O chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Allan Turnowski, afirmou hoje (30) que a prisão das lideranças criminosas que fugiram do Complexo do Alemão “é questão de tempo”. Segundo o delegado, o mais importante é que, com a ocupação do conjunto de favelas da zona norte, os policiais conseguiram recuperar território, apreender drogas e retirar armas de circulação.

“As polícias e os militares têm prendido os [integrantes do] segundo e terceiro escalões em larga escala. São vários presos. Eram aqueles mais procurados, por serem mais violentos. Hoje está-se tirando território, mexendo no lado financeiro, e vamos prender. Vamos prender os líderes. É questão de tempo. Estamos desmistificando uma facção e tornando-a uma facção bem mais fraca. Esse é o nosso objetivo, a desestabilização de uma facção”, disse Turnowski.

No último fim de semana, policiais apreenderam mais de 130 fuzis e metralhadoras, além de dezenas de pistolas, revólveres e granadas, apenas no Complexo do Alemão. As armas serão destruídas. Se a polícia desejar ficar com alguma arma, solicitará à Justiça. Os policiais também apreenderam 33 toneladas de maconha e 230 quilos de cocaína, que serão destruídas ainda hoje.

O delegado informou ainda que os policiais que cometeram abusos na ocupação do Complexo do Alemão serão punidos, presos e expulsos. Ele pediu que a população continue confiando no trabalho da polícia.

A polícia está investigando o paradeiro dos criminosos que fugiram e não descarta realizar operações em outras comunidades do Rio de Janeiro para prendê-los.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.