STF atrasa Lava-Jato

Por uma infeliz coincidência, a decisão de ontem da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a prisão preventiva de dois empreiteiros que se preparavam para fazer uma delação premiada, cada qual com histórias que ligam a presidente Dilma e o ex-presidente Lula aos desmandos ocorridos na Petrobras…

Retração faz desemprego aumentar e renda cair, mostra IBGE

A taxa de desocupação de março nas seis regiões metropolitanas pesquisadas ficou em 6,2%, estável em relação a fevereiro, mas muito acima dos 5% de março do ano passado. A taxa é a maior desde maio de 2011. Já a renda recuou 3% em relação ao mesmo mês de 2014.

————————————————————————————

O Globo

Manchete : STF libera empreiteiros e muda rumo da Lava-Jato

Acusado de chefiar cartel, Pessoa e mais oito vão para prisão domiciliar

Para investigadores do caso e advogados dos envolvidos, decisão do Supremo vai alterar estratégias e tornará mais difícil a obtenção de novas revelações e de acordos de delações premiadas

Por três votos a dois, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu habeas corpus a nove executivos de empreiteiras investigados na Lava-Jato, presos desde novembro. Entre os que passarão a prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica, está o presidente da UTC, Ricardo Pessoa, acusado de ser o chefe do “Clube das empreiteiras”. Ele chegou a negociar acordo de delação premiada. Procuradores do caso e defensores dos acusados afirmam que os dois lados terão de mudar estratégias e que a decisão de ontem altera os rumos da Lava-Jato. Para investigadores, ficou mais difícil suspeitos fazer em novas revelações ou delações. Com a soltura dos nove, apenas um empreiteiro continuará preso. (Pág. 3 e Merval Pereira)

Registro reforça suspeita, e Cunha demite servidor

Registro da Câmara mostrou que partiu de computador do gabinete do deputado Eduardo Cunha pedido para suposta pressão contra empreiteira. Ele nega e demitiu servidor. (Pág. 4)

Gráfica de campanha vive de portas fechadas

Gráfica que fica em endereço desativado em São Paulo recebeu R$ 27,9 milhões no ano passado, sendo 22,9 milhões da campanha da presidente Dilma. (Pág. 5)

Adeus, PT

Após 33 anos e com ambições eleitorais, a senadora Marta Suplicy deixou o PT atacando a corrupção e o partido. O PT pedirá o mandato dela. (Pág. 6)

Brasileiro é fuzilado; filipina escapa

O brasileiro Rodrigo Gularte, de 42 anos, foi executado ontem na Indonésia por tráfico de drogas. Ele é o segundo brasileiro fuzilado naquele país este ano pelo mesmo crime. A família de Gularte trará seu corpo para ser enterrado no Brasil, atendendo a seu último pedido para não ser cremado na Indonésia. A filipina Mary Jane Veloso foi excluída do pelotão de fuzilamento depois que uma mulher que a contratara para transportar droga se entregou à polícia. O governo brasileiro classificou a execução de Gularte de “fato grave” na relação entre os dois países. (Pág. 8)

Queda na renda é a maior em 12 anos

A crise econômica afetou em cheio o mercado de trabalho. Segundo o IBGE, o desemprego nas seis maiores regiões metropolitanas do país subiu para 6,2%, a maior taxa para março desde 2011. A renda caiu 1,3%. Levando em conta a inflação, a perda nos rendimentos foi de 2,8%, a maior em 12 anos. (Pág. 21)

Bendine vê preço justo na gasolina

No Senado, o presidente da Petrobras descartou novos reajustes na gasolina. Para analistas, porém, preço deveria subir. (PÁGINA 23 e Elio Gaspari)

Brazão toma posse a jato

Ontem, em quatro horas, o deputado Domingos Brazão foi eleito, nomeado e empossado como conselheiro do TCE, cargo vitalício de R$ 30 mil. (Pág. 14)

Dificuldades no Fies continuam

Prazo para aderir ao Fies termina amanhã. Alunos e universidades relatam maior restrição de vagas. (Pág. 27)

Ilimar Franco

O trololó do PSDB

Os tucanos vão ter de esperar a eleição de 2018. Sem um fato concreto, a bandeira do impeachment foi arriada. O tema, segundo analistas, virou só uma peça de agitação e propaganda voltada para sua base. Os tucanos sabem que o PMDB não vai destituir o vice Michel Temer. E o PSDB prefere ter como adversário um PT moribundo a ver o PMDB virar uma alternativa de poder. (Pág. 2)

Merval Pereira

STF atrasa Lava-Jato

Por uma infeliz coincidência, a decisão de ontem da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a prisão preventiva de dois empreiteiros que se preparavam para fazer uma delação premiada, cada qual com histórias que ligam a presidente Dilma e o ex-presidente Lula aos desmandos ocorridos na Petrobras. (Pág. 4)

Míriam Leitão

Privatização difícil

O governo terá mais dificuldades na nova etapa de privatização. Os consórcios de outras concessões foram formados por empreiteiras, estatais, fundos de pensão de estatais, com dinheiro do BNDES. Agora, empreiteiras estão com problemas e nas barras dos tribunais, estatais estão descapitalizadas, alguns fundos, com desequilíbrios, e o BNDES, sem a mesada do Tesouro. (Pág. 22)

Editorial

Uma farra no financiamento público de campanha

Multiplicar por quase três o fundo partidário, de que dependem muitas legendas de aluguel, é apenas uma das más notícias para quem paga impostos (Pág. 18)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete : STF manda 9 empreiteiros para prisão domiciliar

Após cinco meses, executivos detidos na operação Lava-Jato são liberados, mas terão de ficar em casa, não poderão manter contato com outros investigados e usarão tornozeleira eletrônica. (Notícias | 12)

Sem clemência

Apesar de protestos e das críticas do Itamaraty, Indonésia executou o paranaense Rodrigo Gularte, o segundo brasileiro condenado à morte por tráfico de drogas no país asiático. (Notícias | 18)

Marta Suplicy deixa o PT após 33 anos (Notícias | 14)

Como fica a compra de imóveis usados

Mudança nas regras da Caixa reduz limite para financiamento e pega clientes de surpresa (Sua Vida | 33)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete : Retração faz desemprego aumentar e renda cair, mostra IBGE

A taxa de desocupação de março nas seis regiões metropolitanas pesquisadas ficou em 6,2%, estável em relação a fevereiro, mas muito acima dos 5% de março do ano passado. A taxa é a maior desde maio de 2011. Já a renda recuou 3% em relação ao mesmo mês de 2014. (Pág. 5)

STF manda executivos para casa

Por considerar que manter os acusados de corrupção presos seria antecipação de sentença, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal seguiu o voto do relator, ministro Teori Zavascki. Eles cumprirão medidas cautelares, como o uso de tornozeleiras. (Pág. 6)

Petrobras admite rever partilha

Em depoimento no Senado, o presidente da estatal, Aldemir Bendine, reconheceu que a empresa não tem cumprido regras de conteúdo local, não teria condições de entrar agora em leilão e mostrou-se disposto a discutir regras que foram “postas em xeque”. (Pág. 10)

Imóveis – Trimestre com queda de 3% nos preços

A crise da economia bateu forte no setor imobiliário. Boletim FipeZap mostra o primeiro declínio de valores, após a expansão no crédito. O cenário será agravado com a mudança nas regras do financiamento anunciadas pela Caixa para imóveis usados. (Pág. 22)

PMDB, PP e outros partidos disputam 4,8 mil cargos

Furnas e Codevasf estão entre as estatais, agências reguladoras e autarquias com postos vários comissionados, muitos com altos salários, que representam fortes oportunidades de influência política para a base aliada do PT. (Pág. 3)

Olhar do Planalto

José Negreiros

LEVY DIALOGA MELHOR COM O SENADO

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, reuniu-se na hora do almoço de ontem com o presidente do Senado, Renan Calheiros, e alguns líderes da Casa para discutir uma proposta de acordo visando a votação do novo indexador das dívidas de estados e municípios. (Pág. 2)

Automania

Marcellus Leitão

FÁBRICA DE GENTE

Ao acionar a prensa e inaugurar a fábrica da Jeep, em Goiana (PE), ontem, a presidenta Dilma Rousseff marcava um novo momento na relação capital/trabalho no Brasil. Ao largo do foco no lucro e na construção esmerada de um (belo) carro, a nova planta revolucionou a região que a viu nascer sobre antigos e emblemáticos canaviais. (Pág. 16)

O mercado como ele é…

Luiz Sérgio Guimarães

DESATINO MONETÁRIO

A taxa de desemprego medida pelo IBGE subiu de 4,3% em dezembro para 5,3% em janeiro, 5,9% em fevereiro e 6,2% no mês passado. O rendimento real do trabalhador caiu 2,9% em março e já havia diminuído 2,7% em fevereiro. Sobre março do ano passado, a contração foi de 3,8%. Quem não perdeu o emprego está ganhando menos. (Pág. 21)

Ponto Final

Octávio Costa

O QUE DIZER NO 1º DE MAIO?

Se ainda não ajudou a equilibrar as contas nacionais, o ajuste fiscal comandado pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, começa a mostrar seu lado mais perverso. Ontem, foram divulgados dados que comprovam a forte desaceleração da economia. (Pág. 32)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Supremo livra da cadeia empreiteiros da Lava Jato

Nove executivos investigados no esquema de corrupção na Petrobras cumprirão prisão domiciliar

O Supremo Tribunal Federal decidiu livrar da cadeia nove executivos e funcionários de empreiteiras envolvidos no esquema de corrupção na Petrobras. Após cinco meses e meio presos no Paraná, os nove investigados na Operação Lava Jato serão transferidos para o regime de prisão domiciliar. Eles terão de usar tornozeleira eletrônica, além de entregar os passaportes. A decisão foi tomada pela maioria (3 de 5) dos ministros que integram a segunda turma do Supremo, que se reuniu para analisar pedido de liberdade do presidente da UTC, Ricardo Pessoa, apontado como líder do cartel de empreiteiras envolvidas com o esquema. O relator do caso, ministro Teori Zavascki, entendeu que a prisão preventiva de Pessoa representa antecipação da pena e que o juiz Sérgio Moro não comprovou que haveria risco de fuga ou interferência na investigação. Ele foi seguido por Dias Toffoli e Gilmar Mendes. O ministro estendeu a decisão a executivos da OAS, da Mendes Júnior, da Camargo Corrêa, da Engevix e da Galvão Engenharia. Para ministros do STF e advogados, a ida de Pessoa para a prisão domiciliar poderá inibir delações. (Poder a6)

Indonésia executa mais um brasileiro por tráfico

À 0h30 desta quarta (horário local), a Indonésia executou Rodrigo Muxfeldt Gularte, 42, que entrou no país em 2004 com seis quilos de cocaína. É o segundo brasileiro executado em 2015. Do fuzil que o matou, na prisão na ilha de Nusakambangan, saiu um estampido alto e seco que assustou parentes de prisioneiros, relata o enviado Ricardo Gallo. “Daqui irei para o céu”, disse Gularte, segundo Leonardo Monteiro, diplomata do Brasil no país. (Cotidiano b1)

Endividada, firma do pré-sal busca US$ 9 bi na Ásia

Acionistas e executivos da Sete Brasil, a maior parceira da Petrobras no pré-sal, buscam recursos na Ásia para salvar a empresa. Endividada, ela não deve obter US$ 9 bilhões do BNDES. (Mercado a20)

Governo adota modelo de leilões usado por FHC

Para ajustar as contas, Dilma retomará cobrança por concessões de serviços públicos ao setor privado, a outorga onerosa. O modelo usado na gestão FHC era criticado pela presidente. (Mercado a15)

Mônica Bergamo

Apesar da decisão, empreiteiro ainda quer fazer delação

O empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, deve retomar as conversas com o Ministério Público para fechar acordo de delação premiada na Lava Jato. A diferença agora é que, fora da cela, ele poderá negociar submetido a uma pressão menor. (Ilustrada C2)

Editoriais

Leia “Novos ciclos”, a respeito de perspectivas futuras da economia do Brasil, e “Reação aconselhada”, acerca de consulta pública sobre reforma do Carf. (Opinião A4)

————————————————————————————

EBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.