A Polícia Federal investiga o prefeito eleito de Reserva do Iguaçu (130 km ao sul de Guarapuava), Emerson Julio Ribeiro (PSDB). As investigações da PF apontam indícios de compra de votos. Nesta quarta-feira (14), o político foi levado para a Delegacia da PF em Guarapuava, onde foi ouvido.

De acordo com o delegado Maurício de Brito Todeschini, eleitores teriam recebido dinheiro em espécie e também teriam abastecido mediante vales-combustíveis entregues pelo candidato e apoiadores.

O delegado não detalhou as provas que foram colhidas, mas ressaltou a relevância do material que foi levantado.

“Ouvimos hoje o prefeito eleito e não houve nenhuma confissão. Ele tentou justificar as provas, mas os indícios de que houve compra de votos são bem fortes”.

Durante a manhã de hoje, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela 160ª Zona Eleitoral de Pinhão, em cinco residências e em dois postos de gasolina. Foram apreendidos documentos diversos, computadores e telefones celulares.

Além de Emerson, outras duas pessoas foram conduzidas para Guarapuava para serem interrogadas. Entre elas, um cabo eleitoral e um irmão do prefeito eleito, que é dono de um dos postos combustíveis.

Todeschini informou que esperar concluir a investigação até o final do ano. Em seguida, o processo será encaminhado à Justiça Eleitoral.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

1 Comentário

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.