Manchete nos Jornais deste Domingo, 31 de Março de 2013

74

Estados empregam 105 mil funcionários sem concurso; IBGE mostra que PSDB lidera o número de contratações e PT tem maior relação de funcionários por habitante…- O que mudará com a PEC das domésticas; Soiólogos e antropólogos prevêem que as relações entre patrões e empregados dentro de casa se tornarão mais justas e profissionais. Eles avaliam que, a exemplo dos países desenvolidos, o encarecimnto damao de obra tornará esse tipo de serviço exclusivo para familias ricas ou de classe média alta que não têm tempo de assumir as tarefas do lar.

O Globo

Manchete: Cartórios privados omitem faturamento bilionário

Fiscalização precária dá margem a fraudes, preços abusivos e serviços deficientes Registros de tribunais mostram que, apenas no Rio e em São Paulo, negócio movimenta R$ 5 bilhões. O Brasil possui 13.355 cartórios privados, mas pouco sabe sobre eles. Apesar de prestarem serviço público, esses estabelecimentos resistem a revelar seu faturamento, informa Chico Otavio. Um levantamento feito pelo GLOBO com base em repases obrigatórios registrados em alguns estados indica que, só no Rio e em São Paulo, eles movimentam quase R$ 5 bilhões. A fiscalização precária incentiva fraudes. No Piauí, um juiz investiga quadrilhas que forjam títulos de propriedade. Os preços são muitas vezes abusivos e arbitrários. Um mesmo serviço de casamento que custa R$ 291 no Rio Grande do Norte sai por R$ 42 no Rio Grande do Sul. (Págs. 1 , 3 e 5)

O cobertor curto da fiscalização

Responsável pela fiscalização da qualidade dos alimentos servidos em restaurantes e até dos equipamentos de consultórios odontológicos, a Vigilância Sanitária sofre com a falta de pessoal. Nas cinco maiores cidades do estado, há um fiscal para cada grupo de 18 mil pessoas. (Págs. 1 e 23)

Risco ambiental no Paraíba do Sul

Dez anos após o desastre em Cataguases (MG), 12 barragens de restos de mineração e industriais, localizadas em Minas na divisa com o Rio, põem em risco a bacia do Paraíba do Sul, diz o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) fluminense. O governo mineiro nega. São 22 bilhões de litros nas 12 barragens, o equivalente a 20 estádios do Maracanã. (Págs. 1 , 27 e 28)

Uma rotina de agressões

Os oito socos desferidos por um aluno na diretora de uma escola no subúrbio são um exemplo de quando os conflitos entre alunos e educadores extrapolam os limites de convivência. (Págs. 1, 13 e 14)

Burocracia e custo em casa

A nova legislação para os empregados domésticos exigirá livro de ponto e elaboração de contratos, aumentando a parafernália burocrática na vida das famílias. (Págs. 1 e 29)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Estados empregam 105 mil funcionários sem concurso

IBGE mostra que PSDB lidera o número de contratações e PT tem maior relação de funcionários por habitante. Os governadores empregam 105,5 mil funcionários sem concurso público na administração direta e indireta, segundo a primeira pesquisa do IBGE sobre a estrutura burocrática dos Estados, informam Daniel Ramatti e José Roberto de Toledo. Destes, mais de 74 mil estão na administração direta. O Estado recordista é Goiás, do governador Marconi Perillo (PSDB), com cerca de 10 mil funcionários, seguido da Bahia, de Jaques Wagner (PT), com pouco mais de 9 mil, Rondônia, de Confúcio Moura (PMDB), tem a mais alta relação entre servidor e população. São mais de 900 por 100 mil habitantes. O PSDB é o partido cujos governadores mais contratam sem concurso. São 37,6 mil cargos em oito Estados. O PT tem o maior relação entre cargos e população, 75 para cada 100 mil. Neste critério, os tucanos caem para o quinto lugar. Os governos contestam os dados que forneceram. (Págs. 1 e A4)

Receita para crescer: investir e barrar inflação

Para reanimar o crescimento, o governo brasileiro precisa estimular o setor privado a investir. Para domar a inflação, é inevitável subir os juros e cortar os gastos correntes do setor público. Ouvidos pelo Estado, seis especialistas, de diferentes linhas de pensamento econômico, concordam no diagnóstico e no caminho a seguir ao analisar o quadro de baixo crescimento com inflação em alta no País.

Desinteresse ameaça estaduais

O futebol brasileiro discute o que fazer com os campeonatos estaduais, torneios que já foram os mais cobiçados pelos clubes e hoje estão em processo de decadência. Poucos se atrevem a propor seu fim, mas todos pedem mudanças para enfrentar o desinteresse do público e dos grandes times. (Págs. 1 e E4)

Motorista deve evitar estradas hoje à tarde

Sol e calor surpreenderam turistas que passaram o feriado no litoral. Hoje, a expectativa é de tráfego intenso nas estradas, em especial após o meio-dia. (Págs. 1 e C7)

Coreia do Norte sobe tom de ameaça

Comunicado de Pyongyang adverte que qualquer provocação militar perto de suas fronteiras acarretará “um conflito em grande escala e uma guerra nuclear”. (Págs. 1 e A10)

Visita virtual chega a 50% dos presos federais. (Págs. 1 e C3)

Cientistas buscam modelo para tratar doença mental. (Págs. 1 e A18)

Gaudêncio Torquato/ O jogo legislativo

Não bastasse o que se pode chamar Produto Nacional Bruto da inocuidade Legislativa, forças exógenas adensam o volume de normas inúteis. (Págs. 1 e A2)

João Bosco Rabello/Efeitos colaterais

A desenvoltura com que Eduardo Campos se articula reduz a possibilidade de recuo sem o risco de grave dano político a sua imagem. (Págs. 1 e A8)

Notas & Informações/Pior que o caso do pastor

Projeto que permite a igrejas contestar leis no STF agride o caráter laico do Estado. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: O que mudará com a PEC das domésticas

Soiólogos e antropólogos prevêem que as relações entre patrões e empregados dentro de casa se tornarão mais justas e profissionais. Eles avaliam que, a exemplo dos países desenvolidos, o encarecimnto damao de obra tornará esse tipo de serviço exclusivo para familias ricas ou de classe média alta que não têm tempo de assumir as tarefas do lar. (Págs 1 e 12 a 14)

Assassino confesso de professora já teria atacado duas mulheres (Págs.1 , 23 e 24)

Potências fazem alerta ao ditador norte-coreano

Um dia após Kin Jong- un declarar estado de guerra à Coreia do Sul e apontar mísseis para alvos americanos, Alemanha, França, Reino Unido e Rússia aconselham regime a ‘não brincar com fogo’. (Págs.1 e 18)

IPI de carros fica congeleado até dezembro

A medida, anetecipada pelo Correio,foi anunciada ontem pelo Ministério da Fazenda. Com a decisão, que provocará perda de receita de R$2,2 bilhões, governo espera estimular indústria e conter inflação. (Págs. 1 e 15)

Maioria deixa IR para última hora (Págs. 1, 10 e 11)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: O início do fim (Págs. 1 e Especial 4 e 5)

Punição acelerada para ultrapassagem proibida

Governo agiliza mudança na lei para impor multa mais pesada a mooristas que desrespeitarem faixa contínua, causa de muitas mortes nas estradas. (Págs. 1 e 12)

A nova relação com as domésticas (Págs. 1 ,13 e 14)

IPI de carros é mantido em 2%

Alíquota será congelada até o fim do ano pelo governo, que desistiu da elevação a 3,5% para carros populares. (Págs. 1 e 16)

Medo da violência leva população de rua para Zona Sul (Págs. 1 e 21 e 22)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: BR-232 aquece economia (Págs 1, 6 e 7)

O ônibus do futuro começa com limites (Págs 1 e Cidade 8)

Vice -prefeito de Casinhas e amigo são mortos a tiros (Pág 1 )

Famílias revelam como é vida sem doméstica (Págs 1 e Economia 1 e 2)

————————————————————————————

Veja

Manchete: Você amanhã

As novas regras trabalhistas das empregadas são um marco civilizatório para o Brasil — e um sinal de que em breve as tarefas domésticas serão divididas entre toda a família. Guia completo: O que muda já e o que falta definir na nova lei. (Pág. 1)

40º ministro

Encarregado da propaganda, João Santana é o homem forte de Dilma. (Pág. 1)

México

O país fez tudo diferente do Brasil na economia e está bombando. (Pág. 1)

————————————————————————————

Época

Manchete: Empregada doméstica

– Como as novas regras afetam o bolso de todos nós; – Por que nossas leis trabalhistas ainda precisam de uma boa faxina. (Pág. 1)

O dia da caça

A ameaça que cães e gatos representam às espécies selvagens justifica sacrificá-los? (Pág. 1)

Exclusivo

As empresas da Petrobras vendidas pela metade do preço a um amigo de Cristina Kirchner. (Pág. 1)

Colunas

– Guilherme Fiuza e a barbeiragem nas redações do Enem; – Bruno Astuto e a triagem do novo site de encontros para coroas; – Felipe Patury e a blindagem para proteger Renan Calheiros. (Pág. 1)

————————————————————————————

ISTOÉ

Manchete: O homem que afronta o Brasil: Feliciano

E por que ele não cai? Como age e o que segura o deputado-pastor Marcos Feliciano na Comissão de Direitos Humanos, apesar da onda de indignação que tomou conta do País. (Pág. 1)

————————————————————————————

ISTOÉ Dinheiro

Manchete: Imagine o Brasil sem esse caos logístico

O crescimento econômico está de volta, mas poderia ser ainda maior não fosse o desperdício da produção por falta de infraestrutura adequada. Quais são os gargalos e as soluções. (Pág. 1)

Brics

Como vai funcionar o novo banco dos países emergentes. (Pág. 1)

Personagem

Conheça o homem que fatura bilhões com lixo. (Pág. 1)

————————————————————————————

Carta Capital

Manchete: O ministro do Plim Plim e do Trim Trim

Paulo Bernardo, das Comunicações, quer entregar às teles um patrimônio bilionário da União. E barra a regulação da mídia, para alegria dos oligopólios e na contramão do mundo democrático. (Pág. 1)

Bolívia

O Brasil asila um opositor de Morales e alimenta uma crise diplomática. (Pág. 1)

Aviação

Pinhão-manso, base de um promissor bioquerosene. (Pág. 1)

————————————————————————————

EXAME

Manchete: A guerra global pelos talentos

O que o Brasil pode fazer para vencer a disputa por profissionais qualificados – e por que isso é tão importante para garantir o crescimento do país no futuro. (Pág. 1)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Três taxistas são mortos em Porto Alegre

Depois da violenta madrugada de sábado, governador Tarso Genro promete mudanças em procedimentos de barreiras feitas pela Brigada Militar. (Págs. 1 e 23)

Nova política

Vícios antigos põem reforma em risco. (Págs. 1, 4 e 5)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *