Paraná vai instalar mil câmeras de monitoramento ao longo das rodovias

266

g_112415178O Governo do Paraná vai implantar neste semestre 74 câmeras de monitoramento em rodovias federais e estaduais, localizadas na Região Metropolitana de Curitiba. O projeto, que começa com esta fase piloto, prevê a instalação de mil câmeras de monitoramento em todo o Estado, para combater o roubo de carros e evasão fiscal, além de promover o controle fitossanitário e monitorar o movimento nas estradas paranaenses.

“Este programa vai permitir que o Paraná tenha controle fiscal, sanitário e de segurança pública em suas estradas. Também será possível planejar ações que melhorem a qualidade das rodovias, conhecendo corretamente o fluxo de veículos que por elas circulam”, diz o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

Nesta primeira etapa, serão instaladas 68 câmeras em pontos de Curitiba, São José dos Pinhais, Guaratuba e Campina Grande do Sul e mais seis em Foz do Iguaçu, Cascavel, Cianorte, Guaíra, General Carneiro e Mauá da Serra. A instalação será feita em parceria com seguradoras, que vão custear a compra de equipamentos, no valor de R$ 1 milhão. A previsão é de que o Governo do Estado invista R$ 22 milhões no projeto.

Todos os pontos monitorados ficarão a cerca de 1,5 quilômetro de distância dos postos da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPRv), responsável pelos trechos estaduais. A meta é de que no prazo de um minuto e meio o veículo a ser fiscalizado seja abordado por policiais.

As câmeras serão equipadas com programa de reconhecimento de números e caracteres das placas dos veículos. As imagens captadas serão enviadas para postos da PRF e da BPRv, que poderão verificar instantaneamente se um veículo é furtado, por exemplo, e abordar o motorista se necessário.

Para monitorar as informações, serão criadas 42 centrais de monitoramento em todo o Paraná. Em cada uma delas haverá fiscais analisando as informações captadas. Será possível verificar que se há evasão fiscal de mercadoria ou se o animal transportado vem de alguma região sem controle fitossanitário.



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *