reservatórios
As chuvas de verão elevaram consideravelmente o nível dos quatro reservatórios do sistema Paraíba do Sul, que abastece o Estado do Rio. Agora, eles operam, em média, com 25,86% da capacidade. Há um ano, o índice era de 1,74%. (Pág. 9)

SP testa dengue em 20 minutos
A rede municipal de São Paulo, que registrou 100 mil casos de dengue ano passado, passou a oferecer um teste para detectar os quatro sorotipos da doença em apenas 20 minutos. (Pág. 6)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Petróleo cai mais e ação da Petrobrás vale menos de R$ 5
Cotação do barril tem queda com possível retorno do Irã ao mercado; na Bovespa, papel volta ao nível de 2003

Diante da perspectiva de aumento da produção de petróleo no Irã, depois do fim das sanções econômicas impostas ao país, a cotação do barril voltou a cair, arrastando as ações da Petrobrás, que voltaram aos preços de novembro de 2003. Ontem, o barril de petróleo foi cotado a US$ 28,55, em Londres. Com isso, a ação preferencial da Petrobrás teve retração de 7,16%, chegando ao valor de R$ 4,80; a ordinária recuou 6,11%, atingindo R$ 6,30. A Bovespa seguiu o movimento e fechou com queda de 1,64%, voltando para seu menor nível desde 9 de março de 2009. A Petrobrás agora vale em Bolsa R$ 74,5 bilhões, quase um sétimo do que valia em maio de 2008. Segundo especialistas, as ações da Petrobrás estão conectadas aos preços do petróleo e, por isso, não é possível dizer se as cotações vão continuar caindo. Eles não recomendam comprar ações da empresa agora. Endividada, a Petrobrás pôs subsidiárias à venda, como a BRDistribuidora e a Gaspetro, que teve uma fatia vendida em 2015. (Economia B1)

Decreto facilita regra para conteúdo local
O governo mudou a atual política de conteúdo local para ajudar petroleiras a atingir metas de aquisição de bens e serviços no mercado interno. Para o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, a alteração pode destravar contratos, como o de fornecimento de sondas. (Pág. B1)

Presidente do PT apoia crítica de advogados à Lava Jato
O presidente nacional do PT, Rui Falcão, publicou texto no site do partido, apoiando advogados que criticaram a Lava Jato. Ele afirma que a carta aberta dos criminalistas acusando a ocorrência de “exageros” na operação é “mais uma denúncia relevante” sobre os “desmandos perpetrados” pela força-tarefa formada por policiais federais, procuradores e magistrados. O texto politizou o debate e foi interpretado nos bastidores do Congresso e dos órgãos envolvidos como evidência de que o partido está atuando com criminalistas contratados pelos réus. (Política A4)

Duque é denunciado pela 8ª vez
Preso em Curitiba, o ex-diretor de Engenharia e Serviços da Petrobrás Renato de Souza Duque foi denunciado pela oitava vez pela Lava Jato, sob acusação de manter valores não declarados em contas em Mônaco entre 2009 e 2014. (Pág. A5)

União aceita negociar com a Samarco
A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse que o governo aceita tentar um acordo com a mineradora Samarco e suas controladoras pelo rompimento das barragens em Mariana (MG). A União quer ressarcimento de R$ 20 bilhões. (Metrópole A11)

Foto-legenda : Exército em ação contra o ‘Aedes’
Homens do Exército participaram ontem de ação para eliminar focos potenciais do mosquito ‘Aedes aegypti’ na capital paulista. O alvo foi a Freguesia do Ó, na zona norte. A Prefeitura mapeou 3mil pontos estratégicos para o combate ao inseto causador da dengue, zika e chikungunya. A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) diz que em um mês e meio dobrou o número de países das Américas com zika. Agora são 18. (Metrópole A10)

Datena diz que deixa a disputa pela Prefeitura
O apresentador José Luiz Datena anunciou que não disputará a Prefeitura paulistana e vai deixar o PP. A declaração ocorreu um dia após o Estado publicar que o partido é acusado de receber R$ 358 milhões desviados da Petrobrás. (Política A7)

China cresce 6,9% em 2015, pior resultado em 25 anos (Economia B7)

José Paulo Kupfer
Impaciência nos juros – Em economias mais indexadas, inflação responde mais devagar a choque de juros. Uma política monetária mais eficaz deveria exibir dose de paciência (Economia B5)

Notas&Informações
As razões do pessimismo – Em poucos anos, a melhora de vida de significativa parte da população provou-se insustentável (A3)

Demagogia populista – Após arrombar as finanças públicas, Dilma agora busca dinheiro no bolso do consumidor com a CPMF (A3)


capa (3)TRAGÉDIA EM MINAS
Governo aceita negociar com Samarco reparação de R$ 20 bi para o Rio Doce
CURITIBA
Sócios da Interlaken são soltos após cumprirem prisão temporária
ÊXODO
Mulheres refugiadas são alvo de violência sexual, diz Anistia Internacional
TECNOLOGIA
Inclusão da programação nos currículos escolares avança no exterio
JUDICIÁRIO
Lava Jato vai dominar discussões no STF em 2016
JUDICIÁRIO
Opinião: o que esperar da Corte Constitucional em 2016
JUDICIÁRIO
Os casos paranaenses de 2015 que podem entrar na pauta do STF
OPERAÇÃO QUADRO NEGRO
A (curiosa) história da investigada Valor, do Paraná a Moçambique
ELEIÇÕES 2016
“O PT não pode ser o único responsável por tudo de ruim no país”, diz pré-candidato Tadeu Veneri
LAVA JATO
Campanha de Lula recebeu até R$ 50 mi de propina de Angola, diz Cerveró
LAVA JATO
Defesa de Marcelo Odebrecht acusa MPF de manipulação


Folha de S. Paulo

Manchete : Petróleo sofre nova queda e derruba ações da Petrobras
Papéis da estatal, que deixou lista de 500 maiores empresas abertas, valem R$ 4,80
Após nova queda do preço do petróleo, a Petrobras voltou ao nível de 1999 no mercado financeiro e saiu da lista das 500 maiores empresas abertas do mundo. Nesta segunda (18), as ações preferenciais da estatal, mais negociadas e sem direito a voto, eram comercializadas a R$ 4,80 — menor cotação desde novembro de 2003. Descontada a inflação, é o menor valor em 16 anos. Desde o início do ano, a companhia perdeu 27% do valor de mercado. A queda contínua do preço do petróleo no mercado internacional é a principal explicação para a mais recente fuga de investidores. A crise foi agravada pelo anúncio, no fim de semana, da revogação das sanções impostas ao Irã, dono de 10% das reservas mundiais. Diante da expectativa de aumento nas exportações pelo país, o barril tipo Brent, referência no mercado internacional, recuou 0,48% nesta segunda, para US$ 28,40. Mas problemas mais antigos, como o escândalo de corrupção revelado pela Operação Lava Jato, o alto nível de endividamento e o aumento do dólar, já vinham contribuindo para a depreciação da estatal. (Mercado a11)

Governo publica regras que flexibilizam limite mínimo para compra de produtos locais por petroleiras. (a11)

Para advogado de Marcelo Odebrecht, juiz Moro é parcial
Para Nabor Bulhões, advogado do empreiteiro Marcelo Odebrecht, o juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato, não tem imparcialidade para julgar os acusados. “Ele se deixou levar por um lado.” Bulhões afirma que a prisão de seu cliente é ilegal porque não há provas que o liguem a eventuais atos ilícitos da Odebrecht. (Poder a6)

Brasil estima que triplicará comércio com Irã em 5 anos
Com sanções de EUA e União Europeia contra o Irã revogadas, o Brasil espera triplicar o comércio bilateral com Teerã em um prazo de cinco anos. Em2015, as relações comerciais, baseada em commodities como carne e soja, foram de US$ 1,67 bilhão —queda de 30% em quatro anos. (Mercado a13)
Cunha invoca regra sobre impeachment para contestaração (Poder A4)

SP baixa a guarda após nível de água de represas subir
Com a melhora no nível do Cantareira, principal sistema da Grande SP, a captação de água de suas represas subiu, o racionamento foi afrouxado e as pessoas passaram a consumir mais. Há risco de o reservatório acabar o ano com 5% de seu volume útil. Essa é a meta da Sabesp para um cenário de pouca chuva. (Cotidiano B1)

Mercado Aberto
Estatal analisa duas propostas por sua fatia na Argentina
A Petrobras tem mais um ativo bem encaminhado para a venda: sua unidade na Argentina, a Petrobras Energía S/A. Pampa, a maior companhia do setor elétrico argentino, já ofereceu US$ 1,2 bilhão, e a estatal YPF, US$ 1,5 bilhão. (Mercado a12)

Mario Sergio Conti
Carta contra Lava Jato, rala em fatos, se esvai no vapor
Rica em retórica e rala em fatos, a carta dos cem advogados é um ataque altissonante à Lava Jato. Como os autores, espertamente, não esmiúçam casos concretos, o verbo incandescente se esvai em pestilento vapor. (Poder a6)

Editoriais
Leia “Vitória da diplomacia”, a respeito de acordo nuclear entre Irã e potências, e “Ajuste à paulista”, acerca de cortes no Orçamento do Estado. (Opinião a2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2016

Compartilhe nossa Matéria