Indonésia confirma que executará outro brasileiro

O brasileiro Rodrigo Muxfeldt Gularte, 42, sentenciado à morte na Indonésia por tráfico de drogas, foi notificado oficialmente neste sábado de que terá executado. Pelas leis locais, esse é o último passo burocrático para que, em um prazo de 72 horas, aconteça a execução. A defesa de Gularte, que tentará uma última apelação, busca provar que ele sofre de esquizofrenia. Se consumada, será a segunda execução de brasileiros na Indonésia neste ano — Marco Archer foi fuzilado em janeiro, também por tráfico de drogas…

———————————————————————————

O Globo

Manchete: Lentidão do TSE livra partidos de punições

60% das contas apresentadas desde 2004 ainda não foram julgadas

Apesar do descontrole, governo elevou as verbas do fundo que abastece as legendas de R$ 319 milhões para R$ 867 milhões

A lentidão no julgamento das contas partidárias pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já gera impunidade. Das 89 prestações de contas apresentadas pelos maiores partidos desde 2004, 60% ainda não foram julgadas. Dessas, 13 não podem mais resultar em punições porque prescreveram, revela Eduardo Bresciani. A demora é causada, entre outras razões, pela falta de estrutura do tribunal e pelo longo processo de análise. Apesar do descontrole, e da crise econômica, os recursos do Fundo Partidário foram elevados neste ano de R$ 319 milhões para R$ 867 milhões. (Págs. 1 e 3)

Crise do PT tira direita do armário (Págs. 1 e 4)

Terremoto no Nepal mata 1.500

Tremor de 7,8 graus arrasa monumentos históricos, deixa mais de 4 mil feridos e atinge outros três países

Os nepaleses foram atingidos pelo mais violento terremoto dos últimos 80 anos na região. O tremor de 7,8 graus afetou ainda Índia, Bangladesh e Tibete, deixando cerca de 1.500 mortos e mais de 4 mil feridos. Monumentos considerados patrimônio da Humanidade pela Unesco, como a Torre de Dharahara e a Praça Durbar, em Katmandu. foram arrasados. Com dificuldades de comunicação, a Embaixada do Brasil no Nepal busca contato com brasileiros. (Págs. 1 e 40)

Avalanche no Everest causada por tremor deixa 18 mortos (Págs. 1 e 40)

Petrobras já admite mais atrasos em obras

Em entrevista ao GLOBO, o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, admite que a crise dos fornecedores da estatal, investigados pela Lava-Jato, pode atrasar obras. A Petrobras tentará recuperar os R$ 6,2 bilhões desviados pela corrupção. (Págs. 1 e 31)

ELIO GASPARI

Crise poderia abrir temporada de negócios da China (Págs. 1 e 8)

MÍRIAM LEITÃO

PT administrou estatal como se ela fosse do partido (Págs. 1 e 32)

Os cuidados na reta final do IR (Págs. 1 e 32)

‘Museu do Lula’ é alvo de inquérito (Págs. 1 e 14)

————————————————————————————

Veja

Manchete: Empreiteiro arrasta Lula para o meio do escândalo

Preso, Léo Pinheiro, da OAS, ameaça contar à Justiça o que sabe sobre o petrolão — e seu alvo é o ex-presidente. (Pág. 1)

Marta Suplicy: “O PT traiu os brasileiros” (Pág. 1)

Coronel confirma o tráfico de drogas e armas entre Bolívia, Venezuela e Irã (Pág.1)

————————————————————————————

Carta Capital

Manchete: Recuperação no horizonte

A situação da Petrobras é melhor do que a mídia gostaria e frustra quem sonha em devolvê-la ao projeto entreguista do governo FHC. (Pág.1)

Terceirização: Ainda incerto o desfecho da ofensiva do monarca Eduardo Cunha (Pág.1)

Supremo: O insuportável peso da toga imperial de Gilmar Mendes (Pág.1)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Venezuela por trás da propaganda

ZH vai a Caracas e mostra como, dois anos depois da morte de Hugo Chávez, o país enfrenta instabilidade política, inflação e crise de abastecimento. (Págs. 1 e Notícias 13 a 21)

A bola de neve que afunda as contas do RS

Crise nas finanças públicas que se arrasta há décadas agrava-se com a decisão de atrasar pagamento à União. (Págs. 1 e Notícias 22 e 23)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Manobras fiscais batem recorde sob gestão Dilma

Adotado desde FHC, artifício usa verba de benefícios sociais para cobrir contas.

O governo usa recursos da Caixa Econômica Federal destinados a benefícios sociais para cobrir suas contas desde o governo FHC. Mas foi sob Dilma que a manobra rompeu a casa do bilhão.

Segundo dados da instituição financeira, o banco chegou a ter déficit de R$ 3,6 bilhões em dezembro de 2013 só com seguro-desemprego.

Já na gestão do tucano FHC, o maior valor negativo foi de R$ 918 milhões em maio de 2000 com o pagamento desse benefício.

Sob Lula (PT), o rombo mais expressivo foi de R$ 750 milhões no final de 2007 para pagar abono salarial.

É responsabilidade do Tesouro repassar esses valores ao banco, mas o órgão tem atrasado as transferências. Segundo o Tribunal de Contas da União, a manobra da gestão Dilma (PT) é crime.

0 governo nega qualquer irregularidade. Para o senador Aécio Neves (PSDB-MG), a decisão do TCU justificaria um pedido de impeachment contra a presidente. (Págs. 1 e Poder A4)

Terremoto mata mais de 900 no Nepal

Um terremoto de magnitude 7,8 atingiu o Nepal neste sábado (25), deixou ao menos 900 mortos, destruiu centenas de casas e prédios históricos e causou uma avalanche no Everest.

O pior tremor a atingir a nação asiática em mais de 80 anos fez vítimas também em Índia, Tibete e Bangladesh, segundo as agências de notícias. O número de feridos chega a 1.700.

O epicentro do tremor ocorrido às llh56 (3hll em Brasília) foi a 77 km de Katmandu. Um grupo de brasileiros estava na região da avalanche. O Itamaraty diz não haver vítimas do país. (Págs. 1 e Mundo A13 e A14)

ANÁLISE IGOR GIELOW

Catástrofe afeta cultura riquíssima de país muito pobre (Págs. 1 e Mundo A14)

Indonésia confirma que executará outro brasileiro

O brasileiro Rodrigo Muxfeldt Gularte, 42, sentenciado à morte na Indonésia por tráfico de drogas, foi notificado oficialmente neste sábado de que terá executado.

Pelas leis locais, esse é o último passo burocrático para que, em um prazo de 72 horas, aconteça a execução.

A defesa de Gularte, que tentará uma última apelação, busca provar que ele sofre de esquizofrenia.

Se consumada, será a segunda execução de brasileiros na Indonésia neste ano — Marco Archer foi fuzilado em janeiro, também por tráfico de drogas. (Págs. 1 e Cotidiano C8)

Incentivo fiscal dá a ricos ânimo para doações, diz Soros

O megainvestidor George Soros afirmou em visita ao Rio que mudança na legislação fiscal incentivaria bilionários a fazer doações. Nos EUA, disse ele, metade do salário pode ser destinaria à filantropia e abatida do IR. Sua fundação, que gastou R$ 2,5 bi em 2014, atua contra os “efeitos danosos da guerra às drogas”. (Págs. 1 e Mercado B8)

Editoriais

Leia “Falta pedir desculpas”, acerca de balanço da Petrobras, e “Casuísmo à queima-roupa”, sobre projeto que altera o Estatuto do Desarmamento. (Págs 1 e Opinião A2)

————————————————————————————

EBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.