Criança de 11 anos morre após ser atingida por bala perdida em Florestópolis

12

Uma criança de 11 anos, que comemorou aniversário dois dias atrás, foi baleada e morta no início da tarde desta sexta-feira (3) em Florestópolis, Norte do Paraná, enquanto estava no portão de casa. Dois homens trocavam tiros na rua e uma das balas atingiu o garoto Bruno Luduino, que chegou a ser encaminhada ao Hospital Municipal Santa Branca, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A mãe dele, Solange Liduino, passou algumas horas em observação, em estado de choque.

O comerciante Edson Carlos Ortega, que tem uma padaria na mesma rua onde morava o menino, contou que ouviu disparos de arma de fogo enquanto estava almoçando. “Tudo começou um quarteirão para baixo”, lembrou. De acordo com ele, dois homens, um conhecido como Elton e outro conhecido como Jiló, estavam brigando, trocando tiros um com o outro. “A briga mesmo começou ontem [quinta]”, disse.

Segundo Ortega, um tentou matar o outro na noite de quinta-feira (2). “Mas não conseguiram”, afirmou, referindo-se a uma espécie de “acerto de contas” entre os dois. Enquanto Elton e Jiló trocavam tiros na rua, o garoto Bruno brincava no portão de casa. “E a bala perdida acertou o menino na boca”, contou o comerciante. Ortega disse que saiu correndo e encontrou o garoto caído no chão. “Na hora pensei que era meu filho. Peguei o menino no colo para levar ao hospital e já tinha um carro com a porta aberta.”

Na hora em que segurou o colega do filho no colo, Ortega percebeu que o menino tinha ferimentos graves. “Não sou médico nem enfermeiro, mas ele estava sangrando muito. Notei que o olho dele estava querendo virar”, recordou. O vizinho levou a criança ao hospital antes mesmo que a ambulância tivesse chegado.

Bruno chegou com vida ao hospital e deu entrada na unidade às 13h10, segundo a enfermeira chefe, Ana Paula Oliveira. De acordo com ela, a criança foi entubada e imediatamente colocada na ambulância para ser transferida a Londrina.

A mãe de Bruno, Solange, acompanhou a viagem, mas tiveram de retornar no caminho, porque o menino não resistiu aos ferimentos e morreu dentro da ambulância. Em estado de choque, a mãe dele precisou ser medicada por pressão alta, e passou algumas horas em observação no hospital, sendo liberada por volta das 16 horas. De acordo com a enfermeira, a família toda está em estado de choque. “Até nós estamos arrasados, porque conhecemos a família.”

Elton

Durante o tiroteio, no qual participaram outras pessoas também, Elton chegou a ser baleado nas costas. “Ele correu se esconder no banheiro de casa. Depois que eu fui socorrer o menino, convencemos ele a ir ao hospital. Eu levei ele no hospital”, afirmou o comerciante Edson Carlos Ortega. Sem saber quem era, a enfermeira Ana Paula Oliveira confirmou que um baleado nas costas deu entrada na unidade. Segundo ela, o rapaz foi transferido para Porecatu.

Jiló teria fugido. O capitão Celso Andrade afirmou que, por volta das 17 horas, dois homens haviam sido presos: um baleado no rim, encaminhado para Londrina, e outro baleado de raspão na cabeça, que já estava detido na delegacia. Ele não soube dizer o nome dos suspeitos. “O pessoal está na correria [para encontrar os bandidos].”

12 COMENTÁRIOS

  1. *Geeenteee..
    Pensaa aonde esse mundo vai paraar?
    Precisamos nos unir e efetivarr SEGURANÇA nessa cidadee….
    Quantas pessoas ainda teram quee morrer na mãe de vagabundos?Tudo isso porque ? DROGÀ?
    oo motiivo mair éh esse,
    Precisamos Denunciar, mas denunciar para quem? e porque? se ninguéem faz nada mesmo? ,DEVEEMOS aagir com a raaazão, vamos juntos fazer justiçã pelo BRUNINHO,
    vamos fazer de Florestópolis uma pequena ciidade de 12 mil abitantesss,ter taantas tragéedias ocooorrendo.
    POLICIAIS que honram a FARDA ísso é que precisamooos,
    BRUNOOO descança em PAZ Prrimoo…♥

  2. Foi-se o tempo em que se falava com orgulho essa frase: “quem já bebeu da água de florestópolis vai embora mas sempre volta”. Hoje cidade pequena mas com índice de criminalidade maior do muitas cidades com 3 a 4 vezes o seu tamanho, na minha opinião precisa aumentar o efetivo policial e fazer o serviço de investigação funcionar, pois tds sabem onde mora o problema, porém talves fiquem de mão atadas sem ter muito o que fazer, coloca a rone nas ruas e desarma éssa mulecada, pois a coisa mais difícil de se ver em florestópolis é alguém sendo revistado, vai em final de semana onde tem concentração de jovens, se der uma geral enche um carro de armas, acorda senhores políticos façam alguma coisa, quantos Brunos ainda terão que morrer p/ td isso mudar?
    Meus sentimentos a familia do bruno e que Deus os abençoe e conforte seus corações.

  3. queremos mais policias nessa cidade aqui

    será que a morte do meu primo vai fikar assim mesmo

    queremos justiça isso ke aconteceu foi pura covardiaa

    *puraa bandidagem do inféro quem fez isso tem que pagar

    BRUNO sinto muito sua falta primo

    você sempre vai fikar nos nossos corações Te amamos muito

  4. Geente éssa cidaade ta um verdadeiro inférno !

    oo coitaado do mlk numk fees mal a ninguen ee ainda

    acontéci uma tragédia déesas Pow faaala séerio..

    Esses policiamento daqui num préstaa paa nda msm heim..

    seeerá que a cidade tem ke ir de agua a baixo pra eles tomarem vergonha na cara ?

    Aii seu nicinho vee se arruma o policiamento daqui da cidade prq poxaa desse jeito num da as pessoas ja estão com medo de sair pelas ruas por causa desses bandidos !

    Brunoo fika com deus ae no céu mlk..

    oramos por voc !

  5. oi,sou amiga deele desde pequena cresci junto com elle na verdade . essa cidade qe nem a amanda diz e uma pouca vergonha nunca vi uma cidade de 16 mil habitantes so ter 2 policiais,e um menino inocente qe nem ele poder saiu no seu portão e morrer no lugar de vagabundos qe é isso qe eles são,mais nos todos queremos justiça eses bandidos vai pagar pela morte do nosso pequeno bruno qe hoje descansa em paz.
    saudades bruno,voçê ta fazendo muita falta .
    Florestopolis precisa de mais policiamento , e também uma reforma no hospital santa branca !

  6. Foi-se o tempo em que se falava com orgulho essa frase: “quem já bebeu da água de florestópolis vai embora mas sempre volta”. Hoje cidade pequena mas com índice de criminalidade maior do muitas cidades com 3 a 4 vezes o seu tamanho, na minha opinião precisa aumentar o efetivo policial e fazer o serviço de investigação funcionar, pois tds sabem onde mora o problema, porém talves fiquem de mão atadas sem ter muito o que fazer, coloca a rone nas ruas e desarma éssa mulecada, pois a coisa mais difícil de se ver em florestópolis é alguém sendo revistado, vai em final de semana onde tem concentração de jovens, se der uma geral enche um carro de armas, acorda senhores políticos façam alguma coisa, quantos Brunos ainda terão que morrer p/ td isso mudar?
    Meus sentimentos a familia do bruno e que Deus os abençoe e conforte seus corações.

  7. O problema não é quantos policias temos nas rua, a questão é..Quando as leis deste país irá mudar?
    O trafico, assassinato etc, esta cada vez mais banalizado. Idiotas como estes que atiraram, não andariam armados, se as penas fossem rigidas e cumpridas,o trafico de drogas não seria tão comum se reduzissem a maior idade,em paises como E.U.A. uma criança de 8 anos pode ser algemada e presa se cometer algum crime, mas aqui tudo pode, os 17 um vagabundo é preso no trafico e ri durante sua prisão pois sabe que irao solta lo em dois dias.
    ”Que Deus tenha piedade de nós” pois ai esta mais uma troca de politicos, e há pessoas dizendo que vão votar no Tiririca em forma de protesto, ”gente não façam isso” E´sta é uma das poucas oportunidades que temos pra tntar mudar algo no país,sejamos conciente e vamos pesquisar, estudar a vida destes candidatos que nos pedem voto, quem são eles, o que fizeram,o querem fazer.
    Que Deus abençoe e conforte este pais, familiares e amigos, que choram a dor da perca irreparavel, vitimas de um país chamado Brasil, país sem lei.

  8. Oi, sou namorada do Primo do Bruno,
    essa minha cidade esta perdidá,
    Faltaam policias, segurança para nossa cidade,
    MAS um crime impune?uma criança inocente, gente aonde vai parar esse mundo?
    Bruno descanse em PAZ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Eu Aceito a Política de Privacidade

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.