Plano de saúde cria barreira antes de aceitar idosos

O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) constatou que ao menos 5 dos 20 maiores planos de saúde de SP submetem idosos a consulta médica prévia antes de aceitá-los como clientes, o que é ilegal, relata Cláudia Collucci. A “entrevista qualificada” não é obrigatória, dizem empresas…

PayPal para exportar

A empresa americana de pagamento eletrônico está de olho no potencial de exportação das PMEs brasileiras. “Até 2018, o comércio global movimentará cerca de US$ 307 bi “, estima a diretora Melissa O’Malley…

 Desânimo e esperança

Entra eleição, sai eleição, tão certo quanto a noite chega ao fim do dia, as campanhas presidenciais são marcadas por baixarias. As denúncias se sucedem, desde o nível municipal até o Palácio do Planalto, que este ano entrou no circuito de campanha à medida que foram se perdendo ao longo do tempo as divisas entre o governar e o uso eleitoral do governo, entre o público e o privado na sua acepção mais ampla…

O Globo

Manchete: ONS prevê colapso no abastecimento de Rio e SP

Decisão do governo paulista de reduzir vazão de represa afetará 41 cidades

Segundo a ANA, medida poderá prejudicar Vale do Paraíba e até Região Metropolitana do Rio

A decisão do governo de São Paulo de reduzir a vazão da hidrelétrica de Jaguari causará o colapso no abastecimento de água de municípios paulistas e fluminenses atendidos pela Bacia do Rio Paraíba do Sul, alertou ontem o ONS, órgão responsável por coordenar a geração de energia no país. Segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), o Rio e a Região Metropolitana também serão afetados. A crise de energia levou a Eletrobras a ter um prejuízo de R$ 105 milhões no segundo trimestre. (Págs. 21 e 22)

Campos nega ter apoiado a mãe para o TCU: ‘Só torci’

Ao “Jornal Nacional”, o candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, disse não ver “nada de errado” na articulação que fez para eleger sua mãe ministra do TCU. “Só torci”, disse, propondo reforma para acabar com cargos vitalícios na Justiça. E negou contradições na aliança atual com Marina Silva e na oposição ao governo Dilma, que apoiara. (Pág. 3)

Brasileiro ganha o ‘Nobel da matemática’

O carioca Artur Avila, de 35 anos, foi anunciado como um dos quatro ganhadores da Medalha Fields, considerada o “Nobel da matemática”. É o primeiro brasileiro e a primeira pessoa da América Latina a receber a honraria, que reconhece o trabalho do pesquisador do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) na área de sistemas dinâmicos, também chamada de teoria do caos, como fundamental para o avanço da ciência. (Pág. 26)

Escândalo na Petrobras – Ex-diretor fez negócio da cadeia

Mesmo após ter sido preso na Operação Lava-Jato por sua ligação com o doleiro Alberto Youssef, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa virou sócio de um projeto de terminal portuário para atender à estatal. (Pág. 8)

Bancos serão investigados

O MPF investigará bancos que fizeram remessas para doleiros da Operação Lava-Jato. (Pág. 8)

Lobby influi em desculpa de Israel

Segundo o jornal “Haaretz”, empresa que tenta vender aviões militares ao Brasil pressionou presidente de Israel. Apesar das desculpas, Itamaraty ainda não decidiu reenviar embaixador. (Pág. 31)

Ministro descarta alta na gasolina

O ministro Edison Lobão descartou a possibilidade de um reajuste nos preços da gasolina a curto prazo. (Pág. 23)

Genoino cumpre pena em casa

Ex-presidente do PT condenado no mensalão, o ex-deputado José Genoino começou a cumprir prisão em regime aberto. (Pág. 9)

Tráfico e milícia barram candidatos

Traficantes e milicianos do Rio fizeram listas de candidatos proibidos de fazer campanha e cobram para permitir acesso a favelas. (Pág. 5)

Panorama Político – Ilimar Franco

A herança de Marina Silva

Os militantes que fizeram a campanha de Marina em 2010 não creem na transferência dos seus votos (19%) para Eduardo Campos. Eles projetam que os “marineiros” da classe média devem se dividir entre Aécio Neves e Campos. Os das redes sociais podem ir para Luciana Genro e engrossar os nulos. Os das mulheres pobres e evangélicas devem, em maior proporção, ir para a presidente Dilma. (Pág. 2)

Merval Pereira

Desânimo e esperança

Entra eleição, sai eleição, tão certo quanto a noite chega ao fim do dia, as campanhas presidenciais são marcadas por baixarias. As denúncias se sucedem, desde o nível municipal até o Palácio do Planalto, que este ano entrou no circuito de campanha à medida que foram se perdendo ao longo do tempo as divisas entre o governar e o uso eleitoral do governo, entre o público e o privado na sua acepção mais ampla. (Pág. 4)

Elio Gaspari

Wikipédia

Dizer que é impossível identificar os aloprados do Planalto é mais aloprado ainda e ameaça a segurança do país. (Pág. 18)

Zuenir Ventura

Wikipédia

Espionagem americana é pior que deturpar perfis de jornalistas? (Pág. 19)

Míriam Leitão – Inimiga tinhosa

É um erro pensar que ela já está vencida. Um mês de inflação zero e há quem considere que o problema foi resolvido. O IPCA do ano está em 3,8%, o que é, por exemplo, a taxa anual no México; em 12 meses, está no máximo permitido, 6,5%. A energia teve uma alta de 4,5% só em julho. Cidades como Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre e Curitiba estão com números em torno de 7% em 12 meses. (Pág. 22)

O ESTADO DE S. PAULO

Assessor de gabinete fez campanha para Aécio
Mais próximo assessor do senador Aécio Neves (MG) em suas viagens como candidato à Presidência pelo PSDB, o jornalista Luiz de Melo Alvarenga Neto deixou o cargo de secretário parlamentar do Senado em 31 de julho, 25 dias após o início oficial da campanha. A exoneração foi publicada nesta terça-feira pelo Diário Oficial da União.

Segundo o artigo 375 do regimento do Senado, compete ao secretário parlamentar “executar as tarefas de apoio administrativo ao titular do gabinete; (…) atender as partes que solicitam audiência; acompanhar junto às repartições públicas assuntos de interesse do parlamentar; e desempenhar outras atividades peculiares ao cargo”.

Luiz Neto tem acompanhado Aécio em quase todas as agendas como candidato em carreatas, passeatas e comícios. Questionado pelo Estado sobre a exoneração, Neto respondeu que não poderia falar porque estava “no meio de uma carreata”.

Benko nega uso eleitoral de CPI da Sabesp em São Paulo
Candidato do PHS ao governo paulista, o vereador Laércio Benko afirmou ontem que não transformará em palanque eleitoral a CPI da Sabesp, criada na semana passada na Câmara para apurar os contratos de fornecimento de água na cidade de São Paulo. O parlamentar, que vai presidir a comissão, foi o último candidato ao Palácio dos Bandeirantes a participar da série Estadão Entrevistas.

“Sob hipótese nenhuma”, afirmou o candidato ao ser questionado se tentará tirar proveito eleitoral da presidência da CPI que vai investigar contratos da Sabesp com a Prefeitura. “Vamos investigar porque o problema (de falta d’água) existe”, disse. “Não é uma CPI do partido A contra A, B ou C. Não será uma CPI de caça às bruxas. É um problema que nós vereadores temos que avaliar”, afirmou.

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete : OMS autoriza uso de droga contra o ebola

Diante da epidemia, a agência da ONU considera ético usar medicamento sem eficácia comprovada para combater a disseminação do vírus na África Ocidental. Decisão foi tomada depois de os EUA e a Espanha terem tratado três pessoas infectadas na Libéria. Duas delas apresentaram melhora. A outra morreu. (Pág. 15)

TRE nega registro a Arruda, que vai recorrer ao TSE

Por 5 votos a 2, o Tribunal Regional Eleitoral negou o registro de candidato para que José Roberto Arruda (PR) concorra ao Governo do Distrito Federal. Ele vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral e continuar a fazer campanha enquanto aguarda a decisão da Corte. (Pág. 17)

CEB quer aumento de 45% na conta de luz

A empresa pediu o reajuste à Aneel, que tem até 26 de agosto para analisar o pleito. Nos últimos meses, a agência autorizou correção de preços para 42 distribuidoras; o maior percentual foi de 34,41%. (Pág. 7)

Brasileiro ganha ‘Nobel de matemática’

Carioca, 35 anos e genial! Artur Avila conquistou a Medalha Fields, o maior pr~emio para profissionais dessa área no mundo. (Pág. 6)

Contadora-bomba vai ao Congresso

Meire Bonfim promete detalhar no Conselho de Ética da Câmara as operações ilegais do doleiro Alberto Youssef, preso pela PF. CPI da Petrobras também quer ouvir a testemunha. (Pág. 2)

Calote acelera e assusta comércio

Cada vez mais endividado, o consumidor está deixando de pagar as contas em dia. Segundo o SPC, o número de brasileiros que atrasou pagamento em julho cresceu 4,43% em relação a 2013. (Pág. 8)

EUA e Irã se unem para tentar salvar o Iraque (Pág. 12)

Brasília-DF

Denise Rothenburg – Primeiro movimento

O depoimento de Meire Poza, ex-contadora do doleiro Alberto Youssef, hoje ao Conselho de Ética da Câmara tem tudo para inibir a ação dos “amigos” de André Vargas e Luiz Argôlo. No caso de Vargas, um grupo do PT preparava um voto em separado para se contrapor ao pedido de cassação de mandato apresentado pelo relator, Júlio Delgado (PSB-MG). (Pág. 5)

Nas entrelinhas – Luiz Carlos Azedo

A economia está devagar quase parando. Há um cheiro de estelionato eleitoral no ar. É uma situação irreversível a curto prazo, segundo o Banco Central admite nas entrelinhas das análises. (Pág. 4)

Correio Econômico – Vicente Nunes

Mentira e eleições

Dia sim, outro também, a presidente Dilma Rousseff atribui aos pessimistas o fraco resultado da economia. Acusa-os de serem culpados pela falta de investimentos que poderiam incrementar o Produto Interno Bruto (PIB). Aponta-lhes o dedo quando dizem que a inflação alta minou o poder de compra das famílias. (Pág. 9)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete : Gênio brasileiro

Doutor aos 21 anos, Artur Avila, 35 anos, recebeu a Medalha Fields, o “Nobel” da Matemática. (Sua Vida | 26)

Doações reduzidas no início da campanha

Primeira prestação de contas de candidatos ao governo do Estado mostra queda de 69% em relação à largada em 2010. (Notícias | 10)

Genoino e Lamas deixam a prisão

Condenados do mensalão poderão cumprir restante da pena em casa. (Notícias | 9)

Terreno da Avipal

O destino das famílias retiradas de ocupação. (Notícias | 6 e 7)

Fraude em Canoas

Quadrilha embolsava valor de vagas em creches. (Notícias | 17)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete : EPE projeta 130 milhões de carros até 2050 no país

A estimativa faz parte do cenário econômico que servirá de base para definir a expansão da oferta de energia no Brasil. Segundo o documento divulgado ontem pelo órgão federal, responsável pelo planejamento do setor, o país terá uma taxa de 1,7 habitantes por automóvel, o equivalente à verificada em países europeus. A projeção considera um crescimento médio do PIB de 3,6% ao ano. (Págs. 8 e 9)

Números de julho melhoram, mas ainda não empolgam

Os primeiros indicadores da produção industrial no mês passado trouxeram ânimo ao governo, mas com cautela. Parte do resultado é creditado a motivo estatístico: a base de comparação é fraca, já que o desempenho econômico de junho ficou abaixo das expectativas. (Pág. 5)

PayPal para exportar

A empresa americana de pagamento eletrônico está de olho no potencial de exportação das PMEs brasileiras. “Até 2018, o comércio global movimentará cerca de US$ 307 bi “, estima a diretora Melissa O’Malley. (Pág. 13)g

Holding da Nextel indica concordata

Ao divulgar seus resultados, a NII Holding disse que, apesar dos esforços nos últimos meses, pode pedir proteção contra a falência. As ações da empresa despencaram 75,6% ontem. Em 2002, a companhia já havia pedido concordata. (Pág. 15)

OMS aprova uso de droga experimental

A Organização Mundial da Saúde autorizou a utilização de medicamentos ainda não inteiramente testados para tentar conter a epidemia, que matou ontem um padre espanhol. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu que não haja pânico. (Pág. 29)

Eleitores indecisos são 59% na capital paulista

Pesquisa de agência de propaganda mostrou que só 23% dos entrevistados possuem candidatos, enquanto 18% disseram que não comparecerão às urnas no dia 5 de outubro. (Pág. 3)

Dilma em ritmo de campanha nas obras

Presidenta montou uma agenda intensa de visita a projetos de infraestrutura, onde está gravando filmes para a propaganda eleitoral, e lançou o site “Brasil de Mudança”. (Pág. 4)

Mosaico Político – Gilberto Nascimento

MUDANÇAS NAS LICITAÇÕES

Está em tramitação no Senado o projeto de lei 559, cujo objetivo é reduzir os entraves para mais investimentos, inclusive internacionais, em infraestrutura no País. O diagnóstico é que os critérios de licitações sofrem alterações frequentes, a tramitação burocrática é complexa e a falta de planejamento de longo prazo reduz o interesse de grandes grupos estrangeiros em manter equipes técnicas permanentes no Brasil. (Pág. 2)

Ponto Final – Octávio Costa

SERÁ O FUNDO DO POÇO?

Em palestra ontem em São Paulo, o ministro do Desenvolvimento, Mauro Borges, afirmou que os efeitos da crise internacional já chegaram “ao fundo do poço”. Admitiu que houve impacto sobre o Brasil e ressaltou que o desafio de recuperação econômica global é o maior desde a Grande Depressão americana na década de 30. (Pág. 32)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Agência federal exige que SP libere mais água a usina

Técnicos da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) avaliam como inevitável uma punição à companhia energética de São Paulo, a Cesp, após a decisão do governo paulista de limitar a quantidade de água destinada à produção de energia sob a justificativa de priorizar abastecimento humano. Nesta terça-feira (12), a agência notificou oficialmente a companhia, ligada ao governo Geraldo Alckmin (PSDB), para que ela aumente a quantidade de água enviada da represa do rio Jaguari, onde ela opera uma usina hidrelétrica, para o rio Paraíba do Sul. Deu 15 dias para ela apresentar sua versão.

Segundo a Folha apurou, representantes da agência avaliaram que apenas uma medida mais drástica evitaria que outras companhias seguissem o exemplo da Cesp, desencadeando um efeito dominó capaz de gerar colapso no sistema elétrico. A punição pode ser advertência, multa de até 2% do faturamento anual e até a retirada da concessão da usina. Integrantes do governo Dilma Rousseff (PT) dizem que inclusive uma intervenção não pode ser descartada.  (Cotidiano C1)

Depoimento sobre propina no MA é enviado ao STJ
O juiz federal Sergio Moro enviou ao Superior Tribunal de Justiça nesta terça (12) o depoimento da contadora Meire Poza, que trabalhou com o doleiro Alberto Youssef, no qual ela diz que o governo do Maranhão pagou precatório de R$ 120 milhões à empreiteira Constran após políticos e servidores receberem R$ 6 milhões de propina. O Estado é governado por Roseana Sarney (PMDB).

O depoimento foi enviado ao presidente do STJ, ministro Felix Fischer, porque governadores só podem ser processados por essa instância. Se o STJ considerar que há indícios de crime da governadora, poderá abrir uma ação penal contra Roseana. A contadora é tida pela Polícia Federal como a principal testemunha do esquema de suborno do doleiro. Segundo ela, a própria governadora recebeu R$ 300 mil de propina da Constran.

Pela primeira vez, um brasileiro ganha o ‘Nobel de matemática’

O matemático brasileiro Artur Avila, 35, ganhou a Medalha Fields, popularmente conhecida como o “Nobel da matemática”. Nascido no Rio, Avila é pesquisador do Impa (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada) e o primeiro ganhador da América Latina. Receberá R$ 31,3 mil. (Ciência C5)

Tesoureiro do PT esteve em empresa de doleiro, diz PF
Um mês antes de a Polícia Federal realizar prisões e buscas da Operação Lava Jato, o tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto, esteve na sede de uma das empresas usadas pelo Alberto Youssef num esquema bilionário de lavagem de dinheiro, segundo as investigações. Questionado sobre sua presença na GFD Investimentos, em São Paulo, Vaccari admitiu conhecer Youssef e que foi ao local para encontrá-lo. Disse que foi embora ao saber que o doleiro não estava.

O petista afirmou “não ter relacionamento” com o doleiro, mas não explicou a razão pela qual foi procurá-lo. O relatório de investigação da PF reproduz o registro de entrada e saída de Vaccari na sede da GFD na manhã do dia 11 de fevereiro deste ano. A Lava Jato foi deflagrada em 17 de março, quando cinco doleiros foram presos, entre eles Youssef.  (Poder A4)

Campos diz não ver erro em articular ida de mãe ao TCU
O candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, afirmou que não vê “nada de errado” em seu empenho pessoal para eleger a mãe, Ana Arraes, como ministra do TCU (Tribunal de Contas da União), em 2010. À época, o presidenciável era governador de Pernambuco e foi o principal articulador da candidatura da então deputada federal à vaga vitalícia em um dos cargos mais cobiçados da Esplanada.

Em entrevista ao vivo nesta terça-feira (12) no “Jornal Nacional”, da TV Globo, Campos minimizou sua influência na eleição da mãe. Questionado se considerava ser “um bom exemplo para o país” ter usado “seu prestígio e poder em uma campanha para que um parente ocupasse um cargo público e vitalício”, disse que “simplesmente torceu para que ela ganhasse”. A atribuição do TCU é fiscalizar o governo federal.

Plano de saúde cria barreira antes de aceitar idosos

O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) constatou que ao menos 5 dos 20 maiores planos de saúde de SP submetem idosos a consulta médica prévia antes de aceitá-los como clientes, o que é ilegal, relata Cláudia Collucci. A “entrevista qualificada” não é obrigatória, dizem empresas. (Cotidiano C3)

Reajuste do preço da gasolina deve ficar para depois das eleições (Mercado B3)

Caixa financia Tesouro em repasse de benefícios sociais

A Caixa Econômica trava disputa com o Tesouro nacional em tribunal de arbitragem federal. O banco estatal está recebendo com meses de atraso os repasses relativos a pagamentos de benefícios sociais do governo, como seguro-desemprego e Bolsa Família. (Mercado B1)

Foto-legenda : De volta pra casa

José Genoino deixa a Vara de Execuções Penais, no DF, após ser informado sobre as regras do regime aberto de prisão; condenado a 4 anos e 8 meses no mensalão, o petista saiu do presídio após cumprir um sexto da pena. (Poder A6)

Entrevista – Fábio Harano

Ativista diz que polícia ‘plantou’ provas contra ele

Preso em manifestação na Copa e libertado 45 dias depois, quando laudos mostraram que não carregava explosivos no protesto, o estudante Fábio Harano, 27, disse a Mônica Bergamo que policiais “plantaram” provas contra ele e o espancaram. “Eu tava marcado”. (Ilustrada E2)

Tratamento ainda em fase de testes é liberado para paciente com ebola (Mundo A10)

Fernando Rodrigues

Prestação parcial de doações só vale para estatísticas. (Opinião A2)

Editoriais

Leia “É a produtividade”, a respeito de desafios para aumentar o crescimento do país, e “O jabuti se mexe”, sobre mudanças no prêmio literário. (Opinião A2)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.