A segunda etapa do Mutirão de Limpeza realizado pela Secretaria Municipal de Saúde de Cambé, com o apoio da Secretaria de Obras, coletou 20 caminhões de materiais descartáveis que podem acumular água e servir como criadouros do mosquito transmissor da dengue. Garrafas, baldes, latas, outros tipos de recipientes e até geladeiras, fogões e máquinas velhas de lavar foram recolhidos.
As duas secretarias colocaram em ação 75 pessoas no trabalho de coleta. Os caminhões passaram pelos bairros Novo Bandeirantes 1 e 2, Ecovile 1 e 2, Silvino 1 e 2, Rian, Riviera, Ana Elisa 1, 2 e 3, Montecatini, Chácara Manela, Santo Amaro, Santo André, Monte Castelo 1 e 2, Parque Manela, Jardim União, Conjunto Habitacional Castelo Branco, Jardim Golden Park 1 e 2, Jardim Elizabete, Conjunto Morumbi, Jardim Barrada, Jardim Josiane, Boa Vista, Andaluzia, São Paulo, Jardim do Café, Chácara Santa Maria e Bela Itália.
Na primeira etapa a coleta resultou em 25 cargas de caminhões, em trabalho que envolveu cerca de 70 pessoas. O recolhimento desse tipo de material deverá ser repetido mais para o final do ano.
Os trabalhos de controle e monitoramento da situação da dengue merecem atenção especial da Saúde no município. O mais recente levantamento de índice para detectar focos de larvas do mosquito foi inferior ao preconizado pelo Ministério da Saúde.   
Cambé está com 282 casos confirmados de dengue, um a mais do que o registrado a uma semana. A Secretaria Municipal de Saúde aguarda os resultados laboratoriais de 1.735 casos suspeitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.