Viaduto Bratislava sai do papel e promove integração definitiva de Cambé, no Norte do Estado

0
Construção do viaduto Bratislava, na BR-369, em Cambé, na Região Norte do Paraná. O investimento por parte do Governo do Estado é de R$ 13,5 milhões.

Edivaldo dos Santos, aposentado, 67 anos de vida e mais de 30 dedicados à construção civil, tem um compromisso quase que diário. Sozinho ou acompanhado do neto Davi Lucca, ele sempre que pode bate ponto no canteiro de obras do viaduto Bratislava, a intervenção urbana que promete acabar com o principal gargalo viário de Cambé, na Região Norte.

O investimento do Governo do Estado na construção é de R$ 13,5 milhões, com recursos do programa Avança Paraná, e a previsão é que a obra seja concluída ainda neste semestre.

Há um motivo especial para a peregrinação do ex-operário, algo que vai além de relembrar a época em que erguia paredes, armações e vigas. Foi exatamente naquele ponto da agitada BR-369, há mais de uma década, que ele perdeu três colegas da vida. Um motorista desatento, recorda, não obedeceu à sinalização e acertou em cheio o veículo que vinha pela via preferencial. Colisão daquelas, que nem a agilidade do serviço de socorro médico foi capaz de ajudar.

História triste, mas não exclusiva na cidade de cerca de 110 mil habitantes, na vizinhança de Londrina. “Esse cruzamento sempre foi muito perigoso. Eu perdi três amigos e conheço mais gente que sofreu com acidentes aqui. Por isso, por trazer mais segurança, é que essa construção é tão importante”, conta Santos.

O aposentado Elídio Sardi, por exemplo, escapou por pouco de outro acidente naquele cruzamento. “É complicado, passei apuros. À noite, não vi uma moto que vinha logo atrás do caminhão. Foi por pouco”, diz ele, que precisa usar o percurso diariamente para chegar à chácara, uma das tantas localizadas no Bratislava.

De acordo com a Prefeitura de Cambé, passam em média 26 mil veículos/dia pela rodovia que liga Londrina a cidades importantes da região como Arapongas e Rolândia, um dos trechos antes de desembocar em Maringá, já no Noroeste. Desses, cerca de 6 mil são veículos pesados.

“Era uma reivindicação antiga do povo de Cambé, uma obra para salvar muitas vidas”, destaca Sardi. “Essa integração vai facilitar a vida de muita gente”, acrescenta o engenheiro aposentado Wilmar Muller, com a experiência de quem passou mais de três décadas em diferentes países tocando projetos justamente para resolver gargalos urbanos e logísticos.

OBRA – O viaduto Bratislava está sendo erguido no km 163 da BR-369, na interseção da Avenida Brasil com a estrada Bratislava, em Cambé. O trecho integra o Contorno Sul do município e, de um lado, dá acesso à região central da cidade e também ao terminal rodoviário. Já no outro ponto da interseção em desnível está localizada a Estrada Rural Bratislava. Ela é a principal ligação com o Jardim Bratislava, região com mais de 5 mil habitantes.

O projeto contempla a construção de duas alças de acesso separadas, que darão continuidade à Avenida Brasil e à Estrada Bratislava, em um trajeto de aproximadamente 800 metros. Além disso, a BR-369 será rebaixada para formar uma trincheira.

Para o governador Carlos Massa Ratinho Junior, diante da gravidade do trânsito na região, a obra é simbólica para a administração estadual. “Era um compromisso que tínhamos desde o começo do nosso mandato. Estamos investindo muito e repensando o Paraná em termos de logística e infraestrutura para os próximos 30 anos. Cambé, Londrina, Ibiporã e todo o Norte do Paraná estão sendo contemplados com projetos que tornam o Estado mais eficiente”, afirma. “Rapidez, segurança, agilidade e mais vidas que são poupadas em razão desta obra”.

  • PARQUE HISTÓRICO  O viaduto vai melhorar também o acesso ao Parque Histórico Municipal Danziger Hof, um dos principais pontos turísticos de Cambé. A região também passou a ser um atrativo imobiliário, com a instalação de condomínios horizontais e a previsão de criação de um novo bairro residencial com mais de 300 lotes.

“Confirmamos o compromisso do Governo do Estado com a região Norte”, diz o secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex.

AGILIDADE – Como forma de dar celeridade ao processo, a obra segue o regime de contratação integrada (RDCI). O modelo, adotado pela primeira vez no Estado, permitiu ao Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) contratar, com uma única licitação, uma empresa ou consórcio de empresas para elaborar o projeto executivo e imediatamente dar início à execução da obra.

Construção do viaduto Bratislava, na BR-369, em Cambé, na Região Norte do Paraná. O investimento por parte do Governo do Estado é de R$ 13,5 milhões.

“Uma construção que indiscutivelmente reforça a agilidade do Governo do Estado em tirar as ações do papel. Vai intensificar o desenvolvimento econômico de toda a região, mas carrega principalmente o emblema do salvamento de vidas. Um viaduto para que pais, mães e avós não precisem mais chorar a morte de nenhum parente”, ressalta o prefeito de Cambé, Conrado Scheller.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.