Três menores foram apreendidos ao tentar arremessar “kit” para dentro da cadeia pública de Cambé.

O primeiro episódio aconteceu por volta das 21h30 deste sábado (06/01), quando o Policial Civil Marcelo, flagrou pelas câmeras de segurança da Delegacia e do Fórum, a movimentação suspeita de um adolescente tentando arremessar algo para dentro da unidade.

A equipe ROTAM da Polícia Militar dos Soldados Foglie, Ferreira Lima e Guimarães, foram acionados e ao chegarem no local, o suspeito tentou empreender fuga e acabou sendo abordado. Com ele foi encontrado uma linha indiana, e em uma das pontas havia um “peso”, o qual os presos pescariam esse peso e em seguida seria amarrado na ponta contrária, o material, e arremessado para dentro da unidade.

O segundo episódio ocorreu por volta das 2h30 da madrugada deste domingo (07/01), quando o mesmo Policial Civil, percebeu pelas câmeras de segurança, outros dois indivíduos tentando também arremessar algo para o interior da cadeia, tendo em vista que, após a tentativa da fuga da última terça-feira (02/01), foi realizado a operação “bate grade”, para retirar de posse dos detentos, celulares, serras, drogas e outros artefatos, através do SOE (Serviço de Operações Especiais).

A equipe RPA dos Soldados Everton e Gouvea juntamente com a equipe RPA dos Soldados Fontana e Claudinei foram acionados, com apoio das equipes ROTAM dos Soldados Foglie, Ferreira Lima e Guimarães e da equipe RPA dos Soldados Alves e Marisangela. Os policiais deslocaram até o Fórum, onde dois suspeitos, ao perceberem a presença das viaturas, se evadiram, pulando muros e saindo para a rua.

A dupla foi abordada. No pátio do Fórum e no pátio da Delegacia foi apreendido 1,275 kg de maconha. No Fórum foram apreendidos ainda 19 celulares, carregadores, fones de ouvidos e até um chip de uma determinada operadora de serviço de telecomunicação.

Na sequência, ainda próximo a delegacia, um rapaz por nome de MARCOS FELIPE DOS SANTOS de 19 anos, conduzia uma motocicleta HONDA/CG TITAN 150 de cor preta em atitude suspeita. Ele foi abordado. Santos relatou aos policiais que foi um dos responsáveis por realizar o transporte de um dos menores e do material até a cadeia.

O material e os detidos foram encaminhados para a Polícia Civil e o caso foi registrado para investigação.

A Polícia Civil em conjunto com a Polícia Militar, está intensificando o patrulhamento e as atenções voltadas para as proximidades da cadeia de Cambé, com o intuito de inibir o acesso de materiais ilegais aos detentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.