O Estado de S. Paulo

Manchete: Coronavírus acelera saída de capital da Bolsa para o exterior

  • Nos EUA, a pior semana desde 2008
  • Grau de incerteza está no radar de economistas
  • ‘O mercado hoje vende tudo que cheire a risco’
  • Epidemia e dólar alteram viagens ao exterior
  • Nova política para o mínimo deve ser a 1ª pauta-bomba
  • Dívida bruta do País chega a 76,1% do PIB
  • Taxa de desemprego cai para 11,2% em janeiro, diz IBGE

O Globo

Manchete: Bolsas revivem tensão de 2008 com expansão do coronavírus

  • Dólar lidera ranking de aplicações
  • BC dos EUA diz estar pronto para coronavírus
  • ‘No Brasil, não é mais o juro que faz a direfença’
  • Após epidemia, eventos suspensos ou só pela web
  • Clientes buscam informação com agências antes das viagens
  • Taxa de desemprego cai com a queda na procura por uma vaga
  • Em 12 estados, renda ‘per capita’ é inferior ao salário mínimo
  • Caixa terá linha de crédito com imóvel de garantia
  • Navio contratado pela Vale tem vazamento de 300 litros de óleo

Folha de S. Paulo

Manchete: Pressão de governadores leva Bolsonaro a manter ação de militares no Ceará

  • Tribunal dos EUA suspende programa de Trump contra imigração
  • Banco central dos EUA sinaliza socorro aos mercados após perdas históricas
  • Petrobras reduz gasolina em 4% e diesel em 5% nas refinarias
  • Com vírus, governo refaz os cálculos do PIB
  • DPVAT repassou R$ 266 milhões a sindicatos de corretores, diz denúncia
  • Com platéia de seis pessoas, Witzel desiste de participar de evento nos EUA
  • Menor procura por vaga reduz para 11,2% taxa de desemprego
  • Foto-legenda: TST propõe maior verba rescisória para demitidos de unidades da Petrobras
  • Setor público tem superávit recorde em janeiro

Diário Oficial e Governo Federal

  • Governo prorroga prazo para aplicação da nova carteira de identidade. Órgãos têm mais um ano para se adequar aos novos padrões do documento
  • Financiamento Imobiliário
    Crédito imobiliário com taxa fixa “é fruto do restabelecimento da confiança num governo”, afirma o presidente. Nesta quinta-feira (20), a Caixa Econômica Federal lançou nova linha de crédito no Palácio do Planalto. Essa nova alternativa para o cliente possui taxas de juros a partir de 8% ao ano. As condições são válidas para imóveis residenciais novos e usados, com quota de financiamento de até 80%. As contratações estarão vigentes a partir de sexta-feira (21). Na nova linha de crédito, há três opções de indexadores: TR, IPCA ou Taxa Fixa, o cliente escolhe.
  • Governo prorroga GLO no Ceará por uma semana
    Com decisão, Forças Armadas permanecerão mais sete dias no estado
  • Bandeira tarifária segue verde em março; conta não terá cobrança extra. A bandeira foi a mesma aplicada em fevereiro
  • Coronavírus: governo tenta evitar escassez de equipamento de segurança
  • Dólar volta a bater recorde, mas bolsa recupera-se e sobe
  • Em mais um dia marcado pelo receio de uma recessão global provocada pelo novo coronavírus, a instabilidade diminuiu.
  • Informalidade cai em janeiro com aumento de trabalhador com CNPJ
    Com o aumento de 5,2% no número de trabalhadores por conta própria, registrados como empresa, a informalidade no mercado de trabalho caiu no trimestre.
  • Governo Central encerra janeiro com superávit primário de R$ 44,1 bilhões. Resultado ficou acima do esperado, mas secretário do Tesouro alerta que cenário fiscal continua desafiador
  • Divulgadas regras sobre a entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2020 Expectativa é de que 32 milhões de declarações sejam enviadas à Receita Federal até o dia 30 de abril, quando termina o prazo
  • Governo Federal lança programa para aumentar produtividade de até 200 mil pequenas e médias empresas. Brasil Mais terá investimento de R$ 1 bilhão nos próximos dois anos. De acordo com o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, o Brasil Mais é baseado nas melhores práticas de gestão do mercado mundial e terá investimento em torno de R$ 1 bilhão. “Será o segundo maior programa de produtividade do mundo e o maior programa de transformação digital da América Latina”, destacou o porta-voz.
  • Defesa e BNDES assinam acordo para apoiar programa de desenvolvimento industrial. Protocolo de intenções irá viabilizar o desenvolvimento e a sustentabilidade das empresas que fazem parte da Base Industrial de Defesa. Denomina-se Base Industrial de Defesa (BID) o conjunto das empresas estatais ou privadas que participam de uma ou mais etapas de pesquisa, desenvolvimento, produção, distribuição e manutenção de produtos estratégicos de defesa – bens e serviços que, por suas peculiaridades, possam contribuir para a consecução de objetivos relacionados à segurança ou à defesa do país.



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.