Verdão vence o Atlético-PR nos pênaltis, conquista seu 36º título estadual e entra para história com seu segundo Tricampeonato.


Pode comemorar torcedor coxa-branca. Após 39 anos o Coritiba é Tricampeão Paranaense. E não foi nada fácil. Após empate sem gols no tempo normal, a decisão do título foi para a disputa de pênaltis, fato que aconteceu apenas duas vezes na história do estadual entre as duas equipes. E o Coxa levou a taça mais uma vez para o Alto da Glória.
Para a decisão, o técnico Marcelo Oliveira contou com o retorno do meia Rafinha, mas Willian ainda não foi liberado. Vanderlei, Gil, Emerson, Demerson, Lucas Mendes, Junior Urso, Tcheco, Everton Ribeiro, Rafinha, Roberto e Anderson Aquino.
Com todos os ingredientes de um grande jogo, a partida começou movimentada, com as duas equipes demonstrando muita vontade em campo. O time alviverde chegou com perigo, aos 12′. Tcheco levantou na área e Lucas Mendes desviou de cabeça, para defesa do goleiro Rodolfo, do Atlético-PR.
O Coxa pressionava com bolas paradas. Mais uma vez Tcheco levantou e dessa vez Demerson cabeceou pertinho. Aos 22′, após uma dividida com Zezinho, do Atlético-PR, Tcheco sentiu e precisou deixar o gramado. O técnico Marcelo Oliveira colocou Djair na equipe. O jogo fica equilibrado, com muita marcação no meio de campo, e com poucas chances no restante da primeira etapa.
Para o início do segundo tempo, Everton Costa, novamente relacionado, entra no lugar de Anderson Aquino. Logo aos 7′, o Coxa chega em jogada de bola parada. Rafinha cobra falta, mas a bola passa por toda a zaga e sai pela linha de fundo. Aos 12, de Everton para Everton, Ribeiro lança Costa que por pocuo não consegue o domínio na frente de Rodolfo e a zaga atleticana afasta o perigo.
O jogo pega fogo e o Coxa vai amadurecendo o gol. Primeiro Rafinha que recebe de Everton Costa bate para defesa de Rodolfo. Em seguida, Everton Ribeiro arrisca e a bola sai pela linha de fundo. O Coxa muda pela última vez e Lincoln entra no lugar de Rafinha.Aos 22′, Everton Costa recebe na frente, e vai passando pela marcação adversária, mas é desarmado quando entra na área.
E quando ele acerta, Rodolfo salva o Atlético-PR. Após cobrança de falta, Everton Costa sobe mais alto que a zaga e cabeceia com perigo, para defesa do goleiro adversário. Aos 43′ o Coxa chega a marcar, com Roberto, que recebe passe de Everton Ribeiro e manda para as redes, mas o bandeira já havia marcado impedimento. Foi o Coritiba quem continuou com melhor volume de jogo, mas no tempo normal nada de gols. Mesmo dono da melhor campanha, a decisão do título foi para a disputa de pênaltis.
Lincoln, Roberto, Junior Urso, Everton Costa e Everton Ribeiro cobraram para o Coritiba e fizeram para o Coxa e Guerron disperdiçou para o Atlético-PR.
Com o resultado o Coxa conquista seu 36º título da história e o Tricampeonato 2010/2011/2012. O elenco alviverde segue com os trabalhos e se reapresenta amanhã, já pensando na Copa do Brasil. O Verdão viaja amanhã mesmo para Salvador, onde na próxima quarta-feira (16), faz o primeiro jogo das quartas-de-final da Copa do Brasil, diante do Vitória.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.