No último teste antes da estreia na Copa das Confederações, a Seleção Brasileira venceu a França por 3 x 0 na Arena do Grêmio (em Porto Alegre). Os gols foram marcados todos no segundo tempo. Oscar abriu o placar aos 8 minutos da segunda etapa. Hernanes, que tinha acabado de entrar, marcou o segundo aos 39 minutos. E de pênalti, aos 47min, Lucas bateu com muita classe e fechou o placar contra os franceses.

O Brasil quebrou um incômodo jejum que já durava quase quatro anos. A última vitória sobre uma seleção campeã do mundo foi em 14 de novembro, sobre a Inglaterra, por 1 a 0, no Qatar.

A seleção brasileira apresentou um futebol melhor do que vinha apresentando nas últimas partidas. Com menos de um minuto de jogo, o Brasil quase abriu o placar. Pressionado por Fred, o goleiro Lloris tirou do atacante, mas perdeu para Neymar, que preferiu o drible em vez do chute e ficou sem a bola.

Pouco acionado na partida, Fred apareceu bem aos 41 minutos. O centroavante aproveitou cruzamento da direita e subiu bem para o cabeceio, mas encobriu o gol. Com isso, o primeiro tempo terminou sem gols.

No segundo tempo, pegando a defesa francesa de surpresa, a seleção fez 1 a 0 aos oito minutos da segunda etapa. Fred foi pela esquerda, entrou na área e rolou para Oscar, que dominou tirando da marcação e bateu rasteiro na saída do goleiro.

Num escanteio para os franceses, aos 39 minutos, Paulinho puxou o contra-ataque, Lucas levantou para a área e Neymar ajeitou para Hernanes, que tinha entrado há poucos minutos. De pé esquerdo, o jogador acertou o cantinho. O gol deixou o jogador emocionado, já que em fevereiro de 2011, em jogo disputado contra a França em Saint-Denis, o meia acertou um pontapé em Benzema, foi expulso e nunca mais foi convocado por Mano Menezes, retornando à seleção apenas com Felipão.

Aos 46, Marcelo foi derrubado na área da França. Sem Fred nem Neymar, Lucas cobrou o pênalti com elegância, no canto esquerdo, e fechou o placar.

Ficha técnica:.

Brasil: Julio César, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo (Hernanes), Paulinho e Oscar (Fernando); Neymar (Bernard), Hulk (Lucas) e Fred (Jô). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

França: Lloris; Debuchy, Rami, Sakho e Mathieu; Matuidi (Granier), Cabaye (Gomis), Payet e Valbuena (Lacazette); Guilavogui e Benzema (Giroud). Técnico: Didier Deschamps.

Árbitro: Víctor Carrillo (Peru

Cartão amarelo: David Luiz (Brasil).

Gols: Oscar, Hernanes e Lucas (Brasil).

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre

 

Portal EBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.