Redes sociais influenciam na atividade política

2540

O uso das mídias sociais na política eleitoral vem ganhando uma dimensão cada vez maior no mundo inteiro e no Brasil vem, de uma forma ou de outra, trazendo a população para a discussão sobre os rumos da política local, regional, estadual e nacional. A distância quase abismal entre os políticos e a população era enorme. As circunstâncias, outrora convenientes, já caducaram. Hoje o povo deixa de ser massa passiva para se tornar protagonista da política e olhar para os governantes em um mesmo nível. Em grande parte, isso se dá à ascensão das mídias sociais na política como ferramenta de comunicação e marketing. Esse é um novo paradigma para o século XXI e um desafio para políticos e assessores.
Até pouco tempo atrás, a opinião pública era formada com base em dados passados pelos veículos de comunicação tradicionais como jornal, rádio e televisão. Hoje, na era da tecnologia, Twitter, Facebook, Whatsapp, Instagram, Google+ e tantos outros servem para espalhar subsídios diversos sobre pessoas, partidos e governos. É um amálgama de escritos, números, imagens, vídeos de todo tipo que enchem os internautas de curiosidade.
Nas duas últimas eleições municipais, por exemplo, as redes sociais foram grandes aliadas dos candidatos. A ferramenta funciona com base em dois pilares essenciais que são a interação e o engajamento. O primeiro, aproxima candidato e eleitor. O segundo, dissemina o trabalho e viraliza ações e posicionamentos. Se ambos forem utilizados da forma correta, o resultado tão almejado é alcançado.

Durante a última sessão da Câmara de Vereadores de Cambé o vereador Carlos Alberto Abudi, o Berro (DEM), usou seu espaço para reclamar que o profissional da imprensa, do site Portal Cambé havia solicitado que encamisasse mensagem sobre um determinado assunto. O vereador na contramão de tudo que está acontecendo, com relação a tecnologia, ficou bravo e disse que não é adepto da tecnologia. Hoje quem não estar atendo as redes sociais perde tempo e espaço, inclusive na política. “Hoje todos tem acesso a internet e as redes sócias, aproxima o político dos eleitores. Se o nobre vereador tiver alguma dificuldade, estamos a disposição para auxiliá-lo na criação e no acesso do Twitter, Facebook, Whatsapp e o Instagram que são as mídias mais populares entre os políticos”, afirma o sócio proprietário do site Portal Cambé, Silvio Rodrigues.



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé - PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *