16.4 C
Cambé
sábado, julho 20, 2024

MANCHETE DOS JORNAIS DESTA TERÇA-FEIRA, 31 DE OUTUBRO DE 2023

0:00

Escute a noticia. Clique no Player acima!


Cidades de SC e PR registram chuvas recordes em outubro
Previsão é que temporais continuem; vazão das Cataratas do Iguaçu aumenta. A quase dois dias do fim do outubro, cidades de Santa Catarina e do Paraná já registram os maiores volumes de chuva para o mês desde o início das medições. (Folha)

O ESTADO DE S.PAULO

  • ‘Seria ruim deixar a reforma para 2024’
  • Padilha diz que projeto pode ter trechos vetados
  • País cria 211,7 mil novas vagas com carteira assinada em setembro
  • ‘Fundo verde’ do BNDES pode avançar na Câmara
  • Meta de 2024 será tema de reunião com parlamentares
  • Relator diz que vai discutir inclusão do agro em projeto
  • Haddad diz que ‘erosão tributária’ é obstáculo para déficit fiscal zero
  • Haddad anuncia dois novos nomes para a diretoria do BC
  • Mercado vê nova redução de 0,5 ponto na taxa Selic
  • Ações contra União representam risco de R$ 4 tri, calcula Tesouro
  • Haddad evita confirmar déficit zero e indica que pode antecipar medidas
  • Enem: candidato alocado a mais de 30 km de casa poderá pedir reaplicação
  • Ação da PF prendeu 17 por esquema em Cumbica
  • PF vê nova prisão indevida após troca de etiqueta de mala
  • Contrato para internet da Starlink, de Elon Musk, é investigado no Amazonas
  • Juíza condena vereador de SP por antissemitismo
  • Falta de verba ameaça segurança do País, diz comandante da Marinha
  • PF contradiz hacker sobre Pix de assessor de Zambelli
  • Raquel Landim: A visão distorcida de Lula sobre o papel do Estado
  • PGR se opõe a decisão de Toffoli que atende Moraes em caso de aeroporto
  • A tribulação de Haddad

FOLHA DE S.PAULO

  • Especialistas temem ainda mais exceções na Tributária
  • Brasil cria 211 mil vagas de emprego formal em setembro
  • Economistas aumentam previsão dos juros futuros de 2024 e 2025
  • Juro futuro sobe e derruba Bolsa com receio por cenário fiscal
  • Petrobras convoca assembleia para votar mudança em indicações
  • Ministro colombiano diz que seu país não explorará petróleo na Amazônia
  • Argentina vive crise da gasolina com filas e postos fechados
  • Importante é o crescimento, o fiscal se ajusta, afirma Ana Botín, presidente do Santander
  • Pacheco defende ministro e fala em seguir meta estabelecida
  • Haddad não garante déficit zero; Bolsa cai e juros sobem
  • Lula ignora diversidade em indicações, e órgão terá só uma diretora em 2024
  • Padilha reforça que projeto de desoneração da folha pode ser vetado
  • Economistas elogiam escolha ‘técnica’ dos novos diretores
  • Governo anuncia professor e servidor para diretorias do BC
  • Arminio: risco é BC reduzir ritmo de corte de juro
  • Brasil doa alimentos produzidos pelo MST para a Faixa de Gaza
  • Pedir cessar-fogo é demandar que país se renda ao terrorismo, diz Netanyahu
  • Israel faz maior bombardeio e atinge 600 alvos em Gaza; tanques avançam
  • Anvisa aprova droga que previne vírus da bronquiolite em bebês
  • Congresso ignora municípios mais pobres ao destinar emendas da Saúde

O GLOBO

  • Ministro indica que não diminuirá gastos para chegar ao déficit zero
  • Petrobras marca votação do estatuto para 30 de setembro
  • País pode entrar em ciclo virtuoso, diz Ana Botín, do Santander
  • País cria 211,7 mil vagas formais em setembro, queda de 23,8%
  • Haddad anuncia novos diretores do Banco Central
  • Dólar sobe a R$ 5,04, e Bolsa recua 0,68%
  • Haddad tenta manter meta de déficit zero em 2024 após fala de Lula
  • Um ano após eleição, polarização se ampliam com Lula e aumenta a rejeição
  • Pacheco: Parlamento vai contribuir com meta
  • Mudar legislação penal não basta para combater tráfico e milícia
  • O impacto da fala desastrada de Lula nos juros
  • PGR se opõe a Moraes como assistente de acusação

GAZETA DO POVO

  • Meta fiscal: o “descompromisso” de Lula e as respostas
  • Por piada, Danilo Gentili é condenado a pagar R$ 20 mil a deputada do Psol
  • Lira faz aceno a Lula e diz que momento é de união entre Câmara e governo
  • Netanyahu nega cessar-fogo em Gaza: “Os EUA não concordariam após Pearl Harbor”
  • Gleisi faz 14 ofensas e 7 acusações em vídeo em que reclama de ataques de bolsonaristas
  • Extremista demitido por zombar de sequestrada em Israel era lobista do Irã no Brasil
  • Premiê do Reino Unido demite do governo deputado que pediu cessar-fogo em Gaza
  • Deltan e influencer cristão protocolam notícia-crime contra miitantes por apologia ao terrorismo
  • Com discurso de modernização, EUA anunciam nova bomba atômica no arsenal militar
  • Escassez de combustíveis esquenta campanha para o 2º turno na Argentina
  • PF nega versão de Delgatti sobre suposto pagamento por invasão de sistema do CNJ
  • Em votação acirrada, votos a favor de projeto que anistia presos do 8/1 são maioria
  • Israel confirma resgate de soldado que era mantida refém na Faixa de Gaza
  • Haddad nega “descompromisso” de Lula com contas públicas, mas evita bancar déficit zero
  • Supremo do Maduro suspende “todos os efeitos” do processo de primárias da oposição, já demonstra sinal na continuidade das fraudes eleitorais
  • Governo Lula quer a manutenção e o aumento ininterrupto do déficit público
  • Centrão exige mais cargos para liberar pauta econômica na Câmara
  • Um Brasil cada vez mais pobre, violento e injusto
  • O que é o “Manifesto Capitalista”, elogiado por Elon Musk
  • O desejo de suicídio do Ocidente que apoiam o terrorismo do Hamas
  • Deputados lançam Frente Parlamentar das escolas cívico-militares na Assembleia em São Paulo
  • STF cria cargo de superministro para Alexandre de Moraes, ou de chefe de estado?
  • Nazistas (e comunistas) por todo lado!
  • Governador da Flórida quer banir grupos que apoiam o Hamas de universidades públicas
  • Produtores rurais gaúchos montam vigília para evitar invasão do MST
  • Chuvas fortes afetam 57 municípios no Paraná; vazão das Cataratas bate recorde
  • Eleição para prefeitura de São Paulo será teste para moderação política, claro, sem a intervenção do TSE no resultado das eleições
  • A revolução do ressentimento
  • Qual é a sua opinião sobre a proximidade de Lula com o Centrão para aprovar pautas do governo? Resposta: Tocou no PT está impuro para o consumo pudico
  • Governo de Israel confirma morte de DJ alemã sequestrada pelo Hamas
  • Forças terrestres do Exército Israelense chegam aos arredores da Cidade de Gaza
  • Policial fica gravemente ferido após ser esfaqueado em Jerusalém
  • Eventuais insatisfações de senadores com o governo não “contaminarão” votações, diz Pacheco
  • Israel afirma que matou dezenas de terroristas em Gaza nas últimas horas
  • Estudante do MBL é agredido e impedido de falar em reunião do DCE da UEL (é sombrio o futuro dos profissionais no Brasil)
  • Mercado vê inflação, taxa de juros e rombo fiscal maiores após fala de Lula

VALOR ECONÔMICO

Novo normal: Um ano após eleição, polarização persiste mesmo com Lula tentando atrair segmentos bolsonaristas

Interrogações no horizonte
Christine Lagarde diz reconhecer ter falhado por não prever o quanto a crise energética causada pela guerra na Ucrânia elevaria os preços ao consumidor

Haddad não se compromete com déficit zero
Percepção de maior risco fiscal fez a bolsa cair e o dólar e os juros futuros subirem. O futuro é sombrio, na real já estamos em recessão técnica. Número de emprego é muito menor ao comparar o número de desempregado ou desalentados

Concessões e PPPs no Sul e Sudeste somam R$ 305 bi
Levantamento da Abdib mapeou 138 projetos em curso, considerando as carteiras dos Estados e do governo federal

Justiça federal exclui o ICMS em cálculo de créditos de PIS/Cofins
Governo espera obter R$ 31,8 bilhões neste ano e de R$ 57,9 bilhões em 2024 com a exclusão

Emprego formal é desafio para juros menores
Resultado do emprego com carteira assinada surpreende positivamente em setembro

Pesquisas teriam motivado Lula a criticar meta
Presidente tende a focar em sua base de eleitores quando popularidade entra em declínio

Salles diz que Bolsonaro apoia sua saída do PL
Interessado em disputar a Prefeitura de São Paulo, ex-ministro pode ir para partido a ser criado com a fusão do PTB com o Patriota

Israel avança em Gaza, rejeita trégua e ataca na Cisjordânia
Forças israelenses assumiram o controle de uma estrada que liga o norte e o sul do enclave, cercando a cidade de Gaza

EUA, Irã e a ameaça de uma guerra em todo O. Médio
Países do Oriente Médio agem para evitar que “linhas vermelhas” sejam ultrapassadas, mas um não sabe onde a tolerância do outro acaba

Lula reage a nuvens carregadas
O que está em jogo é quanto esse enfraquecimento de Lula deve minar ainda mais as diretrizes da política econômica ao longo de 2024

Chuvas causam fortes perdas no PR e em SC
Em Santa Catarina, estimativa é de que precipitação em outubro gerou perda de R$ 1,6 bilhão à agropecuária

MATÉRIA EM FOCO

A visão distorcida de Lula sobre o papel do Estado

Três fatos políticos vêm dominando o noticiário econômico: a mudança no estatuto da Petrobras, a entrega da Caixa ao Centrão e as declarações do presidente Lula desautorizando seu ministro da Fazenda.

São acontecimentos distintos, que ocorreram quase ao mesmo tempo, porque derivam da mesma raiz, que é uma concepção equivocada de para que serve e a quem serve o Estado.

Em café da manhã com jornalistas, Lula da Silva disse que PP e Republicanos têm direito a reivindicar o comando da Caixa, um banco com uma carteira de mais de R$ 1 trilhão, que toca o principal programa habitacional do país.

“Eu fiz um acordo com o PP, com Republicanos. Acho que é direito deles indicar uma pessoa que esteve na Caixa, já foi da Caixa, já teve no governo da Dilma (Rousseff), já foi do Ministério das Cidades, uma pessoa que tem currículo para isso. E eles juntos têm mais de 100 votos, eu precisava desses votos para continuar o governo”, afirmou.

É a mesma lógica por trás da mudança no estatuto da Petrobras, a fim de permitir a entrada de políticos na administração da estatal e de suas subsidiárias – alteração, aliás, baseada numa decisão de um ministro do Supremo, já que o plenário da Corte e o Congresso recusam o ônus de destruir a Lei das Estatais.

Esses movimentos selam a volta oficial do Brasil ao período em que partidos tinham o “direito” de solicitar o comando de estatais e suas diretorias corriqueiramente, sob a presunção de que suas intenções são republicanas e de que o Estado serve, portanto, aos seus interesses, que não são, necessariamente, os mesmos da população.

Junto com esses dois fatos, veio o terceiro. Lula disse que não iria começar o ano cortando investimentos para cumprir a meta de déficit zero, expondo seu principal auxiliar a um imenso constrangimento.

Aqui a discussão também é a mesma: a concepção do papel do Estado. Tocar obras atende deputados e senadores, que solicitaram emendas, e até ministros, que favorecem seus redutos na hora de enviar recursos.

Porém, se o investimento for realizado com base em critérios políticos, o impacto para a população é restrito. Já as contas públicas em ordem ajudam a controlar a inflação e a baixar juros, barateando o investimento privado e gerando emprego.

Logo, estatais e desperdício de dinheiro público favorecem os políticos, e não a população, principalmente a mais pobre. O que nos leva à pergunta central deste artigo: afinal, na opinião de Lula, para o que e a quem serve o Estado? O discurso do governo pode ser um, mas a prática é outra.

O Estado de S. Paulo.31 Outubro de 2023
Raquel Landim Jornalista, é âncora da CNN Brasil

O que a Raquel Landim não sabia?
Será que não foi avisada? Será que estava destituída do conhecimento sobre a tomada do poder pelo PT e qual de fato seria o seu propósito, tendo a máquina pública judicial a seu favor sem contestação sobre as estatais? Ah! Me permita, vamos evitar polêmicas da real dos fatos, até os esquerdistas sabiam, ô inocente, de que a intenção nunca foi ou será a favor do povo.

📲 Siga o Portal Cambé no Instagram: @portalcambe
📲 Participe do nosso grupo no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/K6R666pxmUqLtqZ1uRcWiU
📲 Quer anunciar no Portal Cambé, entre em contato com nosso departamento comercial: *Contato: - (43) 9.9954-5270

Artigos Relacionados

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Eu Aceito a Política de Privacidade

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Redes Sociais

150,000FãsCurtir
44,604SeguidoresSeguir
50,000SeguidoresSeguir
1,633SeguidoresSeguir
12,000InscritosInscrever
Podologia Cambé
https://miliozzi.com.br/loja/
WhatsApp chat