Após 27 anos, os recordes dos 400 metros com barreiras dos Jogos Abertos do Paraná (JAPS), masculino e feminino, foram quebrados. Neste sábado (22), na pista de atletismo da Universidade Estadual de Londrina (UEL), dois medalhistas de prata do Troféu Brasil, deste ano, baixaram as marcas da principal competição de alto rendimento do estado.

Na categoria feminina, a nova marca dos 400m com barreiras é de Vanessa Zavolski, de Ponta Grosa. A atleta, que participa dos JAPS desde 2004, venceu a prova com o tempo de 59.93 segundos, quebrando o recorde de Maria José Ferreira, que perdurava desde 1991. “O sol hoje estava bem quente, não estou acostumada com esse clima, mas a dificuldade é para todas as atletas. Os Jogos Abertos são tradicionais no Paraná, então todos querem ganhar. Nos preparamos o ano todo para chegar bem e vencer”, conta Vanessa.

A ponta-grossense, que acumula medalhas do JAPS, também é destaque no cenário nacional. Motivada com as últimas conquistas, Vanessa almeja o sonho olímpico. “Na semana passada estive no Troféu Brasil, que foi disputado em Bragança Paulista, e lá eu conquistei a segunda posição nesta mesma prova.  Com este ano muito bom, eu tenho o sonho de participar de uma olímpiada. Quero continuar trabalhando para quem sabe estar em Tóquio”, finaliza a medalhista de ouro.

Campo Mourão fatura dobradinha no pódio na categoria masculina

Entre os homens os lugares mais altos do pódio ficaram com a cidade de Campo Mourão. Artur Terezan, com 51.66 segundos, faturou o ouro nos 400m com barreiras e ainda quebrou o recorde da prova, que era mantido desde 1991. Na segunda posição ficou Mikael Antonio de Jesus, que cruzou a linha de chegada com 54.06 segundos. Completando o pódio, Guilherme de Camargo, de Apucarana, levou o bronze.

O medalhista de ouro também esteve participando do Troféu Brasil na semana passada. Em São Paulo, Artur ficou com a prata. “A minha melhor marca é dois segundos abaixo do que eu corri hoje. Eu esperava um rendimento melhor, mas não aconteceu. Também na última semana participamos da nossa principal competição do ano, que é o Troféu Brasil, então para o JAPS dei uma acalmada. Mas como consegui o recorde da competição, posso dizer que o ano foi perfeito”, fala Terezan.

O atleta, que participa do JAPS desde 2006, traça planos para disputar em alto nível as principais competições do mundo. “A marca que eu fiz, há dois anos seria índice olímpico, então vou continuar treinando para chegar próximo a olímpiada com um tempo bom. Quero melhorar ainda mais para poder projetar uma fase final de uma competição importante”, declara o medalhista de ouro.

Os JAPS 2018 estão sendo disputados na cidade de Londrina e as competições de atletismo serão realizadas até este domingo (23), na pista de atletismo da UEL.

Fotos: Guilherme Becker

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.