Arquivo-Portal Cambé
Arquivo-Portal Cambé

O Ministério Público Eleitoral (MPE) recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o deferimento, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná, do registro de candidatura do ex-secretário estadual da Saúde Gilberto Martin (PMDB), a uma cadeira na Assembléia Legislativa do Estado.
O MPE contesta sua candidatura porque o nome de Martin consta na lista de ex-agentes públicos que tiveram contas reprovadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU).
O órgão rejeitou as contas de um convênio estabelecido entre o Fundo Nacional de Saúde e a Prefeitura de Cambé no ano de 1994, quando Gilberto Martin estava à frente do Executivo da cidade. O peemedebista alega que a reprovação foi gerada por erros formais.
O MPE também já havia recorrido ao TSE contra o deferimento, pelo TRE, da candidatura do ex-prefeito de Londrina Nedson Micheleti (PT), que também concorre a uma cadeira de deputado estadual.
O TSE deve julgar os dois recursos até o dia 23 de setembro, data imposta pelo calendário eleitoral para término das análises de todas as contestações sobre decisões de tribunais regionais eleitorais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.