Mauri Viana Pereira - Presidente: Sintrascoopa/Sintracoop/FENATRACOOP

Se novo piso de R$ 1,2 mil não for respeitado, categoria pode cruzar os braços a partir de maio
 A Federação Nacional dos Trabalhadores em Cooperativa – Fenatracoop, aprovou esta semana em assembléia o reajuste do piso salarial para a categoria no valor de R$ 1,2 mil, mais reajuste de 12% sobre os atuais vencimentos e ainda melhorias nas condições da segurança no trabalho.

A Fenatracoop representa um contingente aproximado de 26 mil trabalhadores que atuam nos municípios de Palotina, Marechal Cândido Rondon, Assis Chateaubriand e Cascavel. Pelo menos dez cooperativas de médio e grande portes estão localizadas nesta área, entre elas a C. Vale, uma das maiores empresas da região Oeste, sediada em Palotina, e Copagril, sediada em Marechal Cândido Rondon

Segundo o presidente da federação, Mauri Viana, começam agora as negociações com as cooperativas para a aplicação do novo piso. “Se não forem atendidas as propostas, haverá greve no setor”, promete. Segundo Mauri, no dia 29 de maio acontece uma assembléia com os trabalhadores para apresentar o resultado das negociações com o setor patronal.

Assessoria do Gabinete da Prefeitura Municipal de Palotina/PR – Marcelo Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.