Manchete dos Jornais neste domingo, 12 de junho de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 12th junho 2016

Sites pornográficos exibem fotos roubadas de menores
Empresas de conteúdo adulto lucram mostrando imagens de garotas de todas as classes sociais
Imagens de nudez de garotas e mulheres aparecem, sem que elas saibam, em sites amadores de pornografia de todo o País. Fotos e vídeos chamados de “nudes”, feitos por amigos ou ex-namorados, sem consentimento ou divulgados sem autorização, geram lucro na internet, informam Luiz Fernando Toledo e Juliana Diógenes. Jovens com idade entre 14 e 25 anos, de todas as classes sociais, têm sua intimidade exposta.
As fotos “viralizam” e levam as vítimas ao constrangimento e à humilhação. No País, entre os 30 maiores sites de conteúdo adulto amador identificados, a audiência mensal pode chegar a 3,5 milhões de visualizações e a publicidade rende até R$ 95 mil por ano. Proprietários reconhecem não fazer filtro das imagens e há grupos que misturam conteúdo amador com pornografia profissional. Especialistas em direito digital afirmam que a divulgação é crime….


O Globo

Manchete : Campanha de Marina recebeu por caixa 2, dirá Léo Pinheiro
Delação de ex-presidente da OAS revelará que candidata teve doação ‘por fora’ em 2010
A mesma empreiteira e a Odebrecht vão admitir que fizeram contribuições ilegais para Eduardo Paes; Marina Silva e o prefeito do Rio negam irregularidades em suas contas eleitorais
Em negociação de delação premiada com a Lava-Jato, revela Lauro Jardim, o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro prometeu detalhar o esquema de caixa dois que, segundo ele, irrigou a campanha de Marina Silva à Presidência em 2010, pelo PV A doação teria sido intermediada pelo candidato a vice de Marina, Guilherme Leal, um dos donos da Natura. A OAS e a Odebrecht revelarão também que fizeram doações “por fora” às campanhas de Eduardo Paes à prefeitura. Em nota, Marina Silva alega que nunca usou “um real sequer que não tivesse sido regularmente declarado’! Ela defendeu a Lava-Jato e disse confiar que nenhum dirigente do PV tenha usado seu nome para fins ilícitos. Guilherme Leal admitiu que se encontrou com Pinheiro, mas refutou as acusações. O prefeito do Rio também negou irregularidades em suas contas eleitorais. (Págs.2 e 9)

Para confirmar impeachment, Temer cede a pressões
Há um mês no poder, presidente interino evita confrontar Congresso para garantir sua permanência. (Pág.3)

Rio pode dar calote em bancos públicos
Com uma dívida de R$ 21 bilhões junto a BNDES, Banco do Brasil e Caixa, o Estado do Rio já começou a atrasar pagamentos às instituições e pode dar um calote, informam Danielle Nogueira e Marcello Corrêa. Só este ano vencem R$ 2,5 bilhões. A conta pode acabar com o Tesouro Nacional, avalista de 97% dos financiamentos. (Pág. 29)

Requisitados custam caro para o estado
Em crise, o Estado do Rio pagou ano passado salários acima do teto de R$ 27 mil a 23 servidores requisitados. Advogado da Petrobras, José Vianna recebeu R$ 64 mil por mês no cargo de presidente da Agenersa. (Pág.14)

A vez da agrofloresta
Novas técnicas de plantio dentro de matas aliam preservação à produtividade do cultivo e se espalham pelo país, relatam William Helal Filho e Pedro Mansur. (Pág.40)

Merval Pereira
Olhar anacrônico sobre a lei faz mal ao país.(Pág.4)

Elio Gaspari
Acusado na Lava-Jato, filho de Lobão quebrou o padrão de serenidade da família. (Pág. 7)
Fernando Gabeira
Foi surpreendente o pedido de tornozeleira eletrônica para Sarney.(Segundo caderno)
Veríssimo
É uma decepção o Japonês da Federal não poder mais prender o Cunha. (Pág.19)
Artur Xexéo
A EBC vive um momento que espelha a situação do país. (Segundo Caderno)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Sites pornográficos exibem fotos roubadas de menores
Empresas de conteúdo adulto lucram mostrando imagens de garotas de todas as classes sociais
Imagens de nudez de garotas e mulheres aparecem, sem que elas saibam, em sites amadores de pornografia de todo o País. Fotos e vídeos chamados de “nudes”, feitos por amigos ou ex-namorados, sem consentimento ou divulgados sem autorização, geram lucro na internet, informam Luiz Fernando Toledo e Juliana Diógenes. Jovens com idade entre 14 e 25 anos, de todas as classes sociais, têm sua intimidade exposta.
As fotos “viralizam” e levam as vítimas ao constrangimento e à humilhação. No País, entre os 30 maiores sites de conteúdo adulto amador identificados, a audiência mensal pode chegar a 3,5 milhões de visualizações e a publicidade rende até R$ 95 mil por ano. Proprietários reconhecem não fazer filtro das imagens e há grupos que misturam conteúdo amador com pornografia profissional. Especialistas em direito digital afirmam que a divulgação é crime. (Metrópole/págs. A16 e A17)

Privatização está fora de discussão
Em sua primeira entrevista exclusiva desde que tomou posse, no dia 1.°, Gilberto Occhi disse que privatizar a Caixa está fora de “qualquer escopo”, assim como abrir o capital do banco à participação privada. Ele também falou sobre a desaceleração do crédito e o retorno às linhas tradicionais. (Economia/págs. B1 e B4)

Coluna do Estadão
Completando um mês hoje, o governo Temer quer nas próximas semanas acelerar a agenda de votações. Na lista estão a Lei das Estatais, a do Petróleo e a PEC da Limitação de Gastos. (Política/ pág. A4)

Marxista, tucano e adepto do ajuste
Perfil. Pedro Taques Governador de Mato Grosso
Ex-PDT e filiado ao PSDB desde agosto, o ex-procurador de 48 anos é uma esfinge até para o tucanato. O pacote de ajuste fiscal que implanta no Estado enfrenta resistências. (Política/ pág. A8)

Desafios do Brasil: desemprego
Pessoas aguardam, às 4h, para dar entrada no seguro-desemprego e procurar vagas em Salvador. Bahia é o Estado com a maior taxa de desemprego do País -15,5% no primeiro trimestre do ano. Santa Catarina aparece no outro extremo, com o menor índice: 6%. A formação econômica ajuda a explicar a blindagem da região em relação à crise. (Economia/ págs. B6 e B7)

Itália julga brasileiros por Operação Condor (Poliática/pág.. A10)

PIB per capita no País retrocede cinco anos. (Economia/pág.. B9)

Lava Jato e nova lei ‘secam’ campanhas
Para políticos e marqueteiros, a previsão de cortes drásticos de custos representa o colapso do modelo de “mercado” .A“tábua de salvação”passou a ser o Fundo Partidário. (Política/pág.A4)

Herança e futuro: modo de usar :: Pedro S. Malan
Situações difíceis não implicam falta de opções. As primeiras são escolher pessoas adequadas. Na área econômica, Temer (e Meirelles) acertaram. (Espaço Aberto/ Pág. A2)

Notas & Iinformações
Foge o irrecuperável tempo
O emudecimento do ministro Teori Zavascki acaba por criar todo tipo de especulação. (Pág.A3)

O gasto social na era PT
Avançar na qualidade das políticas sociais exige melhorar a compreensão dos efeitos desses gastos. (Pág. A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : ‘É uma guerra’, diz Temer após um mês de governo
À Folha presidente fala em avanços de sua gestão, apesar da crise e da Lava Jato
“É uma guerra, tem sido uma guerra”, afirmou o presidente interino, Michel Temer, em entrevista a Valdo Cruz e Gustavo Uribe sobre o primeiro mês de governo. Perdeu dois ministros após delação de político ligado a líderes do PMDB e recuou em decisões como o fim do Ministério da Cultura. Sob pressão popular, de aliados e de adversários, Temer trocou o estilo reservado e paciente por desabafos e manifestações de irritação.
À Folha ele disse que a situação fiscal foi a maior surpresa negativa. Mesmo com desdobramentos da Lava Jato como pedidos de prisão de quatro caciques de sua sigla. “As contas [deixadas pelo governo Dilma Rousseff estão muito piores do que imaginávamos, a Petrobras quebrada, os Correios quebrados, a Eletrobras quebrada.” Apesar do cenário adverso, Temer considera o mês um sucesso por ter mudado a equipe econômica e retomado o diálogo com Congresso. Ele cita a mudança da meta fiscal e a prorrogação da DRU, mecanismo que flexibiliza os gastos federais.

“Votamos projetos com ampla maioria e estamos retomando a confiança no país, não é pouca coisa para um começo de governo.” (Poder A4)

Dois delatores da Lava Jato fazem acordo com os EUA
Dois delatores da Operação Lava Jato, o executivo Augusto de Mendonça e o lobista Julio Camargo, fecharam acordos com o Departamento de Justiça dos EUA para dar informações sobre americanos que participaram do esquema de corrupção na Petrobras. (Poder A7)

Auditoria vê descontrole em benefícios para indústria
Programas de estímulo à indústria nacional que devem consumir R$ 52 bilhões em recursos públicos neste ano vêm sendo executados sem garantia de que as empresas beneficiadas têm feito investimentos em desenvolvimento tecnológico exigidos como contrapartida pelo governo, segundo auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU). (Mercado 1)

Hélio Schwartsman
Nova versão tira equívocos, porém não o desequilíbrio, (Cotidiano 11)
Vinícius Torres Freire
Proposta estipula que se faça muito em pouco tempo. (Cotidiano 11)


Edição: Equipe Fenatracoop, Domingo, 12 de Junho de 2016

Compartilhe nossa Matéria