Em visita a Londrina no ano passado, o engenheiro agrônomo, Jaime Carvalho, passou algumas horas, fotografando o calçadão da cidade. Desta atividade, Carvalho teve a inspiração para produzir a réplica dos principais prédios e pontos turísticos da cidade em 3D, para disponibilizá-las no Google Earth, programa que permite a visualização de localidades no mundo inteiro.

Até agora, foram adicionadas ao programa imagens tridimensionais dos Museus Histórico e de Arte, do edifício Julio Fuganti, da Catedral, do Aeroporto e do Teatro Ouro Verde e prédios adjacentes, até o edifício América, que tem o relógio no topo.

A diretora do Patrimônio Histórico-Cultural da Secretaria Municipal de Cultura, Vanda de Moraes, comentou o processo de produção de Carvalho. “Ele produz as imagens, a partir de fotos da cidade e de algumas plantas, quando eu posso disponibilizá-las, que permitem uma melhor visualização da estrutura para modelagem”, explicou.

Moraes avaliou a importância da iniciativa do engenheiro londrinense por dois ângulos. “Por um lado, é interessante porque dá a possibilidade de que pessoas no mundo inteiro acessem o programa e possam visualizar os edifícios e localidades de Londrina. Além de divulgar a cidade, valoriza o patrimônio histórico e cultural”, avaliou.

“Por outro lado, esta é uma iniciativa que pode ser copiada. Os próprios londrinenses, que tiverem a técnica ou o talento para produzir estas imagens, podem contribuir para que a cidade seja bem representada. O Jaime Carvalho reproduz os edifícios históricos, por causa da ligação afetiva que tem com a cidade e por não estar mais morando aqui, mas qualquer pessoa pode produzir imagens para alimentar o Google Earth”, finalizou a diretora.

Segundo depoimento de Jaime Carvalho enviado ao Patrimônio Histórico e Cultural de Londrina, o trabalho realizado tem o mérito de preservar a memória da cidade e passá-la adiante. “Temos que utilizar as novas tecnologias, para ajudar os mais jovens a conhecer nossa história e nossa cultura. Os prédios em 3D têm um forte impacto nos jovens, por ser [uma ferramenta] atual, e com certeza desperta interesse e curiosidade”, citou o engenheiro.

Carvalho ainda explicou os procedimentos para visualização dos prédios pelo Google Earth. “Primeiro, é necessário baixar o programa, pelo site: http://earth.google.com/. Depois de instalar o programa, é só digitar o nome de Londrina no menu lateral esquerdo e não esquecer de clicar também no menu lateral em 3D-buildings (construções em 3D). O programa tem um segundo menu de navegação no lado direito, onde é possível sobrevoar a cidade e observar os prédios em 3D”, demonstrou.

 Fonte: Prefeitura de Londrina

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.