Rafael Silva é o mais novo integrante do grupo de medalhistas olímpicos do Brasil. O gigante de 155kg, chamado carinhosamente de Rafael Baby no mundo do judô, conquistou nesta sexta-feira a medalha de bronze da categoria dos pesados nos Jogos de Londres e fechou a campanha brasileira nos tatames da ExCel Arena com um total de quatro medalhas, sendo três de bronze e uma de ouro.

Depois de duas vitórias por ippon, Rafael Silva não conseguiu mais nenhum golpe – nem sofreu nenhum – nas suas três últimas lutas. Perdeu nas quartas de final por decisão dos árbitros, venceu na repescagem da mesma forma, e faturou o bronze por dupla punição ao sul-coreano Sung-Min Kim, quarto do ranking mundial, uma posição abaixo da dele. A luta foi até o golden score, quando o asiático recebeu sua segunda advertência, gerando um yuko para o brasileiro.

Com a medalha de Rafael Silva, o judô do Brasil atinge a sua meta para os Jogos de Londres. O objetivo era, na capital inglesa, ganhar quatro medalhas, exatamente o que aconteceu. Além dele, também subiram ao pódio Sarah Menezes (ouro até 48kg), Felipe Kitadai (bronze até 60kg) e Mayra Aguiar (bronze até 78kg). As metas de uma final e um ouro feminino também foram atingidos.

Rafael Silva, de 25 anos, atleta do Pinheiros, já vinha em ótima fase, faturando medalha nas cinco últimas competições das quais participou no Circuito: foi campeão pan-americano e do Masters (que reúne os oito melhores do mundo), prata na etapa chinesa do Grand Prix e no Grand Slam de Paris e bronze no Grand Slam de Tóquio. Em Londres, manteve o retrospecto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.