Manchete nos Jornais desta Quarta-Feira, 20 de Março de 2013

67

Seu bolso: Imposto cai, mas cesta básica tem reajustes; Retirada de impostos de produtos essenciais não reduziu … – Cade assina hoje acordos com Unimeds; A prática proíbe médicos de atender pacientes e prestar serviços fora da cooperativa a que pertencem. Ao todo, as Unimeds vão pagar R$ 14 milhões e encerrar a exclusividade com os médicos em todo o paíspreços… – Senado aprova a lei das domésticas; Ampliação dos direitos da categoria, como hora extra, adicional noturno e FGTS, passou em 1° turno por unanimidade. Para vigorar, basta ser referendada em 2° turno e será promulgada…

 

O Globo

Manchete: Tragédia na Serra: Número de mortos em Petrópolis sobe para 27

De R$ 112,8 milhões orçados para reassentamento na cidade, só 1,9% foi gasto.
Entre as vítimas, doze são crianças. Sem teto chegam a 1.463 pessoas.
O número de mortos na tragédia provocada pelo temporal em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, subiu para 27, desde a noite de domingo. Desse total, 12 são crianças. A chuva deixou outras 18 pessoas feridas e 1.463 desalojadas. Dados do Sistema de Acompanhamento Financeiro do Estado obtidos pelo GLOBO mostram que, no ano passado, de uma previsão orçamentária de R$ 112,8 milhões para o programa de reassentamento da população instalada em áreas de risco, só R$ 2,2 milhões foram gastos. (Págs. 1 e 12 a 15)

Francisco entronizado: Um Papa para os desprotegidos

Diante de 200 mil pessoas, na missa que inaugurou seu pontificado, o Papa Francisco confirmou em palavras o que busca construir para o seu Papado: a proximidade de fiéis e um trabalho a serviço dos excluídos. Francisco cobrou de líderes — havia representantes de 130 países — proteção para os mais necessitados. Ele desfilou pela Praça de São Pedro em carro aberto e beijou crianças. A presidente Dilma, que hoje será recebida pelo Papa, evitou palavras de desacordo com a Igreja e elogiou sua “opção preferencial pelos pobres”. (Págs. 1 e 30 e 31, Zuenir Ventura e Elio Gaspari)

‘Há muitos juízes para colocar para fora’

Após condenação no CNJ de um juiz acusado de favorecer advogado, o presidente do STF, Joaquim Barbosa, disse que há muitos outros “para colocar para fora”. Associação de juízes afirma que ele namora advogada e não pode generalizar (Págs. 1 e 3)

Planos da Petrobras: Refinarias do NE: futuro incerto

Para tornar viáveis as refinarias do Maranhão e do Ceará, a Petrobras deverá cortar os seus custos, estimados em US$ 30 bilhões. A estatal decidirá até julho o destino das refinarias. (Págs. 1 e 23)

Royalties: decisão pós-Páscoa

Liminar que suspende a lei dos royalties será analisada após a Páscoa. (Págs. 1 e 23 e editorial “Chamamento à razão”)

Copa-2014: Obra do Itaquerão está ameaçada

As obras do estádio Itaquerão, em São Paulo, o da abertura da Copa, podem parar em abril por problemas de financiamento. Em reunião na Suíça, a Fifa cobrou solução do governo. (Págs. 1 e Caderno Esportes)

Regime x rebeldes: Síria sob suspeita de ataque químico

O regime de Assad e os rebeldes se acusam pela queda de um míssil, que supostamente teria armas químicas, matando 25 pessoas num distrito perto de Aleppo. (Págs. 1 e 33)

1ª votação no Senado: Doméstica ganha novos direitos (Págs. 1 e 25)

Ciência: O peso da obesidade na conta do SUS

Obesidade e doenças relacionadas ao peso custam R$ 488 milhões por ano ao SUS – R$150 milhões a mais que o tabagismo. (Págs. 1 e 34)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Petrobrás desiste de vender refinaria após investigação no TCU

Negócio provocaria prejuízo de US$ 1 bilhão, conforme revelou o ‘Broadcast’
A Petrobrás desistiu de vender a refinaria de Pasadena, nos EUA, alvo de investigação do Tribunal de Contas da União. A transação provocaria prejuízo de US$ 1 bilhão. O problema com o negócio foi revelado pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado. No balanço do quarto trimestre, a companhia lançou baixa contábil de R$ 464 milhões referente a Pasadena, valor que já reconhece como perdido. A presidente da Petrobrás, Graça Foster, disse que será preciso investir na refinaria antes de vendê-la. Ela confirmou que estão à venda ativos na Argentina. A previsão é de que a Petrobrás vá desinvestir US$ 9,9 bilhões – o plano de negócios quinquenal previa US$ 14,8 bilhões. Até 2017, a empresa prevê produzir 750 mil barris/dia de óleo a mais, com US$ 75 milhões extras/dia. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)

Barbosa vê ‘conluio’ entre juízes e advogados

O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Joaquim Barbosa, disse que há conluio entre juízes e advogados. Em julgamento no qual foi decidida a aposentadoria compulsória de magistrado, Barbosa afirmou que muitos juízes devem ser colocados para fora da carreira. (Págs. 1 e Nacional A7)
Joaquim Barbosa Presidente do CNJ “Há muitos (juízes) para colocar para fora. Há decisões condescendentes”

Aécio já admite se candidatar à presidência do PSDB

O senador Aécio Neves (MG) disse que pretende se candidatar a presidente do PSDB e afirmou que seu nome ganhou “consistência” nos últimos dias. A afirmação ocorreu um dia após encontro com o ex-governador José Serra, cujo nome também foi colocado na disputa pela direção do partido. (Págs. 1 e Nacional A4)
Cresce avaliação de Dilma
Apesar do empate técnico, governo Dilma já é considerado melhor que o de Lula, mostra pesquisa CNI/Ibope. (Págs. 1 e A4)

Petrópolis teve só R$ 41,2 mil para desastres; mortos são 27

Apesar de ser a terceira cidade do Rio mais afetada pelas chuvas de 2011, quando a região serrana foi palco da maior tragédia natural do País, Petrópolis recebeu apenas R$ 41,2 mil do governo federal para obras relacionadas a desastres naturais. A verba veio da soma das liberações dos quatro principais programas do Ministério da Integração Nacional em 2012, de um orçamento total de R$ 5,7 bilhões. Ontem foram localizados mais 11 corpos nos escombros, elevando para 27 o número de mortos pelas chuvas na região. Durante todo o dia, 250 bombeiros, além de moradores e voluntários, procuraram vítimas dos deslizamentos. (Págs. 1 e Cidades C1 e C3)
Litoral de SP tem risco de deslizamento
Juqueí, no litoral norte de SP, está em alerta depois que um deslizamento de terra atingiu uma casa. Ninguém se feriu. São Sebastião continua em estado de calamidade após enchente. (Págs. 1 e C3)

Rebeldes e regime sírio se acusam sobre arma química

Rebeldes sírios e o regime de Bashar Assad trocaram acusações de uso de armas químicas em ataque que deixou ao menos 26 mortos em Alepo, um dia após os rebeldes terem declarado um governo interino em áreas sob seu controle. Os EUA, que temem pela segurança do arsenal químico sírio e haviam ameaçado intervir caso um ataque desses ocorresse, investigam o caso. (Págs. 1 e Internacional A8)

EUA vão facilitar entrada de 1,5 mil

A entrada nos EUA de 1,5 mil viajantes brasileiros frequentes será facilitada. A decisão foi acertada entre Washington e Brasília. Ainda não há data de início. (Págs. 1 e Cidades C4)

Preço da cesta básica cai 0,55% em 1 semana (Págs. 1 e Economia B6)

Francisco pede por pobres e natureza em início de papado

Na missa inaugural do pontificado, Francisco pediu às pessoas que ocupam cargos de responsabilidade que cuidem “de todos os irmãos”, especialmente os mais pobres, e do meio ambiente. “Não deixemos que sinais de destruição e morte acompanhem o caminho do mundo”, disse, durante homilia de 15 minutos. A presidente Dilma Rousseff acompanhou a cerimônia e tem encontro com o papa hoje. (Págs. 1 e Vida A12 a A15)

Celso Ming

O impasse do Chipre
Com a rejeição do plano de salvação formulado por União Europeia, Banco Central Europeu e FMI, aumentam as incertezas na área do euro. (Págs. 1 e Economia B2)

Vali Nasr

Por que o Irã pode negociar
Surgem sinais de um possível fim do impasse sobre o programa nuclear do Irã. Boa notícia, mas os EUA terão de mudar sua estratégia de negociação. (Págs. 1 e Visão Global A10)

Roberto DaMatta

Fantasias e realidades
Ninguém seria capaz de viver sem uma narrativa. Não pode haver nada pior do que ser consagrado. O prêmio é o fim. É o cemitério da criação. (Págs. 1 e Caderno 2, D10)

Notas & Informações

A briga pelos royalties
A irritação de parlamentares com a ministra Cármen Lúcia tem a ver com interesses eleitorais. (Págs. 1 e A3)

Ades contaminado deixa mais 2 vítimas (Págs. 1 e Vida, A16)

Litoral de SP tem risco de deslizamento

Juqueí, no litoral norte de SP, está em alerta depois que um deslizamento de terra atingiu uma casa. Niguém se feriu. São Sebastião continua em estado de calamidade após enchente (Págs. 1 e C3).

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Ser mulher no Brasil é correr risco de vida

Numa pesquisa divulgada em 2012 pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos, o Brasil figura, entre 84 países, como o sétimo com maior incidência de crimes contra a mulher. Nada menos que 92 mil, aponta o levantamento, foram assassinadas em 30 anos: 43,7 mil apenas na última década. Ontem, estudo inédito do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) não só confirmou a exposição da mulher à violência como revelou que 677 mil processos judiciais relativos a esse tipo de delito tramitaram no país entre 2006 e 2011. Desse total, 50.462 ações ajuizadas no Distrito Federal — o segundo maior número entre as 27 unidades da Federação proporcionalmente à população feminina. Só este mês, no DF, pelo menos três mulheres foram assassinadas. Todas elas por ex-companheiros. (Págs. 1 e 21)

Barbosa condena “conluio” entre juízes e advogados (Págs. 1 e 4)

Ato de fé: Dilma tieta o papa Francisco

No Brasil, pesquisa a apontou com a popularidade recorde. No Vaticano, ela rezou. A presidente brasileira assistiu a missa celebrada pelo novo pontífice. No fim, ela o cumprimentou e trocaram algumas palavras. No encontro reservado que terá hoje com o papa, às 11h, Dilma pretende conversar sobre “fome e pobreza”. (Págs. 1 e 2, 14 e 15)

Capital obesa: Aumenta o número de pessoas acima do peso

Metade da população brasiliense está fora da medida recomendada pela OMS, e o percentual de obesos subiu para 15%. Governo federal autoriza cirurgia bariátrica para maiores de 16 anos. (Págs. 1 e 23)

Cauteloso, Obama inicia hoje visita a Israel e Palestina (Págs. 1 e 17)

Trabalho: Domésticas mais perto de novos direitos

Senado aprova em 1° turno proposta de emenda à Constituição que garante a empregados domésticos os mesmos direitos assegurados aos demais trabalhadores, como FGTS e horas extras.(Págs. 1 e 11)

Transporte: Tarifa de táxi sobe 23,52% em Brasília

Decreto que autoriza o aumento será assinado hoje pelo governador. Com isso, uma corrida do Setor Hoteleiro Sul para o aeroporto deve passar de R$ 35 para R$ 43, em média. (Págs. 1 e 22)

Descaso, uma tragédia no Rio

Enquanto Petrópolis conta pelo menos 27 mortes com as chuvas, autoridades se limitam a fazer o trabalho emergencial. De Roma, a presidente Dilma Rousseff reiterou a necessidade de retirar moradores das áreas de risco. (Págs. 1 e 7)

Férias na Copa ficam a critério de cada escola

MEC encerra a polêmica e autoriza instituições de ensino a definirem o calendário escolar. Elas poderão conceder até 31 dias de recesso ou fazer ajustes durante o mundial. (Págs. 1 e 26)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Xi Jinping prevê reformas sem copiar modelos

Na primeira entrevista concedida após tomar posse, no dia 14, o presidente da China, Xi Jinping, disse que o país está mudando em direção ao “socialismo com características chinesas”. Ele afastou qualquer temor em relação a pretensões hegemônicas, comprometeu-se com reformas econômicas e políticas e disse que há um longo caminho a percorrer até a China ser um país “rico e forte”.
A entrevista, que precede a 5ª reunião dos Brics no fim do mês, em Durban, na África do Sul, foi carregada de simbolismo e meticulosamente planejada. Um jornal de cada país dos Brics (Brasil, Rússia, índia, China e África do Sul) foi convidado a participar. No Brasil, o convite foi feito ao Valor. (Págs. A14 e A15)

Cade assina hoje acordos com Unimeds

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) assina hoje acordos com as Unimeds em 30 processos administrativos para encerrar a “unimilitância”. A prática proíbe médicos de atender pacientes e prestar serviços fora da cooperativa a que pertencem. Ao todo, as Unimeds vão pagar R$ 14 milhões e encerrar a exclusividade com os médicos em todo o país. Os processos são responsáveis por um recorde indesejável no Cade. Hoje, pouco mais de um quarto de todas as ações que o órgão antitruste responde na Justiça são de Unimeds que foram multadas por exigirem exclusividade aos médicos, política considerada prejudicial à concorrência. (Págs. 1 e B1)

Caixa lidera a conquista de contas

Reduzir os juros em várias linhas de crédito foi a estratégia decisiva para que a Caixa Econômica Federal vencesse no ano passado a corrida por novos clientes. O banco estatal registrou a abertura de 3,45 milhões de contas correntes, com um crescimento de 18%, a mais rápida expansão entre as cinco maiores instituições financeiras do país. Banco do Brasil e Itaú Unibanco vêm a seguir, com o acréscimo de 2,66 milhões e 2,57 milhões de contas.
O ingresso de novos correntistas na Caixa se acentuou após abril, quando o banco cortou os juros dos empréstimos pessoais, financiamento a veículos, cartão de crédito, consignado e outras linhas, diz Katia Maria Loureiro Torres, superintendente de clientes da Caixa. Para ter acesso ao custo reduzido do crédito, os clientes precisam transferir suas contas-salário para a Caixa, por isso o banco foi beneficiado pela portabilidade, usada por 480 mil pessoas. (Págs. 1 e C16)

Empregado doméstico já é quase luxo

Com menos profissionais disponíveis e demanda em alta, o custo de manter uma empregada doméstica está subindo muito acima da inflação e pesa cada vez mais no orçamento das famílias, tornando o serviço um artigo de luxo. Para especialistas, a elitização das mensalistas é um processo sem volta. Dados do IBGE mostram que a renda real dos trabalhadores domésticos cresceu 53,2% de 2003 a 2012, quase o dobro das demais categorias. “O valor da hora dos profissionais domésticos já é muito próximo ao de professores de rede pública”, diz Jefferson Mariano, do IBGE, para quem a classe média vai enfrentar cada vez mais dificuldade para contratar esse serviço.
Ontem, o Senado aprovou em 1º turno a proposta que amplia os direitos dos empregados domésticos. (Págs. 1 e A8, Dl e D2)

CVM delimita votos para escolha de representante de minoritários

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), discretamente, deu seu entendimento sobre algumas das principais polêmicas ocorridas nas assembleias de acionistas no ano passado. A autarquia deixou claro que, no caso de empresas com controlador definido, os minoritários poderão indicar seus representantes para os conselhos de administração e fiscal sem interferência de “quaisquer acionistas que não se insiram no conceito de minoria que a lei buscou proteger”. Na prática, significa que além dos controladores, “também não devem participar pessoas vinculadas a eles” na indicação dos nomes dos acionistas de mercado.
Pelo entendimento da CVM, os fundos de pensão das estatais Previ, Funcef, Petros, além do BNDES, não deveriam indicar como representantes dos minoritários os empresários Jorge Gerdau Johannpeter, dono do grupo Gerdau, e Josué Gomes da Silva, dono da têxtil Coteminas, como ocorreu em tumultuada assembleia da Petrobras em 2012. Gerdau e Josué receberam, cada um, votos de 1,4 bilhão de ações ordinárias e preferenciais, contra 300 milhões de ações de cada espécie dos minoritários. (Págs. 1 e B6)

Planalto teme reação do Rio sobre royalties

O governo tem a expectativa de que o Supremo Tribunal Federal julgue antes de novembro a Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) em que o Estado do Rio contesta as novas regras de distribuição dos royalties de petróleo e gás. Para assessores presidenciais, o julgamento definitivo da ação é importante para aumentar a segurança jurídica em torno do primeiro leilão específico do pré-sal, marcado para 28 de novembro.
Na avaliação do Planalto, a liminar concedida anteontem pela ministra Cármen Lúcia não afeta a 11ª rodada de licitações de blocos exploratórios de petróleo e gás, prevista para maio. A situação, porém, é ligeiramente diferente no caso das áreas do pré-sal, diretamente atingidas pela derrubada dos vetos presidenciais às novas regras de distribuição dos royalties. O receio em Brasília é que Estados como Rio e Espírito Santo criem tributos ou aumentem taxas sobre a indústria do petróleo para compensar uma eventual perda de arrecadação com os royalties. (Págs. 1 e A8)

Cai a venda de computadores

Depois de dois anos de forte crescimento, o mercado brasileiro de computadores pessoais recuou 2% no ano passado. Foram vendidas 15,5 milhões de máquinas, sendo 6,6 milhões portáteis. (Págs. 1 e B3)

Sourcefire nacionaliza produção

A americana Sourcefire, especializada na segurança de redes empresariais, passou a fabricar no Brasil todo o seu portfólio. A produção foi terceirizada a uma empresa local na Bahia. (Págs. 1 e B3)

Fim da jornada móvel no McDonald’s

Liminar concedida pela Justiça do Trabalho obriga o McDonald’s a regularizar a jornada de trabalho dos 42 mil trabalhadores em todas as 600 lanchonetes do Brasil. Até agora, o modelo adotado pela Arcos Dourados deixava que cada empregador definisse, diariamente, o horário dos funcionários. (Págs. 1 e B4)

Petrobras ajusta planos

Plano estratégico da Petrobras para o período 2013/17 prevê investimentos de US$ 236,7 bilhões — destes, US$ 29,6 bilhões ainda em análise de viabilidade, entre os quais as refinarias do Maranhão, Ceará e a segunda etapa do Comperj. (Págs. 1 e B6)

Odebrecht avança em Cuba

A Odebrecht e o governo cubano firmaram acordo para a reforma e ampliação do aeroporto de Havana e melhorias em outros aeroportos do país. O contrato, de US$ 200 milhões, ainda depende de financiamento do BNDES. (Págs. 1 e B12)

UBS busca novo presidente no país

O presidente do UBS no Brasil, Lywall Salles, vai deixar o comando da instituição em dois meses. Entre os cotados para assumir o cargo estão Cláudio Berquó (J.P. Morgan), Sylvia Coutinho (HSBC) e Fernando Gentil (G5 Evercore). (Págs. 1 e C16)

Empréstimos Intercompanhias

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que entre 1999 e 2003 não havia incidência de Imposto de Renda sobre empréstimos contraídos entre empresas do mesmo grupo. A decisão encerra a discussão sobre o momento em que a isenção foi revogada. (Págs. 1 e E1)

BB é condenado a pagar expurgos

Superior Tribunal de justiça (STJ) condena o Banco do Brasil ao pagamento dos expurgos da inflação do Plano Verão, de 1989. A sentença estendeu a decisão aos poupadores do banco em todo o país. (Págs. 1 e E1)

Ideias

Rosângela Bittar
A Marina falta partido; a Eduardo, ser conhecido; a Dilma, um discurso que vá além da propaganda; e a Aécio, tudo. (Págs. 1 e A6)
Martin Wolf
Imbróglio de Chipre deveria servir de lição sobre como não lidar com problemas financeiros e de dívidas soberanas. (Págs. 1 e A17)

Novo partido antieuro ameaça continuidade de Merkel na Alemanha (Págs. 1 e A18)

Renault inaugura ampliação no Paraná e já planeja nova expansão, diz Barbier (Págs. 1 e B8)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: UFMG adota Sisu e acaba com vestibular

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) passará a utilizar o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) como porta de acesso de alunos, conforme anunciou o reitor da instituição, Clélio Campolina. Assim, o vestibular será extinto este ano e a seleção dos candidatos que ingressarão em 2014 será feita com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
A UFMG já vinha usando o Enem como primeira etapa de seleção. Segundo Campolina, a adesão ao Sisu é democrática, elimina custos para os candidatos e oferece igualdade de oportunidade a todos. O reitor ressaltou ainda que o sistema de cotas não sofrerá alterações com o fim do vestibular. Cursos de belas-artes e música ainda terão provas específicas de habilidades.
Mesmo proibidos, trotes são frequentes na Federal.
Aluno diz que receita de miojo na redação testou Enem. (Págs. 1 e 17 a 19 e leia o editorial “um trote revelador” pág. 8)

Nas mãos da humildade

O papa Francisco começou oficialmente o seu pontificado pregando humildade e a defesa dos pobres mais uma vez. Em sua missa de entronização, que contou com a presença de chefes de Estado, como a presidente Dilma Rousseff, ele evocou a figura de São José como guardião da Igreja e pediu aos fiéis que não tenham medo da bondade e da ternura. Francisco chegou à Praça de São Pedro num carro aberto e quebrou o protocolo, deixando-se envolver pela multidão. “O verdadeiro poder de um papa é o serviço humilde, concreto e rico de fé”, disse.
Emoção na Praça de Maio com telefonema.
Dom Walmor confirma convite para visita a BH (Págs. 1 e 14 e 15)

Pesquisa: Aprovação do governo Dilma chega a 63%

A primeira pesquisa CNI/Ibope de 2013, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria, indica aumento de um ponto percentual na aprovação (ótimo/bom) da presidente, em comparação com o levantamento de dezembro de 2012. O mesmo aumento foi registrado na forma de governar de Dilma, aprovado por 79% dos entrevistados. Já a confiança na presidente passou de 73% para 75%. (Págs.1 e 6 e Brasil S/A, na 10)

Cai idade para fazer cirurgia bariátrica

Portaria do Ministério da Saúde reduziu ontem de 18 para 16 anos a idade mínima para a operação de redução de estômago pelo SUS. Pesquisa mostra que os tratamentos de doenças relacionadas à obesidade consomem R$490 milhões por ano. (Págs. 1 e 22)

Energia: Represas estão 39% mais vazias do que há um ano

Situação deve obrigar o uso das térmicas até dezembro, com impacto na correção de tarifas em 2014. (Págs. 1 e 10)
————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Senado aprova a lei das domésticas

Ampliação dos direitos da categoria, como hora extra, adicional noturno e FGTS, passou em 1° turno por unanimidade. Para vigorar, basta ser referendada em 2° turno e será promulgada. (Págs. 1 e Economia 8)

Cesta básica cai menos no Recife

Apesar do governo ter baixado para zero a alíquota de PIS/Cofins, redução do preço final dos produtos na capital pernambucana é de apenas 3,38%. Dieese prevê queda maior em 2 meses, quando estoques atuais acabarem. (Págs. 1 e Economia 1)

Vaticano

Durante sua entronização, Francisco confirmou um papado de apelos à proteção dos mais necessitados. A presidente Dilma cumprimentou o pontífice e hoje terá audiência particular com ele. (Págs. 1 e 9)

Morte expõe serviço público de cardiologia (Págs. 1 e Cidade 1)

Popularidade de Dilma nunca esteve tão alta (Págs. 1 e 3)

Número de mortos em Petrópolis chega a 27 (Págs. 1 e 7)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Carvão abre espaço para usinas de R$ 10 bi no RS

Inclusão do combustível em leilão de energia do governo federal pode desengavetar projetos previstos para o Estado e, ao mesmo tempo, reabre discussão ambiental.
Maria Isabel Hammes: Medo de apagão forçou Planalto a rever posição
Carolina Bahia: Tarso prepara pacote de incentivos para o setor (Págs. 1, 13, 14 e 18)

Cada vez mais pop

Na estreia oficial de seu pontificado, o papa Francisco mostrou popularidade em alta. Hoje ele recebe a presidente Dilma, com quem conversou rapidamente ontem. (Págs. 1, 24 e 25)

Santa Maria: Em debate, a conduta de bombeiros na Kiss

Polícia pode indiciar militares que teriam levado civis a entrar na boate em chamas. (Págs. 1, 4 e 5)

Drible na Justiça (2): Pulou a catraca, brigou e… chamou um táxi

Saiba o que aconteceu com torcedor desordeiro que ignorou a Justiça e foi à Arena. (Págs. 1 e Esportes)

Seu bolso: Imposto cai, mas cesta básica tem reajustes

Retirada de impostos de produtos essenciais não reduziu preços. Carne de frango está 6% mais cara.(Págs. 1 e 16)

BBB da educação: Escola coloca câmeras dentro de salas de aula

Direção do Colégio Província de São Pedro, na Capital, alega razões de segurança. (Págs. 1 e 26)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Unificação do ICMS em 4% pode ir parar no plenário do Supremo

Diante da ameaça dos governadores de recorrer ao STF, o senador Lindbergh Farias, presidente da Comissão de Assuntos Econômicos, comunicou ao Palácio do Planalto a decisão de adiar a votação da reforma, marcada para o próximo dia 26. (Págs. 1 e 6)

“Ninguém desqualifica a Petrobras no pré-sal”

Ao apresentar o Plano de Negócios e Gestão 2013/17, a presidente da estatal, Graça Foster, afirmou que o Brasil, em quatro anos, estará produzindo 1 milhão de barris/dia na camada pré-sal. E disse que a prioridade é elevar produção. (Págs. 1 e 16)

Credores cobram novas garantias de Eike Batista

Com a queda aguda das ações do grupo X, bancos, como o Itaú, querem cobertura maior para o crédito ao bilionário. (Págs. 1 e 27)

China desiste de 2 milhões de toneladas de soja

Maior comercializadora chinesa, Sunrise atribui o cancelamento da compra aos gargalos dos portos brasileiros. (Págs. 1 e 21)

Autor da Lei dos Royalties tenta driblar a liminar de Cármen Lúcia

Senador Wellinton Dias faz movimento para aprovar emenda constitucional antes que se julgue o mérito. (Págs. 1 e 8)

Bancos projetam aumento de 30% nas linhas de crédito imobiliário

Até mesmo a Caixa, que tem 70% dessas operações, quer aprimorar seus processos para não perder mercado. (Págs. 1 e 4)

Parlamento do Chipre impede a taxação dos depósitos bancários

Novo imposto incidiria para saldos acima de € 20 mil e era exigência da União Europeia para socorrer país. (Págs. 1 e 33)

Novo capítulo

O empresário Abilio Diniz, do Pão de Açúcar, diz que será eleito presidente do conselho da BRF em abril. (Págs. 1 e 19)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *