Cerca de 100 manifestantes protestaram ontem pela manhã em Cambé, contra o reajuste na tarifa do transporte coletivo metropolitano, gerenciado pela empresa TIL Transportes Coletivos.

Com um reajuste de 8,33%, a tarifa entre as linhas de Cambé, Londrina e Ibiporã passou de R$ 2,40 para R$ 2,60, vigorando a partir de ontem, feriado do Dia do Trabalhador.

Os usuários foram avisados por meio de avisos colocados dentro dos ônibus. O reajuste anual é determinado com base na planilha de custos elaborada pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER), do Governo do Estado e é motivado pela elevação no preço do combustível e por custos na folha de pagamento dos funcionários da empresa de transporte. No ano passado, a tarifa subiu de R$ 2,15 para R$ 2,40.

A notícia desagradou usuários de Cambé, que foram às ruas para chamar a atenção da diretoria da empresa. Eles protestaram em frente a alguns ônibus e caminharam até a garagem da TIL.

Os manifestantes não concordam com o reajuste, uma vez que, segundo eles, falta estrutura adequada no Terminal da cidade e nos próprios ônibus. ”Queremos ter um terminal decente, com banheiros, bebedores e cobertura”, disse o estudante Paulo Daniel, que participou do protesto com a mãe Edna Bezerra, auxiliar de cozinha. ”A iniciativa tem que ser apoiada, pois nós temos que lutar por aquilo a que temos direito”, afirmou Edna.

Claudinei da Silva, que está afastado do trabalho por problemas de saúde, também fez questão de participar da manifestação. ”Pago cerca de R$ 20 por semana para ir até Londrina fazer fisioterapia e consultas médicas. Eu acho muito caro. Nós estamos pagando um valor alto para receber muito pouco. Nosso terminal precisa ser melhorado urgentemente, pois as condições atuais são difíceis até para os próprios funcionários”, reclamou.

No terminal, a equipe da FOLHA constatou que não há cobertura suficiente, não há bebedouros e os banheiros estão em condições precárias, sem papel higiênico, com infiltrações em algumas paredes e um dos vasos sanitários quebrado.

Uma das organizadoras do manifesto, Karina Lisboa também ressaltou que muitas linhas estão operando somente com motorista, o que acaba atrasando o trajeto em horários de pico. ”O motorista acaba não dando conta ou fica sobrecarregado”, afirmou a estudante, que mobilizou as pessoas através de uma página criada na rede social.

Em decorrência do feriado de 1º de Maio, ninguém foi localizado na empresa TIL Transportes Coletivos para comentar o assunto.

Rodoviário

Algumas passagens de ônibus rodoviários e intermunicipais no Paraná também tiveram reajustes de até 8,33%, a partir de ontem. Com os novos valores, a tarifa mínima para percursos de até 15 km passa de R$ 2,66 para R$ 2,84.

Os passageiros que saírem de Londrina sentido Ibiporã pagam, agora, R$ 2,60. Para Jataizinho, a passagem é de R$ 2,80, um aumento de R$ 0,20 em relação ao valor que era cobrado. Nas linhas rodoviárias, a passagem de Londrina a Maringá sofreu um reajuste de 6,84% e passa custar R$ 18,56. Já o trajeto Curitiba – Londrina subiu de R$ 66,86 para R$ 71,39.

http://g1.globo.com/videos/parana/t/paranatv-1a-edicao/v/estudantes-protestam-por-conta-do-aumento-no-preco-dos-passes-do-transporte-metropolitano/1927627/

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

3 COMENTÁRIOS

  1. ———USUÁRIO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE CAMBÉ——————–
    Prezado e Ex. Senhor Prefeito, e Poder Legislativo (vereadores)
    Temos a satisfação de convidar em caráter solene Vossa Senhoria para celebrar e participar conosco SIMPLES USUÁRIOS DO TRANSPORTE PÚBLICO de mais um dia abarrotado ,estressante e sufocante (e olha que nem, tá calor ainda !!) que passamos tanto de manha, quanto ao retorno aos nossos lares.Vamos nos divertir muito será momentos em que o se doar, e o compartilhar entre os presente (pois o lugar em que vc esta sentado tem que doar, o lugar que vc fica em pé tbem e até onde vc se segura nas freadas bruscas dos motoristas) sera algo muito nobre ….sua presença nos agraciará será de grande valía…. algo muito construtivo durante estes próximo 100 anos de existência desta Instituição. (TIL) que continuára maneira (intocável pelo poder público) e …. “muito ordeira e respeitosa”… a população cambeense……Contamos com sua presença ilustríssimos Senhores, este passeio ira nos aproximar ainda mais fazendo com que o poder público possa vivenciar a necessidade de urgencia nesta questão que esta sendo varrida para debaixo do tapete…!
    Agradecemos, desde já, (Caso no dia não haja condições financeiras para o passeio entre em contato pois de fato o valor da passagem em relação ao serviço é “um pouco” salgado…mas com certeza de repente podemos até fazer uma vaquinha,,!…….. os horarios e locais…….. “Terminal Urbano e Intermunicipal de Cambé ( em frente a Prefeitura de Cambé)” ou Avenida Leste Oeste em frente ao Terminal Urbano de Londrina sera entre as 06:30 e 08:00 da manha e com chegada entre as 17:00 e 19:00 em caso de imprevisto ou falta de tempo só dê uma passadinha em frente a estes locais e dê uma acenada para os participantes desta maratona.. só não ligue se ouvir um ou outro xingamento..!) ………Aproveitamos o ensejo para reiterar a Vossa Senhoria nossos protestos de apreço e consideração e protesto e indignação e mais protesto e indignação,
    Atenciosamente,

  2. É ISSO AI TARDIOLE. TEM QUE APROVEITAR DESTES TROXAS MESMO. VC É QUE ESTA CERTO. NOMEOU O CUNHADO NA PMC ENTRE OUTRAS COISAS E AGORA TA NO YOUTUBE CANTANDO: “PAVINATO SEU FROXO”. KKKK PIOR FOI O NEI DO GAS FAZENDO SEGUNDA VOZ NO CORO. MOSTRA QUEM É QUE MANDA TARDIOLE.

  3. Valeu a iniciativa da população usuária do transporte coletivo em Cambé em realizar esta paralisação contra o aumento da tarifa do ônibus. Sabemos que a Til Transportes Coletivos nunca atendeu as necessidades da população. Os horários não escassos, ônibus sem conforto, sem cobrador (para economizar), enfim. Qual a margem de lucro que a empresa não quer abrir mão. É claro que vivemos no capitalismo ferrenho, sem dó, nem piedade, mas, vamos colocar a mão na consciência (se é que existe). Onde estão os vereadores, o prefeito, esse pessoal todo? Chegou a hora povo da política de parar com a teoria e colocar a mão na massa. Façam algo real, antes de serem substituídos… e serão, com certeza, porque a população está de saco cheio!?…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.