Ministro propõe mais imposto a bebida e cigarro pela saúde – Planos de saúde ganham tempo – Check-up no Zé Gotinha – Cresce o roubo de carros – Teto salarial no serviço público vai a R$ 32,1 mil – Curto-circuito provoca apagão em 14 estados – PT retoma polêmicas da Era Lula – Dilma: para dar aumento ao Judiciário, só tirando do social…

O Globo

Manchete: Dilma: para dar aumento ao Judiciário, só tirando do social

Presidente envia pedido da Justiça, mas deixa desgaste para o Congresso

Sob pressão do Supremo Tribunal Federal, que não gostou de o governo ter deixado de fora do Orçamento de 2012 reajustes para a Justiça, a presidente Dilma Rousseff enviou ontem ao Congresso os pedidos de aumento para o Judiciário. Mas, sem esconder a contrariedade, deixou para o Legislativo e o próprio Judiciário o desgaste de aprovar os gastos de R$ 7,7 bilhões a mais para a classe, tirando de áreas sociais. “A inclusão de propostas grandes de reestruturação para o funcionalismo federal prejudicaria a efetiva implementação de políticas públicas essenciais, como as da Saúde, Educação e redução da miséria. Todavia, em respeito ao princípio republicano da separação dos Poderes (…) submeto à elevada apreciação deste Congresso Nacional as proposições anexas”, diz Dilma na mensagem. Pelos pedidos do STF, o salário de ministros da Corte subiria para até R$ 32 mil. Associações de juízes e promotores atacaram o governo, enquanto o presidente do STF, Cezar Peluso, ontem preferiu dizer apenas, em nota: “Página virada”. (Págs. 1 e 3)

PT retoma polêmicas da Era Lula

Dilma defende combate à corrupção em congresso do partido, e ex-presidente não toca no assunto

Em seu congresso aberto ontem, o PT retomou propostas polêmicas do governo Lula que já haviam sido descartadas pela presidente Dilma, como o controle da mídia. O texto a ser votado até domingo acusa a imprensa de integrar uma “conspiração” contra o governo. Os petistas evitam o termo faxina, considerado por eles uma “invenção” da mídia e da oposição, mas prometem apoiar ações contra a corrupção. Em seus discursos, Dilma foi enfática na defesa do combate aos malfeitos, enquanto Lula não tocou no assunto. Chamado de “chefe da quadrilha” do mensalão no STF, José Dirceu foi ovacionado pelos petistas. (Págs. 1, 11 e 12)

PIB reafirma perigo da inflação

A economia brasileira cresceu 0,8% no segundo trimestre em relação ao período de janeiro a março deste ano. O resultado ficou dentro das previsões. Em relação ao mesmo período de 2010, a expansão foi de 3,1%. O crescimento foi puxado principalmente por consumo das famílias e setor de serviços, com destaque para telefonia celular. A indústria ficou estagnada. Segundo analistas, o desempenho do PIB (Produto Interno Bruto, conjunto de bens e serviços produzidos no país) mostra que ainda há pressões inflacionárias e, por isso, criticaram o corte de 0,5 nos juros. (Págs. 1, 29 e 32 e Negócios & Cia)

Curto-circuito provoca apagão em 14 estados

Um curto-circuito na linha de transmissão que leva energia de Itaipu, no trecho entre Foz do Iguaçu e Ivaiporã, deixou parcialmente sem luz 14 estados das regiões Norte, Centro-Oeste, Sul e Sudeste ontem à tarde, durante 30 minutos. No Rio, o apagão atingiu bairros da Zona Norte. (Págs. 1 e 37)

WikiLeaks expõe fontes em documentos

O WikiLeaks divulgou 251 mil documentos diplomáticos na íntegra, revelando a identidade das fontes, e agora é alvo de uma briga com cinco grandes veículos, que condenaram o site (Págs. 1 e 40)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: PIB desacelera e Mantega diz que juro e imposto podem cair

Economia no segundo trimestre cresce 3,1% ante igual período de 2010, contra 4,2% no primeiro trimestre

O PIB desacelerou no segundo trimestre de 2011, por causa do fraco desempenho da indústria e da agropecuária. O ministro Guido Mantega (Fazenda) disse que o governo poderá adotar medidas fiscais – o que pode incluir corte de impostos e de juros – para garantir um crescimento de 5% no ano que vem. O câmbio valorizado, as medidas de contenção de crédito e a alta dos juros comprimiram a produção industrial do País. A expansão no segundo trimestre foi de 0,8% em relação ao trimestre anterior, sem influências sazonais. Em termos anualizados, corresponde a 3,2%. O PIB atingiu R$ 1,02 trilhão no segundo trimestre. Na comparação com igual período de 2010, a expansão no segundo trimestre foi de 3,1%, um recuo ante os 4,2% do primeiro trimestre. Vários setores se retraíram no período, como indústria, construção civil, indústria extrativa mineral e áreas como transporte e aluguel. O serviços tiveram o melhor desempenho, crescendo 0,8% (Págs. 1, Economia B1, B4, B5, 8 e B10)

Para Serra, BC não perde credibilidade

O ex-governador de São Paulo José Serra, disse ter achado “correta” a decisão do Banco Central de cortar os juros. Ao portal estadão.com.br, o tucano afirmou que não vê perda de credibilidade do BC. (Págs. 1 e Economia B14)

PT quer veto a concessões de rádio e TV a políticos

O PT quer proibir políticos e ocupantes de cargos públicos, durante seu exercício, de ter concessões e outorgas de meios de comunicação eletrônica, informam Vera Rosa e Wilson Tosta. O partido pretende ainda vedar formas de concentração empresarial no setor que levem a abuso de poder econômico, como a propriedade cruzada – na qual um grupo opera rádio, TV, internet e jornal impresso na mesma região. O veto é um dos pontos da proposta de resolução que o presidente do PT, Rui Falcão, apresentará ao 4º Congresso Nacional do partido, aberto ontem. (Págs 1 e Nacional A4)

PT aclama “guerreiro” Dirceu

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula aparecem na abertura do Congresso do PT, mas o mais ovacionado foi o deputado cassado José Dirceu, aplaudido de pé pelos militantes e chamado, aos gritos, de “guerreiro do povo brasileiro”. (Pags. 1 e Nacional A4)

Pasto domina área desmatada na Amazônia

Imagens de satélite mostram que a pecuária é o principal fator de desmatamento na Amazônia. De acordo com dados do estudo feito em parceria pelo Inpe e pela Embrapa, dos 719 mil km² de vegetação abatida até 2008, cerca de 62% são ocupados, hoje, por pastagens. Outros 20% passam por processo de recuperação natural da vegetação. A agricultura, sobretudo destinada à produção de grãos, ocupa menos de 5% da área total desmatada. (Págs.1 e Vida A26)

46,7% das áreas desmatadas na Amazônia viram pasto limpo, onde só há grama.

Rebeldes temem que Kadafi consiga fugir (Págs. 1 e Internacional A14)

Tuty Vasques

A marcha das Jaquelines

Se fracassarem as marchas contra a corrupção convocadas par o 7 de Setembro, estará em jogo o poder de mobilização da internet. (Págs. 1 e Cidades C10)

Notas & Informações

O consumo continua forte

Os novos dados da economia brasileira mostram a precipitação do BC ao cortar os juros básicos. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Teto salarial no serviço público vai a R$ 32,1 mil

O aumento reivindicado pelo Judiciário deve elevar para R$32,1 mil o vencimento máximo do funcionalismo público. Na tentativa de acabar com o mal-estar causado pela não inclusão do reajuste no Orçamento de 2012, a presidente Dilma jogou o problema no colo do Congresso Nacional. E, ontem, fez um alerta em mensagem ao Legislativo: para que sejam concedidos os reajustes que beneficiarão ministros do STF e servidores do MPU e do Judiciário, num total de R$7,7 bilhões em despesas, será preciso cortar dinheiro de áreas importantes como a educação e a saúde. Contrária ao aumento, disse que submeteu o pedido ao Congresso “em respeito ao princípio republicano da separação dos Poderes e cumprindo o dever constitucional”. Relator do Orçamento, o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) afirmou que, com os dados disponíveis hoje, não há recursos para atendê-lo (Págs. 1 e 16)

Sob a sombra de Dirceu

Na abertura do Congresso do PT, em Brasília, Lula se esforçou para transformar a presidente Dilma na grande estrela da noite. “Oito meses é muito pouco para quem irá governar por oito anos este país”, disse, tentando afastar as especulações de que ele já está em campanha para voltar em 2014. Ela foi gentil e negou ter recebido uma herança maldita dele. Os dois fizeram elogios ao ex-ministro José Dirceu, o mais aplaudido da noite. Alçado à condição de popstar, o petista acusado de ser o chefe do mensalão deu até autógrafos. (Págs.1, 2 e 3)

Consumo segura PIB e comércio abre 131 mil empregos.

O Brasil está crescendo em ritmo mais lento. A soma das riquezas do país foi de 0,8% no segundo trimestre de 2011, índice menor que o do início do ano (1,2%). A desaceleração só não foi maior porque o governo e as famílias gastaram muito. E pensando numa corrida às compras neste Natal, os lojistas prometem bater recorde na contratação de temporários. (Págs 1, 10 a 12 e Visão do Correio, página 18)

Clientes de planos sofrem novo revés

Empresas terão mais três meses para se ajustar à resolução que fixa prazos de atendimento ao consumidor (Págs. 1 e 15)

Agnelo dá Educação para o PT

Petista e professor da rede pública, Denilson Bento da Costa é o substituto de Regina Vinhaes no comando da pasta. Ela pediu demissão na quinta-feira alegando questões pessoais. O governador negou que houvesse pressão política para a saída de Regina. (págs. 1 e 25)

Candidatura de Brasília à abertura da Copa ganha apoio de 43 dos 81 senadores (Págs. 1 e Super Esportes, 7)

Crack dribla a polícia

Nem o plano de combate à droga lançado impediu ontem o tráfico e o consumo na zona central de Brasília. (Págs. 1 e 31)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Cresce o roubo de carros

Ladrões levaram em média 17 veículos por dia no primeiro semestre em BH

Levantamento da Polícia Civil revela que de janeiro a junho 3.100 veículos foram furtados (sem o dono presente) ou roubados (sob ameaça ou violência) na capital. O número de ocorrências é 22,6% maior do que as 2.528 registradas nos primeiros seis meses de 2010, quando a média foi de 14 carros subtraídos por dia. A região da cidade com maiores índices de furto e roubo de automóveis é a Noroeste (22% do total), seguida por Venda Nova (21%). (Págs. 1 e 21)

Check-up no Zé Gotinha

Comissão técnica internacional vai examinar o caso do menino de 1 ano e 4 meses, do Sul de Minas, que teria contraído paralisia infantil depois de tomar a vacina contra a doença. O objetivo é verificar se o medicamento, de fato, causou a doença. O Ministério da Saúde estuda, a partir do ano que vem, combinar a vacina oral (com vírus atenuado) e a injetável (com vírus inativo). (Págs. 1 e 23)

PIB brasileiro segue a passos de caranguejo

Expansão do Produto Interno Bruto avança 0,8% no segundo trimestre e mostra que a economia está andando de lado. Bovespa reagiu com queda ao resultado e a dados negativos de desemprego nos EUA. (Págs. 1,11 e 12)

Pepino do reajuste do Judiciário fica para o Congresso

Presidente Dilma manda mensagem de adendo ao Orçamento de 2012 deixando para os parlamentares a responsabilidade de dar aumento à magistratura e ao Ministério Público, cujo impacto é de R$7,7 bilhões. (Págs. 1 e 3)

Pane em furnas causa apagão em quatro regiões do país (Pág. 1 e 15)

Esfera feita pela UFOP leva medicamento ao alvo certo (Págs. 1 e 18)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: R$ 1,98 bilhão para as rodovias estaduais.

Megaprojeto de recuperação da malha foi anunciado ontem pelo governo. Meta é recuperar, implantar e duplicar 73 das 142 PEs. Para o governador Eduardo Campos, não é um plano de estradas, e sim uma estratégia de desenvolvimento. (Págs. 1 e Cidades 8)

Planos de saúde ganham tempo

ANS adia por 90 dias entrada em vigor da norma que define prazos para atendimento de beneficiários. (Págs. 1 e Economia 1)

34º Intercom discute os papéis da mídia (Págs. 1 e Caderno C1)

José Dirceu é aclamado de pé pelos petistas

Ex-ministro, apontado como chefe do mensalão, foi o mais aplaudido na abertura do Congresso Nacional do PT. (Págs. 1 e Páginas 3 a 5)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Ministro propõe mais imposto a bebida e cigarro pela saúde

Em sua passagem por Canoas ao lado da presidente Dilma, que defendeu elevar os recursos para a área, Alexandre Padilha prometeu levar aumento de tributação em alguns setores ao Congresso (Págs. 1 e 8)

Campo em paz com Dilma

Expointer 2011

A programação do sábado no parque

Como escapar da lentidão no trânsito

Competição para jovens e cavalos crioulos

Código Florestal pode sofrer novas mudanças

Ao creditar ao desempenho do campo o bom momento da economia do país, presidente foi aplaudida no parque da Expointer (Págs. 1, 4, 5, 20, 22 e 24)

Protestos: PMs rebeldes ignoram apelos (Págs. 1 e 38)

Efeito PIB: Juros e impostos podem baixar (Págs. 1 e 26 e 30)

Terremoto: Tremor argentino é sentido no RS (Págs. 1 e 32)

Imprensa: Entidades repudiam censura à RBS (Págs. 1 e 14)

Clipping Radiobrás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.