Bancários entram em greve a partir de hoje; Movimento é nacional. Em Pernambuco, sindicato promete fazer piquetes em agências de bancos privados… – Federais planejam reposição de aulas; Com o anúncio do fim da greve nas universidades federais, a preocupação agora é com a reposição de aulas. Em algumas, o ano letivo vai se estender até abril de 2013… – Receita lança ofensiva para cobrar R$ 86 bi de devedores; Serão chamados 541.890 contribuintes para regularizar a situação e quitar débitos em atraso, na maior operação de combate à inadimplência…

 

O Globo

Manchete: Hora do mensalão – PT comprou voto de deputados, diz relator

Barbosa condena réus do PP e indica que culpará outros aliados do governo Lula

‘Fica provado que os parlamentares prestaram apoio ao governo na Câmara influenciados por esses pagamentos’, diz ministro. Amanhã, ele julgará deputados de PR, PTB e PMDB, também acusados de receber o mensalão

O relator do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, disse que há muitas provas de que o PT usou o valerioduto para comprar o apoio de parlamentares aliados ao governo Lula. Ele condenou cinco réus ligados ao Partido Progressista e indicou que também fará o mesmo com parlamentares de PL (atual PR), PTB e PMDB, que receberam o dinheiro repassado pelo PT. “Nesses autos, comprovou-se a realização de transferências milionárias de dinheiro, cerca de R$ 55 milhões, por réus ligados ao PT” disse Barbosa. Para ele, está claro que o dinheiro pagou o apoio dos deputados da base aliada em votações como as reformas da Previdência e tributária. As votações coincidem com os repasses aos partidos. (Págs. 1 e 3)

Gurgel analisará papel de Lula

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou que, após a conclusão do julgamento do mensalão, decidirá se abre investigação sobre as supostas declarações de Marcos Valério, ligando o ex-presidente Lula ao escândalo. (Págs. 1 e 4)

Pizza à vista em balcão de emendas (Págs. 1 e 8)

Japão paralisa negócios na China

Empresas como Honda, Panasonic, Nissan e Canon, lojas e restaurantes japoneses suspenderam por um tempo suas atividades na China, depois da fúria popular contra o país. O motivo da tensão é a disputa pelas ilhas Senkaku, conhecidas como Diaoyu pelos chineses. (Págs. 1 e 29)

Romney despreza eleitor em vídeo

Num encontro com doadores, gravado em vídeo, o republicano disse que 47% dos americanos dependem do governo, “acreditam que são vítimas e votarão em Obama de qualquer maneira”. Se as eleições fossem no Brasil, segundo pesquisa, 93% votariam em Obama. (Págs. 1 e 30)

BC joga US$ 2 bi para segurar real

A decisão do banco central dos EUA de injetar recursos na economia de lá obriga o BC brasileiro a suar a camisa para evitar que o dólar despenque aqui, deixando o real valorizado, o que prejudica exportações. O BC interveio com US$ 2,1 bi e conteve o dólar a R$ 2,03. (Págs. 1 e 23)

A praça da bandeira se prepara para o verão

O primeiro dos 5 piscinões que prometem acabar com as históricas enchentes na Praça da Bandeira deve ficar pronto em dezembro, a tempo, talvez, das chuvas de verão. Os demais só deverão ficar prontos em 2014. As obras incluem ainda o desvio de parte do Rio Maracanã e a construção de um túnel extravasor no Rio Joana, que, além do Canal do Mangue, desaguará também na Baía de Guanabara. (Págs. 1 e 15)

Vereador aqui, candidato acolá

Vereador pelo Rio, Argemiro Pimentel é candidato a prefeito pelo PT em sua cidade natal, Machados (PE). Ele pediu licença sem vencimentos da Câmara do Rio, mas seu gabinete está funcionando, ao custo de R$ 120 mil por mês. (Págs. 1 e 6)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Mensalão o julgamento – Não há dúvida de que houve compra de votos, diz relator

Segundo Joaquim Barbosa, aliados receberam dinheiro do PT para apoiar Lula no Congresso

O relator do julgamento do mensalão no STF, Joaquim Barbosa, confirmou a acusação da Procuradoria ao concluir que congressistas e partidos receberam dinheiro do PT para apoiar o governo Lula entre 2003 e 2005.

Não há “dúvida de compra de votos”, disse Barbosa. Para o ministro, foram comprovadas transferências milionárias por réus ligados ao PT em proveito de vários políticos que compuseram a base aliada do governo. (Págs. 1 e Poder A4)

Marcelo Coelho

Para relator, é certo que o dinheiro chegou aos partidos e isso basta para tipificar o crime. (Págs. 1 e A10)

Carlos Heitor Cony

Não acredito que Lula tenha sido o chefão de todos

A tática de Marcos Valério de “afundar atirando” não mudará sua situação. Pessoalmente, acredito que Lula tenha tido algum conhecimento da tramóia, mas não que tenha sido o “capo di tutti i capi” no mensalão. (Págs. 1 e Opinião A2)

Serra e Haddad poupam o líder Russomanno

Líder nas pesquisas, o candidato a prefeito de SP Celso Russomanno (PRB) foi poupado pelos concorrentes José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT) em debate na TV. Apoiado por Kassab (PSD), Serra alterou o discurso e promete ser “o prefeito da mudança”. (Págs. 1 e Poder A12)

Fotolegenda: É fogo

Bombeiro e morador tentam apagar incêndio na favela do Moinho, o 34º deste ano em SP; iniciado após briga, o fogo matou uma pessoa e destruiu 80 barracos, onde não havia extintor e dois hidrantes estavam trancados. (Págs. 1 e Cotidiano C1)

Receita cobra R$ 86 bi e ameaça confiscar bens

A Receita Federal endureceu com os contribuintes inadimplentes e lançou programa de cobrança de tributos que prevê punições para quem não acertar as contas, como a exclusão do Simples e o confisco de bens.

O objetivo é recuperar R$ 86 bilhões devidos por 542 mil contribuintes, entre pessoa jurídica e pessoa física. (Págs. 1 e Mercado B3)

Bancários entram em greve a partir de hoje no país

Os bancários de todo o país decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir de hoje. Eles querem reajuste de 10,25% (5% de aumento real). Os bancos oferecem 6% (0,58% acima da inflação). Os caixas eletrônicos funcionarão normalmente. Metalúrgicos da região do ABC também decidem parar. (Págs. 1 e Mercado B1)

Japão fecha fábricas na China após protestos

O Japão fechou dezenas de fábricas na China após protestos contra a decisão de Tóquio de comprar um arquipélago que é disputado pelos dois países, relata Fabiano Maisonnave.

A Panasonic fechou uma unidade depois que teve equipamentos incendiados. Canon, Toyota, Honda e 7-Eleven suspenderam suas atividades por temer protestos contra a ocupação japonesa na China, que durou de 1931 a 1945. (Págs. 1 e Mundo A14)

Comissão excluirá de investigação os crimes da esquerda

A Comissão da Verdade decidiu investigar somente as violações aos direitos humanos praticadas por agentes do Estado, pondo fim a uma longa polêmica. A resolução, publicada no “Diário Oficial”, elimina a possibilidade de apuração de crimes da esquerda. (Págs. 1 e Poder A13)

Editoriais

Leia “Religião eleitoral”, a respeito de embate entre igrejas na eleição em SP, e “Mais iniciativa privada”, sobre incentivos ao mercado de capitais. (Págs. 1 e Opinião A2)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Relator do mensalão diz que governo Lula comprou votos

Joaquim Barbosa concluiu que foi comprado o apoio de PP, PMDB, PTB e PL e condenou réus do PP

O relator do julgamento do mensalão no STF, Joaquim Barbosa, afirmou que o governo do ex-presidente Lula comprou votos de deputados e apoio de PP, PMDB, PTB e PL (hoje, PR) para aprovar leis na Câmara. Barbosa indicou que condenará por corrupção passiva e lavagem de dinheiro deputados e ex-deputados acusados de receber recursos do esquema. Também indicou que vai considerar culpados os acusados de serem os corruptores: José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares. No total, foram repassados R$ 55 milhões. Barbosa disse que o governo Lula comprou o ingresso do PP na base aliada, em 2003. Pedro Henry (MT) e Pedro Corrêa (PE) foram condenados pelo relator por crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. (Págs. 1 e Nacional A4)

PT convoca ‘batalha’ contra julgamento

Preocupada com o impacto do julgamento do mensalão nas campanhas, a cúpula do PT decidiu convocar militantes para uma “batalha” eleitoral em defesa do partido, do ex-presidente Lula e do legado dos governos petistas. A Executiva Nacional divulgou nota na qual afirma que a “mobilização geral” da militância é condição fundamental para se desfazer “mentiras”. (Págs. 1 e A6)

Receita lança ofensiva para cobrar R$ 86 bi de devedores

Num momento de arrecadação em baixa, a Receita Federal lançou ontem ofensiva para cobrar dívidas de R$ 86 bilhões. Serão chamados 541.890 contribuintes para regularizar a situação e quitar débitos em atraso, na maior operação de combate à inadimplência. O alvo principal serão os 317 maiores devedores do País. Juntos, eles têm um débito de R$ 42 bilhões. As empresas que detiverem concessão do governo poderão perder a licença. (Págs. 1 e Economia B1)

R$ 43 milhões
é o quanto a pessoa física com maior débito terá de pagar ao Fisco

Campanha de Russomanno pede reunião com arcebispo

A campanha de Celso Russomanno (PRB) quer marcar reunião com o arcebispo d. Odilo Scherer para apaziguar os ânimos após católicos criticarem o presidente nacional da sigla, Marcos Pereira. Depois do encontro, ele decide se vai ao “colóquio com o clero” que a arquidiocese promove na quinta. José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT) confirmaram presença. (Págs. 1 e Nacional A9)

Quem cobra mais?

A campanha de José Serra criticou as taxas de luz e lixo criadas por “Marta e (Fernando) Haddad”. O petista prometeu acabar com a inspeção veicular. (Págs. 1 e A9)

Fotolegenda: Fogo, morte e caos

Provocado pela briga de travesti com o namorado, incêndio na Favela do Moinho, no centro de SP, destruiu 80 barracos e deixou um morto; falha em linha da CPTM na zona leste terminou em conflito entre passageiros e polícia. (Págs. 1 e Cidades C1)

Cresce atrito entre Japão e China

Na disputa territorial entre os países, crescem os rumores de que a China estaria estimulando protestos contra o Japão. Nissan, Mazda e Canon fecharam fábricas. (Págs. 1 e Internacional A12)

Federais planejam reposição de aulas

Com o anúncio do fim da greve nas universidades federais, a preocupação agora é com a reposição de aulas. Em algumas, o ano letivo vai se estender até abril de 2013. (Págs. 1 e Vida A15)

Comissão investigará só crimes da ditadura (Págs. 1 e Nacional A8)

Bancários entram em greve em todo o País (Págs. 1 e Economia B6)

Celso Ming

Roma decidiu

As grandes decisões da política monetária para 2013 já foram tomadas pelo ministro da Fazenda. Ao BC só compete manter as aparências. (Págs. 1 e Economia B2)

Notas & Informações

A lógica férrea do relator

Decisão de fatiar o exame da denúncia no STF tornou inexorável a condenação de 10 réus. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Relator: PT comprou voto e até um partido

Barbosa confirma pagamento a políticos e indica que condenará Dirceu, Delúbio e Genoino

Ao julgar a parte mais simbólica do processo do mensalão — o repasse de dinheiro a parlamentares e partidos —, o ministro Joaquim Barbosa foi taxativo. “Não há sombra de dúvida acerca da compra de votos”, disse. Relator da ação no STF, o magistrado concluiu que o PP recebeu dinheiro para ingressar na base do governo Lula. E deu sinais de que votará pela condenação tanto dos mensaleiros quanto do núcleo político do esquema, que seria encabeçado por José Dirceu (apontado como chefe da quadrilha), Genoino (então presidente do PT) e Delúbio Soares (tesoureiro do PT à época). (Págs. 1, 2 a 4, Tereza Cruvinel, 4, Nas entrelinhas, 6, e Brasília-DF, 7)

Cachoeira: Pedido para bloquear bens de quadrilha sai amanhã

CPI que investiga o bicheiro vai encaminhar o requerimento ao Ministério Público ou diretamente à Justiça Federal. Decisão foi tomada após o Correio revelar que integrantes do esquema estão vendendo terras para fugir do país. (Págs. 1 e 5)

Que aula?

Professores de 43 universidades federais suspendem greve, depois de três meses parados, mas seguem divididos sobre a reposição das aulas. (Págs. 1 e 8)

Pesquisa de brasilienses ganha prêmio

Um método para definir o número de mulheres que fizeram aborto, desenvolvido pelos professores da UnB Marcelo Medeiros e Debora Diniz, foi reconhecido pela Organização PanAmericana de Saúde. (Págs. 1 e 19)

Fúria do islã: Líder xiita pede respeito a religiões

Em mais um protesto supostamente motivado por filme anti-islã, dirigente do Hezbollah, no Líbano, defende a aprovação pela comunidade internacional de leis que criminalizem ofensas às religiões e aos “grandes profetas de Deus”. (Págs. 1 e 16)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Governo agora quer licitar aeroportos no ‘modelo Vale’

O governo vai mudar novamente o modelo de concessão de aeroportos. Nas últimas semanas, ficou claro o desinteresse de grandes operadoras europeias e asiáticas em associar-se com participação minoritária à Infraero, como vinha sendo proposto. Agora, a aposta é voltar ao desenho de repassar à iniciativa privada uma fatia majoritária do Galeão (RJ) e de Confins (MG).

A presidente Dilma Rousseff, porém, resiste à ideia de voltar ao formato do leilão que privatizou três terminais estratégicos em fevereiro. Ela quer deixar as empreiteiras fora da disputa e restringir a licitação a operadoras estrangeiras. Também prefere um leilão em que o vencedor não seja escolhido pelo maior valor de outorga, mas por critério técnico. (Págs. 1 e A4)

Bancos se preparam para financiar infraestrutura

Os bancos começam a se movimentar para disputar os financiamentos que serão concedidos nos próximos anos para projetos de infraestrutura. Alguns já iniciaram até a contratação de mais profissionais para atender essa área. Com carteiras que variam de R$ 10 bilhões a R$ 20 bilhões em análise neste ano, grandes instituições como Itaú, Bradesco, Santander e HSBC projetam expansão anual da ordem de 25%, acima do crescimento previsto para outros segmentos.

O ritmo de financiamentos a projetos já aumentou. Levantamento da Dealogic, feito a pedido do Valor, mostra que o volume de operações nessa modalidade foi de R$ 9,5 bilhões no ano, até agosto, superando os R$ 7,3 bilhões registrados no mesmo período de 2011. (Págs. 1, C1 e C14)

Quase pronta nova proposta do PIS-Cofins

A proposta de reforma do PIS-Cofins está praticamente pronta e vai contemplar mudanças essenciais: tudo o que a empresa comprar vai gerar crédito e as companhias que hoje optam pelo lucro presumido e pagam uma alíquota de 3,65% sobre o faturamento terão de migrar para a alíquota de 9,25% sobre o valor adicionado. O governo vai definir um prazo de transição para a migração.
À cargo do secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, a proposta de reformulação e simplificação do PIS-Cofins foi incluída recentemente no leque de medidas para reduzir o custo de produção e incentivar os investimentos no país. A previsão é que a medida possa ser implementada em meados do próximo ano. (Págs. 1 e A3)

Fotolegenda: Aposta dobrada

A Alstom quer ampliar sua participação no mercado de energia eólica no Brasil e anuncia neste mês o local de sua segunda fábrica de equipamentos, diz o presidente mundial, Patrick Kron. (Págs. 1 e A10)

O duro embate dos irmãos Viana no Acre

O grupo político que governa o Acre, a Frente Popular, encabeçada pelo PT sob a liderança de dois irmãos, o senador Jorge Viana e o governador Tião Viana, vive uma crise. Há oito anos comandando a prefeitura de Rio Branco, o grupo tenta se renovar, depois de ter obtido no Estado a pior votação proporcional da presidente Dilma Rousseff em todo o país, nos dois turnos.

Ao apostar em um nome novo na política – Marcus Alexandre -, a Frente Popular tenta se descolar do desgaste acumulado ao longo dos últimos anos. Mas mesmo com o controle das máquinas municipal e estadual e o apoio de Brasília, o PT enfrenta uma eleição acirrada. Segundo pesquisa Ibope, Marcus Alexandre tem 38% das intenções de voto e seu opositor, o tucano Tião Bocalom, 37%. Os irmãos Viana admitem as dificuldades. Afirmam que erraram nos últimos anos e que a resposta da população, nas urnas, deixou isso claro. “Ninguém sofreu mais do que nós para compreender o que aconteceu”, diz Tião. (Págs. 1 e A11)

Outro conflito entre Casino e Abilio Diniz

A disputa para definir quem domina a negociação pelo grupo Pão de Açúcar está tornando a convivência entre a rede francesa Casino e Abilio Diniz cada dia mais difícil. Ontem, Abilio encaminhou carta a Jean-Charles Naouri, dono do Casino, na qual se recusa a convocar uma reunião do conselho de administração e, posteriormente, uma assembleia de acionistas para tratar da reforma do estatuto da companhia, proposta pelos franceses. Abilio alega que as sugestões são uma tentativa do Casino de reduzir seu poder como presidente do conselho de administração, o que feriria o acordo de acionistas que existe entre eles desde 2006. (Págs. 1 e B1)

Mais do mesmo é o melhor para credor e devedor

A crise global continua e há risco de calote de alguns países europeus, com sérias consequências para credores e devedores. O que vai acontecer? Provavelmente, mais do mesmo. Com a economia mundial dando sinais de lenta recuperação, será mais fácil para devedores honrarem seus compromissos. Com isso, bancos credores podem aos poucos melhorar seus balanços. Mas isso deve demorar bastante. Nesse meio tempo, credores e devedores vão continuar se esforçando para evitar uma crise drástica. (Págs. 1 e A16)

NH Hotels volta ao país

Ao mesmo tempo em que pretende vender 13 hotéis na Europa e EUA e arrecadar € 280 milhões para driblar a crise no velho continente, a rede espanhola NH Hotels está de volta ao Brasil com planos para 15 empreendimentos nos próximos três anos. (Págs. 1 e B5)

AngloAmerican venderá mina no AP

A AngloAmerican busca comprador para sua mina de minério de ferro no Amapá. Mesmo considerado um ativo pequeno para os padrões globais da companhia, o negócio é estimado em cerca de US$ 500 milhões. (Págs. 1 e B7)

Mercedes busca saídas em caminhões

Após congelar salários, suspender contratos de trabalho e programar mais 15 paradas até janeiro, o próximo passo da Mercedes-Benz diante da estagnação no mercado de caminhões poderá ser a redução do quadro de funcionários. (Págs. 1 e B8)

Comerc aposta no futuro do gás

A consultoria Gas Energy e a comercializadora de energia Comerc firmaram parceria para criar a primeira comercializadora independente de gás natural do país, um mercado hoje dominado pela Petrobras. (Págs. 1 e B9)

Seca adia plantio de soja

Apesar do fim do período de vazio sanitário, na sexta-feira passada, o clima seco impediu o início do plantio da soja na maior parte do Centro-Oeste, com exceção das lavouras irrigadas. Ainda assim, as expectativas para a safra são positivas. (Págs. 1 e B13)

EUA têm sede por etanol

“Continuará havendo forte demanda por etanol nos EUA, não importa onde ele seja produzido, enquanto o preço do petróleo continuar em alta”, afirma Bruce Babcock, especialista da Universidade de Iowa (EUA), que prevê boa oportunidade de negócios para o Brasil. (Págs. 1 e B14)

Disciplina da acumulação

Poucos consultores estão dispostos a dizer e nenhum cliente quer ouvir, mas a melhor aposta para o investidor não é a obsessão por estratégias e retornos, mas, sim, o aumento de sua taxa de poupança. (Págs. 1 e D2)

Bats desiste de plano brasileiro

Primeira bolsa internacional a manifestar interesse em se instalar no Brasil, em 2010, a Bats Global Markets desistiu da ideia. Após quase dois anos de estudos, concluiu que iniciar uma bolsa integrada no país custaria muito caro. (Págs. 1 e C14)

Ideias

Delfim Netto

Passou da hora para se editar uma nova lei complementar que modernize a regulação sobre incentivos de ICMS. (Págs. 1 e A2)

Raymundo Costa

A classe média é a protagonista do novo Brasil, seja por seu peso na população, seja pelo potencial de consumo. (Págs. 1 e A6)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Corregedoria vai investigar boca-livre de PMs

Policiais que comem de graça em bares, restaurantes, lanchonetes e padarias, seja por cortesia dos comerciantes, interessados em tê-los por perto, seja por extorsão velada, responderão por desvio de conduta. Foi o que determinou o comandante-geral da corporação, Márcio Martins Sant’ana, ressaltando, porém, que apenas uma minoria comete os deslizes. Os flagrantes feitos em 10 estabelecimentos em apenas quatro dias pelo Estado de Minas e denunciados domingo serão usados na apuração. A prática é irregular e pode configurar crime, conforme previsto na Lei Estadual 14.310/2002 (código de ética dos militares), no Decreto 43.885/2004 (código de conduta do servidor público) e no próprio Código Penal Brasileiro. As penas previstas chegam a 12 anos de reclusão. (Págs. 1, 21 e 22)

Eleições 2012: Ipatinga

Petista lidera em disputa de mulheres

Cecília Ferramenta (PT), com 52,2% das intenções de voto, tem ampla vantagem sobre a principal adversária, Rosângela Reis (PV), que tem 21,6%, como mostra a pesquisa MDA/Estado de Minas. (Págs. 1 e 7)

Mensalão: Para relator, apoio político foi comprado

Ministro Joaquim Barbosa considerou que integrantes da cúpula do PT pagaram a lideranças de outros partidos em troca de apoio em votações no Congresso. Ele ainda apontou lavagem de dinheiro por parte dos beneficiários. (Págs. 1, 3 e 4)

OAB pede que morte de JK tenha nova investigação (Págs. 1 e 10)

Lei Seca

Motorista que provocou morte só é levado ao IML oito horas depois. Segundo especialistas, demora pode amenizar sintomas de embriaguez no exame clínico. (Págs. 1 e 23)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Fiat dá a largada em Goiana

Começou ontem a construção do primeiro galpão da futura fábrica, que vai abrigar centro administrativo. Obra, orçada em R$ 4 bilhões, vai gerar 7 mil empregos. Quando entrar em operação, em 2014, montadora deverá criar 4,5 mil postos de trabalho. (Págs. 1 e Economia 1)

UFRPE volta às aulas na segunda-feira

Após quatro meses de greve, professores decidiram ontem encerrar paralisação. Amanhã será definido calendário. (Págs. 1 e Cidades 3)

Custo ambiental é questão a ser sanada em Suape

Série mostra que casas em área de vegetação nativa e esgoto são apenas alguns dos problemas do Litoral Sul. (Págs. 1 e Economia 6)

Relator pede condenação de Pedro Corrêa

Ministro do STF considera pernambucano culpado de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e corrupção passiva. (Págs. 1 e 5)

Bancários entram em greve a partir de hoje

Movimento é nacional. Em Pernambuco, sindicato promete fazer piquetes em agências de bancos privados. (Págs. 1 e Capa Dois)

Ex-servidores são presas por desviar merenda

Duas ex-funcionárias da Secretaria de Educação do Estado teriam desviado o equivalente a R$ 2,6 milhões. (Págs. 1 e Cidades 2)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: “Não há dúvida sobre compra de votos”, diz relator do mensalão

No primeiro dia do julgamento do núcleo político do escândalo, Joaquim Barbosa apontou que PT pagou pelo apoio de deputados do PP, sinalizando que irá votar por condenação de líderes petistas. (Págs. 1, 8 e 10)

Fotolegenda: Janela para o futuro

Sob chuva, que a obrigou a discursar só cinco minutos, Dilma usou elevador para inspecionar obras do polo naval em Rio Grande. (Págs. 1 e 24)

Efeito seca: Queda recorde do PIB acende alerta no Piratini

Governo tenta compensar tombo de 6,8% na economia, causado por seca e consumo retraído. (Págs. 1, 12, 22 e 26)

Bancos: Como manter contas em dia durante a greve

Mesmo com os serviços afetados pela paralisação, prazos de pagamento não serão alterados. (Págs. 1 e 27)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Barreiras argentinas dão tombo de US$ 3 bi em exportação brasileira

Com as medidas protecionistas de Cristina Kirchner, o superávit comercial com o país vizinho deve cair de US$ 5,8 bilhões para US$ 2,5 bilhões. “A Argentina quer achatar o mercado brasileiro”, afirma o economista Júlio Gomes de Almeida. (Págs. 1 e 6)

Takeda coloca roupa nova no velho Dramin

Laboratório japonês aposta no rejuvenescimento de seus medicamentos populares, como Eparema e Neosaldina, para atrair novos consumidores e fazer do Brasil a maior operação da empresa entre os países emergentes, diz ao BRASIL ECONÔMICO o presidente Giles Platford. (Págs. 1 e 16)

Má gestão condena mais de um terço dos projetos

Pesquisa da PMI obtida com exclusividade por BRASIL ECONÔMICO mostra que só 20% das empresas conseguem cumprir prazos, metas e orçamentos. No Brasil, burocracia ainda atrapalha. (Págs. 1 e 30)

Governo sofre dupla pressão da área de energia

Empresários querem mais áreas de exploração de petróleo e política de preço para etanol e gasolina. (Págs. 1 e 4)

Gávea, de Armínio Fraga, compra 30% da Chilli Beans

Dinheiro do fundo do ex-presidente do BC reforçará expansão da marca de óculos no exterior. (Págs. 1 e 22)

Fundador da CVC investirá R$ 1 bi em rede hoteleira

Dono da operadora de turismo, Guilherme Paulus quer ampliar a GJP Hotéis & Resorts. (Págs. 1 e 17)

Ações de bancos ignoram queda do compulsório

Apesar da notícia boa, investidor preferiu vender os papéis depois da alta da semana passada. (Págs. 1 e 32)

Um nome, por favor

Coca-Cola lança campanha para que os internautas batizem o tatu-bola, mascote da Copa de 2014. (Págs. 1 e 24)
Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.