Supermercado não pode mais vender remédio; Presidente Dilma vetou ontem comercialização de medicamento para impedir que haja estimulo à automedicação. – Pressionado, Congresso discutirá divulgação de salários; Enquanto os sindicatos protestam contra a publicação dos vencimentos do funcionalismo, que está previsto na Lei de Acesso, a Câmara e o Senado, antes resistentes à medida, admitiram debater o tema. O Executivo e o Judiciário já anunciaram que tornarão públicas as informações… – Brasília se indignou; 0 14° e o 15° são um sintoma de como funciona o poder no Brasil. Esta é uma maneira muito baixa de roubarem o nosso dinheiro”…

O Globo

Manchete: Mensalão deverá ir a julgamento em agosto

Ministro revisor, Lewandowski planeja entregar voto em junho

O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski trabalha para concluir até meados de junho seu voto sobre o mensalão. Nesse caso, o julgamento do processo, o maior da história do Supremo, deverá começar em agosto. “Este ano ainda julgaremos. A expectativa é não só dos ministros, mas da sociedade e também minha”, afirmou Lewandowski. O STF tem recesso marcado para julho, e o julgamento deverá durar pelo menos um mês. São 38 réus e mais de 50 mil páginas de autos. A ministra do STF Cármen Lúcia, que também é presidente do TSE, disse que está pronta para votar sobre o mensalão assim que entrar em pauta. (Página 1 e 3)

Contra o crack, favela é ocupada no Rio

Força Nacional de Segurança ficará no Morro Santo Amaro até a chegada de UPP

Cerca de 150 agentes da Força Nacional de Segurança ocuparam ontem o Morro Santo Amaro, no Catete, para a implantação do programa federal de combate ao crack. Eles vão ficar na favela até a chegada de Policiais civis e militares, além de agentes da Secretaria municipal de Assistência Social, também participarão da operação, na qual foram recolhidos 101 usuários de droga, sendo 12 adolescentes. (Página 1 e 16)

BC: economia encolhe pelo terceiro mês seguido

O PIB do país encolheu 0,35% em março, na terceira queda seguida, de acordo com o Banco Central. Diante disso, o governo prepara medidas para estimular o crédito e reaquecer a economia. Ontem, o BC atuou para frear o dólar, mas a moeda fechou em alta de 0,64%, a R$ 2,019 (Páginas 1, 33 e 34)

Prosa e Verso/ Retratos de Getúlio

Um político tão importante quanto controverso, Getúlio Vargas tem sua trajetória analisada em novos livros, entre eles o primeiro de três volumes de biografia assinada por Lira Neto. (Pág. 1)
————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: PIB do BC cai de novo e aponta baixo crescimento

Previsão da atividade econômica é ainda pior do que esperavam analistas e governo; indústria lidera queda

O ritmo da economia está pior que o imaginado. Indicador divulgado ontem pelo Banco Central, considerado uma prévia do PIB, mostra que a atividade econômica cresceu 0,15% no primeiro trimestre ante o último trimestre de 2011. Em março, o índice caiu 0,35% na comparação com fevereiro, na terceira queda seguida. O ritmo lento é explicado especialmente pela indústria – entre as causas, está o desempenho do setor de caminhões, cuja produção caiu drasticamente em razão de mudança na lei ambiental. No governo, o número foi recebido com pessimismo, e a previsão para a economia no semestre está sendo revisada para baixo. Entre analistas, o dado reforçou previsões de que a expansão do PIB de 2012 será igual ou até menor que os 2,7% de 2011 e de que os juros continuarão a cair. (Economia/Páginas 1, BI e B3)

Banco Central volta a intervir no câmbio, mas dólar passa de R$ 2

O Banco Central voltou a intervir no mercado cambial ontem quando o dólar estava prestes a atingir R$ 2,06. O BC fez um leilão que equivale à venda de dólares no mercado futuro, operação que não era realizada desde 28 de outubro. A moeda fechou o dia valendo R$ 2,02, alta de 1,05%. (Economia/Páginas 1 e B6)

Kassab recua e aceita abertura de shopping

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, voltou atrás e decidiu autorizar a abertura do Shopping JK Iguatemi, na Vila Olímpia (zona sul), mesmo sem a conclusão das contrapartidas para mitigar o tráfego na região. Depois de sustentar que a licença só seria dada com a construção de um viaduto, o prefeito justificou a decisão com o argumento de que “o shopping é muito importante para São Paulo”, (Cidades/Páginas 1 e C3

Apoio a Cabral pode tirar petista de CPI

O envio de mensagem de apoio, via celular, de Cândido Vaccarezza (PT- SP) para o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), irritou integrantes da CPI do Cachoeira e fez crescerem as pressões para que o deputado seja afastado da comissão. Lideranças petistas não falam abertamente, mas esperam que Vaccarezza tome a iniciativa de deixar a CPI. (Nacional/ págs. 1 e A12)

CELSO MING/ As montadoras querem mais.

Este governo, nascido em grande parte da luta sindical do ABC, se mostra especialmente vulnerável às pressões das montadoras. (ECONOMIA/PÁGS. 1 E B2)

DAVID BROOKS/ A era da inocência

Agora, políticos democráticos adotam a mentalidade de executivos do marketing. Dê ao freguês o que ele deseja. O freguês sempre tem razão. (VISÃO GLOBAL /PÁGs.1 e A20
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Brasília se indignou

Cresce o repúdio ao 14° e ao 15° salários embolsados por deputados federais. A manchete “Abaixo”. A Mordomia foi o assunto mais tuitado do dia na cidade.

“O que eles ganham já é muito. A gente não está rasgando dinheiro para sustentar esses caras a pão de ló ”. BBi Ribbeiro, dos Paralamas

“Os políticos precisam entender que não são donos do país. Eles trabalham para o país e são pagos pelo povo brasileiro”. Ney Matogrosso, cantor e compositor

“Têm acontecido tantas coisas indecentes e eles teimam em continuar desse jeito. Enquanto isso, o cidadão comum não tem direito a nada” Dominguinhos, cantor e compositor.

“Em um país onde o salário mínimo é mínimo mesmo, é uma imoralidade que não tem tamanho”. Luiz Humberto, professor da UnB.

“0 14° e o 15° são um sintoma de como funciona o poder no Brasil. Esta é uma maneira muito baixa de roubarem o nosso dinheiro”. José Silvério Trevisan, escritor.

“Eles não merecem, pois não trabalham o suficiente para ganhar isso. Quem deveria receber a mais são os professores, por exemplo”. Digão dos Raimundos.(Páginas 1, 2 e 3)

Pressionado, Congresso discutirá divulgação de salários

Enquanto os sindicatos protestam contra a publicação dos vencimentos do funcionalismo, que está previsto na Lei de Acesso, a Câmara e o Senado, antes resistentes à medida, admitiram debater o tema. O Executivo e o Judiciário já anunciaram que tornarão públicas as informações. (Páginas 1 e 4)

Até o PT quer Vaccarezza longe da CPI (Páginas 1 e 6)

Economia vai crescer menos de 3%, aponta BC (Pág. 1 e 14)

Dilma proíbe remédio em supermercado (Páginas 1 e 11)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: A guerra dos vinhos

Tradicionais restaurantes e lojas de bebidas de BH estão retirando de suas cartas e prateleiras os vinhos nacionais. O mesmo se repete em outras capitais, num movimento iniciado pelo renomado chef Alex Atala, em São Paulo. O protesto é contra o pedido de salvaguarda ao produto brasileiro feito ao governo pelos produtores locais, que pode resultar em redução de cotas e aumento de imposto para importação.
Para quem trabalha com vinhos, a salvaguarda só beneficiaria meia dúzia de grandes produtores, em prejuízo do consumidor, que hoje tem acesso mais barato à bebida importada. Há pequenos produtores do Brasil que também são contra medidas de proteção e pedem a redução de tributos. Todos de olho num mercado em expansão, cujas vendas subiram de 10% a 15% nas últimas semanas com a chegada do frio. (Páginas 1 e 12)

Servidores do TCE vão a hotel-fazenda E NÓS PAGAMOS A CONTA

A regalia do fim de semana com tudo pago, inclusive o transporte, num resort de luxo na Grande BH (D), foi dada a 445 funcionários do Tribunal de Contas do Estado ao custo de R$336.574, fora o aluguel dos 15 ônibus. Eles foram participar do evento “Repensando o tribunal: o olhar do servidor”, voltado à capacitação e interação entre setores. Na volta, dois dias de folga para todos. (Páginas 1 e 3)

Acidente em MG este ano já custam R$ 355 milhões

Cálculo do Dnit, incluindo todas as despesas, é de que cada desastre gera gasto médio de R$ 53,4 mil.(Pág. 1)

Minas lidera abuso sexual em rodovias

0 Mapeamento dos Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes feito pela Polícia Rodoviária Federal mostra o estado à frente, com 252 localidades, 89,47% a mais que há dois anos (133). A BR-116 é a mais crítica no Sudeste. (Pág. 1)

O que restou da antiga ferrovia Bahia-Minas (Pág. 1)

Descaso leva à morte 2 operários em Confins (Pág. 1)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Menos exploração sexual nas estradas

Com uma queda de 77%, Pernambuco teve a maior redução do País no número de locais de abuso a menores nas BRs. Minas, Pará e Goiás são os Estados mais vulneráveis a este tipo de crime. (Págs. 1 e Cidades 2)

Seca devastadora em 97 cidades

Balanço oficial mostra mais da metade de Pernambuco em estado de emergência por causa da estiagem. (Págs. 1 e Capa Dois)

Contagem regressiva para o PT do Recife (Páginas 1 e 4)

Filiados decidem amanhã quem será o candidato a prefeito do partido. João da Costa e Rands aparentam confiança. (Págs. 1 e 4)

Comissão da verdade é alvo de pressão

Presidentes dos Clubes Militares emitiram ontem nota conjunta exigindo investigação sobre mortes nas tropas. (Págs. 1 e 7)

Infraestrutura no Nordeste terá R$ 4,8 milhões

Verba vai para o Programa de Desenvolvimento Produtivo, tema do encontro de governadores em Fortaleza, ontem. (Págs. 1 e Economia 1)

Ibura é o bairro mais ameaçado pela dengue

Com o crescimento de 647% no número de casos da doença no Recife, região da Zona Sul é a mais preocupante. (Págs. 1 e Cidades 8)

Supermercado não pode mais vender remédio

Presidente Dilma vetou ontem comercialização de medicamento para impedir que haja estimulo à automedicação (Págs. 1 e 10)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Aperto do crédito eleva estoque de automóveis

Revendas atraem consumidores com promoções, mas esperam medidas do governo, que já estaria admitindo aliviar impostos e aumentar o número de prestações. (Págs. 1 e 18)

Concurso do magistério: para especialistas, prova foi adequada

A pedido de ZH, professores analisaram as questões de português da seleção que reprovou 92% dos candidatos. (Págs. 1 e 26)

Eleições 2012: PT da Capital quer manter Villaverde

Candidatura segue, apesar da pressão do comando nacional. (Págs. 1, 10 e 12)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.