AR-CONDICIONADO – Saiba quando ele interfere no consumo do combustível

574

O uso de ar condicionado é apontado com um dos vilões do alto consumo de combustível nos veículos. Será mesmo? Sim e não! Tudo depende da forma como o dispositivo do carro é utilizado.

VERDADE – Tenha em mente que o veículo com ar-condicionado é mais pesado (algo entre 10 e 40 quilos a mais). Isso já indica aumento de consumo. Seu compressor está sempre ligado ao motor, roubando potência e gastando mais. Porém, se o sistema estiver desligado, a polia eletromagnética terá desacoplado o compressor e o único aumento de consumo passa a ser a pequena cota da polia livre.

MITO – Ao trafegar com os vidros abertos, a aerodinâmica dos veículos fica prejudicada, aumentando o gasto de combustível do motor. Parte do ruído do vento que se escuta é provocado por essa perda aerodinâmica. Então, dirigir com ar-condicionado pode ser mais econômico?

VERDADE – Com os vidros fechados, a aerodinâmica melhora, economizando combustível. Se o percurso for prolongado, como numa viagem, o sistema trabalha em carga máxima nos primeiros minutos, mas logo reduz sua carga térmica. Depois, só faz a manutenção da temperatura alcançada e escolhida pelos usuários.

MITO – Agora, se o veículo rodar por pouco tempo ou estiver muito calor, o sistema do ar-condicionado vai trabalhar com sua máxima carga muito tempo e o consumo vai acabar aumentando.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *