O governador Beto Richa assinou nesta quarta-feira (28) decreto de nomeação de 652 policiais civis (631 investigadores, 19 escrivães e dois papiloscopistas) aprovados em concurso público realizado em 2010. As contratações – efetivadas no dia em que a Polícia Civil do Paraná comemora 158 anos – representam 20% do efetivo atual da corporação, formado atualmente por 3.563 policiais. A medida faz parte do programa Paraná Seguro, que prevê o ingresso, até 2014, de 2.200 policiais civis.

“Em nove meses de governo, conseguimos aumentar em 20% o efetivo policial da corporação. É com satisfação e grande compromisso que investimos no fortalecimento das polícias militar e civil para que as famílias paranaenses voltem a ter segurança”, disse o governador. Richa lembrou que o governo prevê também a contratação de 400 delegados. “Temos 270 comarcas que não têm delegado. Queremos reverter esse quadro”, afirmou.

A relação dos convocados deverá sair no Diário Oficial até a próxima semana. Para o secretário de Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César, a medida representa a preocupação do governador com a segurança pública do Paraná. “No aniversário da Polícia Civil, o governador dá um presente para todos os paranaenses. O efetivo estava defasado e necessitava de uma ação como essa”, disse o secretário. Ele explicou que ainda esta semana outros 42 policiais civis serão nomeados e destacou que será feito um estudo técnico para definir as regiões em que os novos agentes atuarão.

INGRESSO – Os candidatos chamados deverão se apresentar na Secretaria de Segurança Pública (Sesp) com os exames e a documentação necessária. Assim que o aprovado estiver com toda a documentação preenchida e o laudo da perícia em mãos deve comparecer ao Grupo de Recursos Humanos da Sesp (Rua Deputado Mário de Barros, 1.290 – Ed. Caetano Munhoz da Rocha – 5.º andar), das 9h às 11h e das 14h às 17h. A lista dos documentos e exames solicitados está publicada na internet, na página www.seguranca.pr.gov.br. Esclarecimentos podem ser obtidos pelo e-mail gruporh@sesp.pr.gov.br.

Os convocados serão treinados pela Escola da Polícia Civil. A unidade tem capacidade para 370 alunos, mas de acordo com o delegado-chefe da Polícia Civil, Marcus Michelotto, estão sendo feitas negociações com faculdades no interior do Estado para parcerias que irão acelerar o processo de formação dos policiais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.