O 3º Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypt (LIRAa) de Cambé realizado entre os dias 6 e 11 de maio de 2019 aponta que o município apresenta 1% de infestação do mosquito. O resultado é inferior ao LIRAa de março, que apresentou 1,6% de infestação em Cambé. De fevereiro até agora, o município já soma 135 casos confirmados de dengue e 1311 notificações desde agosto de 2018.
Para a coordenadora do Departamento de Endemias, Nelci Mariano, o momento ainda é de alerta. “O número pode ter baixado bastante se comparado ao do último levantamento, mas a cidade ainda apresenta um grande número de casos confirmados”, explica. Segundo a Vigilância Epidemiológica, as regiões com mais casos de dengue confirmados em Cambé são a do Jardim São Paulo e a região do Novo Bandeirantes.
Além disso, existe uma preocupação com a situação na cidade vizinha, Londrina, que já apresentou 6 óbitos desde o começo do ano. Londrina está realizando o 2º LIRAa este mês e mostrou 8% de infestação no primeiro levantamento, um número alarmante de infestação do mosquito.
De acordo com o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), o Paraná tem 203 municípios com casos confirmados e 322 com notificações. Ao todo, são 6.722 casos confirmados da doença no estado.
A Secretaria de Saúde em parceria com a Secretaria do Ambiente já estão realizando os mutirões de limpeza às quartas-feiras e vão atender todos os bairros da cidade. No ano passado foram recolhidas 911 toneladas de lixo somente nos primeiros 3 meses do ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.